PUB
Philips S9000

8 resoluções para 2024 e como cumpri-las

8 resoluções para 2024 e como cumpri-las

Chegou 2024 e com ele a necessidade de refletir sobre o ano que passou e o que queremos para esta nova etapa das nossas vidas. Traçar as resoluções pode ser fácil, mas nem sempre conseguimos cumpri-las, o que pode levar à frustração e desânimo. A pensar em si, a VIVA! reuniu 8 objetivos alcançáveis e as respetivas estratégias para torná-los realidade.

Praticar exercício físico

Não é novidade que a prática de exercício físico é bom para a nossa saúde. Além de ajudar a reduzir o stress e a ansiedade, ajuda a fortalecer o sistema imunitário e a prevenir várias doenças, promovendo o nosso bem-estar físico e mental. Contudo, é necessário começar gradualmente para não se aborrecer e acabar por abandonar os treinos. Comece com pequenas caminhadas diárias e, aos poucos, vá aumentando o tempo e intensidade. No dia-a-dia pode, também, optar por estacionar o carro mais longe e andar até ao local ou subir as escadas, em vez de utilizar o elevador, sempre que possível. Procure atividades que lhe deem prazer, como uma caminhada pela natureza, por exemplo, ou, se gostar de fotografia, pegue na máquina fotográfica e explore a sua cidade a pé – vai ver que vai encontrar detalhes que o vão surpreender!

Beber mais água

Algo tão simples e imprescindível para o funcionamento do nosso organismo, como beber água, nem sempre é uma tarefa fácil para quem não está habituado. Criar uma “rotina” pode ser solução: por exemplo, assim que acordar, vá à cozinha e beba um copo de água. Pode repetir o processo antes de cada refeição, além de facilitar o processo de digestão, dá-lhe a sensação de estar saciado, pelo que certamente não irá cair em exageros na hora de pegar no garfo. Se o problema é mesmo lembrar-se de beber água, outra solução pode ser colocar alarmes no telemóvel ao longo do dia para o fazer. Lembre-se que o aconselhável é beber, pelo menos, 1 litro e meio de água por dia.

Poupar

Numa altura em que os portugueses mais “apertam o cinto”, saber como poupar dinheiro é uma mais-valia. Pode aproveitar o mês de janeiro para analisar e identificar as áreas onde tem mais gastos e se justificam-se. “Corte” os gastos nas áreas que considera supérfluas e, se possível, estabeleça um orçamento mensal ou defina um valor para, todos os meses, colocar “de lado”. Pode, ainda, considerar abrir uma conta-poupança.

Viajar mais

Pode parecer algo que vá contra a resolução anterior, mas não é. Para explorar novos lugares não é preciso gastar rios de dinheiro em viagens exóticas com pacotes de “tudo incluído”. Pode começar por explorar as cidades vizinhas, incluídas no tarifário Andante, como por exemplo: Póvoa de Varzim, Vila do Conde, Trofa, Santo Tirso, São João da Madeira ou Arouca. Outra sugestão é escolher um destino dos Comboios Urbanos do Porto, nas linhas de Braga, Guimarães, Aveiro ou Marco de Canaveses. Pode fazer uma “escapadinha” económica por mês, ou de três em três meses e, pouco a pouco, explorar o que de melhor há no nosso país.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Reduzir o stress

O primeiro passo para reduzir o stress é identificar os seus motivos e desenvolver estratégias para minimizar o impacto que tem na nossa vida. Estabelecer limites no horário de trabalho pode ser uma boa tática, assim como dedicar algum tempo do seu dia-a-dia a um hobbie que lhe dá prazer ou, simplesmente, a atividades pessoais como auto-cuidado ou meditação.

Dormir melhor

Todos somos diferentes, mas, habitualmente, o ser humano precisa de oito horas de sono diárias. Melhorar a quantidade e qualidade do sono é o objetivo de muitas pessoas assim que chega um novo ano, mas nem sempre é possível. Estabelecer uma rotina de sono, evitar sestas durante o dia e desligar aparelhos eletrónicos 30 minutos antes de ir dormir, são algumas das dicas que o vão ajudar a dormir melhor. Pode, também, escolher cuidadosamente os alimentos e bebidas consumidos antes de se deitar, uma vez que alguns deles possuem propriedades que promovem a melatonina, hormona do sono.

Ler mais livros

Para quem não está habituado a ler, o ideal é começar com objetivos pequenos e fáceis de cumprir. Escolha livros de temas que lhe interessam, como romances, policiais, terror ou até biografias – já pensou como gostaria de saber mais um pouco da vida do seu famoso/a preferido/a? Um livro de auto-ajuda para quem está no caminho da sua própria descoberta é, também, uma ótima aposta. Se ainda assim sentir que precisa de um incentivo, uma boa forma de aumentar o entusiasmo na hora da leitura é juntar 12 livros que queira ler este ano e pedir a alguém para embrulhá-los e numerá-los; assim, terá uma espécie de “calendário do advento” e cada mês será uma surpresa!

Aprender uma nova língua

Num novo ano, é normal querer aprender algo novo. Escolha uma língua que tenha curiosidade e reserve no mínimo meia hora do seu dia para se dedicar à aprendizagem através de tutoriais no YouTube e cursos online, ou até aplicações divertidas como o Duolingo (que permite aprender a língua através de jogos com soma de pontos). Outra sugestão é adicionar o teclado da língua que está a aprender ao seu telemóvel e escrever textos curtos para amigos ou familiares. Além disso, pode ouvir música e ver filmes no idioma escolhido, uma vez que está provada a maior facilidade da aprendizagem através destes meios.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile