PUB
CIN Woodtec

Cidade do Porto é a preferida dos profissionais para trabalho remoto

Cidade do Porto é a preferida dos profissionais para trabalho remoto

A cidade do Porto é a preferida dos profissionais para trabalhar remotamente. A suportar esta afirmação está o Guia Hays do Mercado Laboral 2024, que foi apresentado esta quarta-feira, na Porto Business School.

“Se a sua empresa permitisse o trabalho remoto, a maior parte (61%) dos profissionais escolheria o Porto, entre qualquer cidade portuguesa, para viver”, lê-se no portal de notícias da autarquia.

Ricardo Valente, vereador da Economia, Emprego e Empreendedorismo reforçou a importância de “os países e...

Ver Mais

Porto está no top 10 dos melhores destinos de luxo

Porto está no top 10 dos melhores destinos de luxo

A cidade do Porto foi integrada, pela primeira vez, no ranking “Prime Internacional Residential Index” do “The Wealth Report”. A classificação, elaborada pela agência imobiliária britânica Knight Frank destacou a cidade Invicta dando a esta a posição do 10º lugar.

De acordo com o relatório, que visa acompanhar a mudança anual relativamente aos imóveis de luxo de 100 cidades espalhadas pelo mundo inteiro, registou uma subida de 12,7% no mercado de luxo da cidade do Porto em 2022.

Também o Algarve e...

Ver Mais

As vantagens do teletrabalho: um dos maiores benefícios ao alcance dos call centers

As vantagens do teletrabalho: um dos maiores benefícios ao alcance dos call centers

O teletrabalho é uma das tendências laborais mais prevalecentes durante anos no estrangeiro. Nos Estados Unidos da América, mesmo antes de sermos surpreendidos pela pandemia, já um em cada seis empregados trabalhava remotamente.

Também em Portugal, algumas empresas já tinham começado a testar esse modelo. Mas essa tendência acelerou consideravelmente devido à pandemia, com imensas empresas a sentirem-se forçadas a adotar o regime de teletrabalho.

Um dos grandes benefícios dos call centers, tais como os que...

Ver Mais

Governo limita iluminações de Natal. Teletrabalho volta a ser hipótese

Governo limita iluminações de Natal. Teletrabalho volta a ser hipótese

O Governo decidiu limitar a iluminação decorativa no Natal entre as 18h e as 24h, controlar as temperaturas da climatização interiores e apela à avaliação do recurso ao teletrabalho para poupar energia.

Segundo o plano de poupança de energia 2022/2023, publicado esta terça-feira numa resolução de Conselho de Ministros, vão ser implementadas ao longo dos próximos meses várias medidas de poupança, que no caso da Administração Central serão obrigatórias.

Desta forma, a iluminação interior de caráter...

Ver Mais

Saiba como tornar o teletrabalho mais produtivo

Saiba como tornar o teletrabalho mais produtivo

Desde o início do mês de outubro que o teletrabalho deixou de ser recomendado pelo Governo, que deixou a cargo da entidade patronal a decisão de adotar ou não este regime de trabalho. E foram muitas as empresas que, ou por receio de regressar totalmente à “normalidade” ou por satisfação quanto aos resultados conseguidos com o teletrabalho, optaram por manter este regime, que, ao que parece, divide a opinião dos trabalhadores.

Se, por um lado, há cidadãos que admitem estar bastante satisfeitos com o teletrabalho, que...

Ver Mais

51% dos portugueses prefere trabalhar em regime misto, revela estudo

51% dos portugueses prefere trabalhar em regime misto, revela estudo

Desde o ano passado que o teletrabalho passou a ser uma realidade para milhares de portugueses que, pelo menos, até à próxima segunda-feira, 14 de junho, enfrentam este regime de trabalho. A partir dessa data, o teletrabalho deixará de ser obrigatório, exceto em concelhos de risco, passando a ser recomendado nas atividades que o permitam.  

Contudo, de acordo com um estudo do Observador Cetelem, a maioria dos portugueses (51%) não pretende voltar a tempo inteiro ao regime presencial, mas sim trabalhar num regime...

Ver Mais

Governo anuncia duas novas fases de desconfinamento

Governo anuncia duas novas fases de desconfinamento

Os restaurantes, cafés e pastelarias vão poder receber clientes até à meia-noite e o teletrabalho vai deixar de ser obrigatório já a partir de 14 de junho. As medidas em causa fazem parte das duas novas fases de desconfinamento anunciadas por António Costa.

De acordo com o primeiro-ministro, o país “está em condições de prosseguir o processo de desconfinamento”, razão pela qual destacou um conjunto de novas medidas para as próximas fases, a primeira a arrancar a 14 de junho e a segunda a 28 de...

Ver Mais

Inquérito VIVA!: Maioria dos leitores sente-se bem com o teletrabalho

Inquérito VIVA!: Maioria dos leitores sente-se bem com o teletrabalho

Há mais de um ano que a maioria dos trabalhadores portugueses trocaram o trabalho presencial pela experiência do teletrabalho. Impulsionados pela pandemia de covid-19, alguns fizeram-no por obrigação, tendo em conta as medidas impostas pelo Governo para combater a disseminação do vírus, e outros por opção própria. 

Volvidos mais de 12 meses sobre a implementação da obrigatoriedade do teletrabalho em Portugal, a VIVA! procurou saber qual a opinião dos leitores em relação a esta questão. Será que estes se...

Ver Mais

Maioria dos portugueses “positivos” e “otimistas” com os próximos meses

Maioria dos portugueses “positivos” e “otimistas” com os próximos meses

A pandemia de covid-19 deixou e, em alguns casos, continua ainda a deixar mudanças profundas no quotidiano dos portugueses, o que poderá ter implicações na saúde mental, um tema que tem merecido cada vez mais destaque e atenção por parte dos cidadãos. Grande parte da população viu-se obrigada a substituir o trabalho presencial pelo teletrabalho, a escola pela telescola e os encontros com a família e os amigos por horas de chamadas e videochamadas.

Com o avançar progressivo do plano de desconfinamento anunciado pelo...

Ver Mais

Posturas incorretas aumentam o risco de dor. Conselhos práticos para atividades diárias.

Posturas incorretas aumentam o risco de dor. Conselhos práticos para atividades diárias.

O teletrabalho e o ensino à distância, obrigatórios no atual contexto de pandemia de covid-19, exigem que a maior parte dos cidadãos passem muitas horas sentados a trabalhar no computador e que negligenciam a prática de exercício físico, tendo tendência a adotar posturas incorretas que podem agravar lesões prévias e aumentar o risco de dor.

“As posturas incorretas nas atividades diárias são responsáveis por múltiplos episódios de dor e por vários desequilíbrios no sistema músculo-esquelético”, alerta Ana...

Ver Mais

Há 9% de patrões que não autoriza o teletrabalho

Há 9% de patrões que não autoriza o teletrabalho

Um inquérito realizado pela Fixando a 13.660 profissionais e utilizadores da plataforma mostra que 63% dos portugueses estão satisfeitos com o prolongamento do teletrabalho até 31 de dezembro de 2021, sendo que 56% considera a medida em causa muito positiva para a economia do país, 65% muito positiva para as empresas e 40% muito positiva para a saúde mental dos trabalhadores. 

No entanto, os dados indicam que 9% dos profissionais revelou não estar autorizado, pela entidade patronal, a ficar em teletrabalho. 41% dos...

Ver Mais

“Reduzir substancialmente a atividade física pode ser prejudicial”, alerta DGS

“Reduzir substancialmente a atividade física pode ser prejudicial”, alerta DGS

Numa altura em que a maior parte dos portugueses continuam confinados em casa e em teletrabalho, e com a aprovação deste regime de trabalho até ao final do ano, a Direção-Geral de Saúde (DGS) recorreu às suas redes sociais para fazer um alerta. 

“Reduzir substancialmente a sua atividade física pode ser prejudicial para a sua saúde, bem-estar e qualidade de vida”, escreveu na publicação. 

Como forma de contornar esta situação, a autoridade de saúde pede aos portugueses para que “evitem ficar...

Ver Mais

Teletrabalho: como ser mais produtivo, saudável e feliz

Teletrabalho: como ser mais produtivo, saudável e feliz

Trabalhar em casa deixou de ser uma exceção, para se tornar uma prática generalizada. O teletrabalho trouxe novos desafios e riscos às famílias, sobretudo na hora de integrar a vida profissional no espaço pessoal, sem que isso perturbe a segurança, saúde e bem-estar de todos.

A boa notícia é que muitos destes riscos podem ser evitados com algumas mudanças de rotina ou pequenas estratégias que permitam uma maior proteção das famílias e dos seus espaços de teletrabalho. A Zurich apresenta um conjunto de dicas a...

Ver Mais