PUB
Philips S9000

Empresa espanhola vai investir 100 ME em casas acessíveis no Porto

Empresa espanhola vai investir 100 ME em casas acessíveis no Porto

A promotora imobiliária catalã ARC Homes vai apostar no mercado residencial do Porto. No total, a empresa vai investir 100 milhões de euros na construção de 500 habitações nas zonas da Prelada e das Antas.

Trata-se, escreve o Porto., de “um projeto desenhado para o mercado local que procura habitação a preços acessíveis”.

O primeiro empreendimento da ARC Homes será edificado na zona da Prelada, junto ao Jardim Sarah Afonso, e contempla 156 apartamentos de tipologias T1 a T3. O preço mínimo irá rondar os 140 mil euros.

A construção deverá arrancar “ainda este ano, para estar concluída em 18 meses”, adiantou, ao Jornal de Negócios, Francisco Rocha Antunes, líder da empresa portuense contratada pela ARC Homes para a execução dos projetos, a Capital Urbano.

O responsável avançou ainda que a venda terá início entre abril e maio, dependendo “da velocidade do desconfinamento”.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Este projeto está orçado em 30 milhões de euros, mas a empresa catalã pretende adquirir, ainda este ano, mais dois terrenos na cidade do Porto, junto ao Estádio do Dragão, para a construção das cerca de 350 habitações restantes, onde serão investidos 70 milhões de euros.

“Enquanto as empresas imobiliárias que investiram no Porto nos últimos 10 anos fizeram-no em hotéis de luxo, em casas turísticas e alojamentos de luxo para estrangeiros, em complexos de escritórios… praticamente ninguém o fez a pensar em casas acessíveis”, afirmou o diretor-executivo da ARC Homes, Jan Maarten Goedemans, em declarações à agência noticiosa Efe, citado pelo Dinheiro Vivo.

Considerando que o projeto traz “valor acrescentado ao Porto”, o responsável da imobiliária catalã sublinha que encontrou na cidade “uma autarquia com vontade de levar projetos para a frente com ajudas fiscais e agilidade no processo de licenças”.

Recorde-se que a Câmara Municipal do Porto tem vindo a implementar uma série de programas de promoção de habitação a preços acessíveis, nomeadamente em Lordelo do Ouro, Monte Pedral e Monte da Bela.

(Foto ilustrativa)

PUBLICIDADE

PUB
PD- Revista Sabe bem