CMPorto

Ourivesaria Pedro A. Batista

Ourivesaria Pedro A. Batista

Fundada em 1928, a Ourivesaria Pedro A. Batista conta com mais de 90 anos de história na cidade do Porto. O primeiro proprietário desta loja emblemática, Pedro Batista, deu o seu nome ao estabelecimento. Conforme, conta Jorge Oliveira, em entrevista, o fundador da casa não tinha filhos e foi o seu cunhado, Fernando Monteiro, que passou a gerir o negócio.

“O Pedro mantinha uma relação de pai/filho com ele devido à diferença de idades”, relata, avançando que Fernando era arquiteto, mas decidiu abandonar essa área...

Ver Mais

Casa dos Forros

Casa dos Forros

A primeira morada da Casa dos Forros, aberta nos anos 20 por Anselmo Caniceiro, foi na Rua de Passos Manuel. Mais tarde, em 1958, Miguel Pinheiro, decidiu adquirir a loja e reabriu-a ao público a 8 de novembro.

Em 1962 a Casa dos Forros foi expandida para a Rua de Cedofeita, onde é aberta uma filial. “Após a venda da loja-mãe nos anos 80 do século XX ficamos apenas com esta loja da rua de Cedofeita e a partir de 2002, com a reforma do meu sogro, eu e a minha mulher decidimos ficar com o estabelecimento”, revela-nos Jorge...

Ver Mais

BFG – Ferragens e Decoração

BFG – Ferragens e Decoração

Situada na Rua do Bonjardim no número 404, a loja Bernardino Francisco Guimarães foi criada em 1900, tendo marcado desde logo o mercado das ferragens da cidade do Porto.

Em 1952, Heitor da Fonseca Vale, sobrinho dos fundadores Bernardino Francisco Guimarães e Maria Amália da Fonseca Guimarães, herdou o negócio do tio que deu o seu nome à própria loja.

Esta é uma casa que “vai passando de geração em geração”, como conta à VIVA! Alexandra Oliveira, neta de Heitor, que entrou no negócio em 2008,...

Ver Mais

Livraria Moreira da Costa

Livraria Moreira da Costa

Considerada um verdadeiro tesouro para os amantes de livros antigos, a livraria e alfarrabista Moreira da Costa, um negócio de família com mais de 120 anos de história, é outro emblemático espaço portuense contemplado pelo programa “Porto de Tradição”. Um sonho antigo de Miguel Carneiro, a quinta geração na gestão do espaço, que sempre desejou ver a casa fundada pelo seu trisavô ser considerada “uma loja histórica” e ficar, sobretudo, “na história da cidade”.

O interesse pelo negócio, revela, veio...

Ver Mais

Galerias Vandoma

Galerias Vandoma

Um ano depois da revolução em Portugal, erguia-se no número 181 da Rua de Mouzinho da Silveira as Galerias Vandoma, uma casa especialista em leilões e avaliações de peças antigas, que deve o nome à padroeira da cidade, e onde é possível encontrar uma variedade muito grande de artigos, como peças de decoração, mobiliário, porcelanas, pratas, esculturas, pintura, entre outros.

De acordo com Ana Luz, filha e neta dos fundadores da casa, apaixonados assumidos por antiguidades, este foi um espaço que sempre teve uma...

Ver Mais

Machado Joalheiro

Machado Joalheiro

Abriu, pela primeira vez, as suas portas ao público em 1880 e cerca de oito décadas depois, com a entrada de uma cidadã alemã, que incluiu a Machado Joalheiro, situada na Rua 31 de Janeiro, no conjunto de estabelecimentos emblemáticos a visitar no Porto, atingiu o “número mágico” de um milhão de visitantes anuais de turistas estrangeiros.

O sonho da Machado Joalheiro começou, contudo, a ser construído na Rua do Loureiro, pela mão do comerciante José Pinto da Cunha, cuja visão de negócio já antevia o sucesso...

Ver Mais

Livraria José Alves

Livraria José Alves

A fundação da conceituada Livraria José Alves, na história da cidade do Porto há mais de meio século, está intrinsecamente ligada ao nascimento da “Asa”, em 1967, pela mão do escritor Américo da Silva Areal. Apenas 33 anos depois, no arranque do novo milénio, a casa ganhou o nome de José Alves, em homenagem ao novo proprietário, que desde a abertura foi funcionário da casa.

O prestígio da livraria verificou-se desde o primeiro momento, com o espaço a afirmar-se como um repositório de excelência no mercado dos...

Ver Mais

Barbearia Tinoco

Barbearia Tinoco

Na história do Porto há praticamente 100 anos, a Barbearia Tinoco, situada na rua de Sá da Bandeira, é um símbolo incontornável da cidade. Abriu pela primeira vez as suas portas, no local onde ainda hoje está situada, em 1929, mas foi quase quatro décadas antes que o negócio começou a ser pensado, na rua de Santo António.

Os Tinoco, uma família abastada da época, foram os responsáveis pela abertura da casa, que tem vindo a traçar o seu caminho, de geração em geração. Aqui, é possível encontrar um “espaço...

Ver Mais

Casa Coração de Jesus

Casa Coração de Jesus

Na família há quatro gerações, a Casa Coração de Jesus, inaugurada em 1885, também se tem vindo a reinventar ao longo do tempo. Com mais de 135 anos de vida, nesta casa, agora localizada na emblemática artéria portuense de Mouzinho da Silveira, onde, outrora, existiu um banco, os clientes encontram todo o tipo de artigos ligados ao culto religioso. A garantia é de João Melo, atual proprietário do espaço, que abandonou a área na qual se licenciou, informática, para seguir as pisadas do avô e tios neste...

Ver Mais

Papelaria e Tipografia Peninsular

Papelaria e Tipografia Peninsular

É um dos muitos negócios que passou de geração em geração. Atualmente é a quinta que comanda o negócio da centenária “Papelaria e Tipografia Peninsular”, uma casa feita de “colaboradores dedicados e apaixonados pelo que fazem”, nascida, oficialmente, em 1905, e situada mesmo na Baixa da cidade do Porto, na emblemática Rua Mouzinho da Silveira.

Contudo, segundo contou à VIVA! Diogo Barbedo, gestor de produção e sócio-gerente, a tipografia, na altura o negócio principal, terá tido a sua origem no final do...

Ver Mais

Santos & Irmãos

Santos & Irmãos

Com uma marca ímpar na cidade do Porto, a Santos & Irmãos, empresa familiar que, desde 1858, se dedica à produção de molduras tem traçado um caminho de sucesso na história da arte em Portugal. Ao leme da casa, fundada por António dos Santos, está atualmente a sexta geração da família, na qual se inclui Guilherme Monteiro.

Na época, o estudante da então Academia de Belas Artes do Porto ter-se-á deparado com a inexistência, tanto na Invicta como na região Norte do país, de uma casa onde fosse possível...

Ver Mais