PUB
Recheio 2024 Institucional

Sugestões 7 dias

Sugestões 7 dias

Despeça-se de maio e diga olá a junho com as várias sugestões que preparamos para si. Os próximos dias têm tudo para ser divertidos!

Desfrute dos “Concertos Promenade 2.0” no Coliseu do Porto, que regressam este domingo, 30 de maio, numa edição que vai contar com sete espetáculos até ao final do ano. A estreia acontece com o conto musical “Pedro e o Lobo”, com direção artística do maestro Cesário Costa, comentários do musicólogo Jorge Castro Ribeiro e uma componente multimédia criada pela designer Sara Botelho.

Até 19 de dezembro, o formato, destinado às famílias, apresentará “aspetos e pormenores de obras nacionais e internacionais”, como “Rhapsody in Blue”, de Gershwin, o conto “A Arca do Tesouro”, de Alice Vieira musicado por Eurico Carrapatoso, e a “Cinderela”, de Lotte Reiniger.

Na estreia da temporada, a narração será feita ao vivo pelo humorista e ator Bruno Nogueira e a música interpretada pela Orquestra Clássica de Espinho.

“Pedro e o Lobo”, recorde-se, é uma história que se conta através da música composta, em 1936, por Sergei Prokofiev, e que se tornou numa das obras mais conhecidas do compositor russo.

Celebre o Dia da Criança online, com as várias atividades promovidas pela empresa municipal Ágora. Sob o tema “Presentes para o futuro”, a iniciativa decorre nos dias 29 e 30 de maio e oferece uma reflexão sobre a ecologia, a igualdade e os direitos humanos e da criança.

O programa arranca pelas 10h00, na página de Facebook da Ágora (https://www.facebook.com/agoraporto2019/ ), e vai contar com atividades como uma aula de ioga kids, uma oficina ambiental “Natureza a Brincar”, a “Hora do Conto”, com a leitura e encenação do livro “O lápis mágico de Malala”, “Experiências no Pavilhão da Água”, “Biodiversidade em casa: Abrir um hotel para insetos” e “Impressão Artesanal”.

O programa completo pode ser consultado aqui. https://www.agoraporto.pt/noticias/festa-da-crianca-em-formato-online-e-para-toda-a-familia.

Visite a exposição “110 Retratos de uma Luta”, da autoria de Marcus Garcia, que estará patente durante todo o mês de junho no Mar Shopping Matosinhos. O projeto, realizado em parceria com o Centro Hospitalar e Universitário de São João (CHUSJ), mostra os rostos de mais de uma centena de profissionais que estiveram na linha da frente do combate à pandemia, numa sentida homenagem a todos aqueles que sempre fizeram tudo para salvar o país.

O objetivo das fotografias expostas, captadas durante os meses de junho, julho e agosto do ano passado, é não só “humanizar e homenagear os profissionais do CHUSJ”, mas “todo o sistema nacional de saúde português”.

Concertos

The Black Mamba
O concerto insere-se no âmbito do programa “Santa Casa – Portugal ao Vivo”.
Local: Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota
Data: 28 de maio
Hora: 20h00

Duo Francisco Berény Domingues & Tiago Azevedo e Silva

Francisco Berény Domingues e Tiago Azevedo e Silva juntaram-se para fazer um duo em 2019. As várias possibilidades de timbre, de textura e volume do violoncelo e guitarra permitem ao ensemble a exploração de várias cores e sons. Francisco Berény Domingues está a realizar um mestrado na Universität Mozarteum Salzburg com a professora Laura Young e Tiago Azevedo e Silva está na ESMAE – Escola Superior de Música e Artes de Espetácu-lo a realizar uma licenciatura com o professor Filipe Quaresma. O programa que será aqui apresentado, em estreia nacional, pinta uma imagem da música popular espanhola eternizada por compositores do século XX e XXI, marcado pelo flamenco, pelo canto do violoncelo e pelo acompanhamento típico da guitarra.

Local: Teatro Municipal Rivoli
Data: 29 de maio
Hora: 17h00

A Quarta de Sibelius
Esta é uma rara oportunidade de escutar, em estreia mundial, a obra e a sua intérprete de eleição no mesmo palco, contando por isso com Patricia Kopatchinskaja, a solista para quem foi escrito o mais recente concerto para violino do italiano Luca Francesconi. Aqui, o violino desencaminha a orquestra através de sonoridades que lembram a guitarra eléctrica de um Jimi Hendrix e resultam numa autêntica explosão de energia. Depois, sob a direcção do seu maestro titular, a Orquestra Sinfónica prossegue o ciclo dedicado a Sibelius com a estranha e misteriosa Quarta Sinfonia, na qual forças invisíveis do mundo parecem fazer-se ouvir.

Local: Casa da Música
Data: 29 de maio
Hora: 18h00

Os Azeitonas
O concerto insere-se no âmbito do programa “Santa Casa – Portugal ao Vivo”.

Local: Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota
Data: 29 de maio
Hora: 20h00

Tiago Baptista Quinteto
É no vibrafone que Tiago Baptista procura percorrer os caminhos do jazz, tendo para isso estudado no Conservatório de Coimbra e na ESMAE, onde há três anos terminou a licenciatura com a nota máxima na cadeira de instrumento. Tem tocado em vários festivais (Agitazz emLousada, ESMAE Rampa Jazz, Festival Porta-Jazz, Guimarães Jazz, Foncasjazz em Espanha, Csiperó na Hungria). Fez parte dos combos premiados na Festa do Jazz (2014 e 2018) e no Prémio Jovens Músicos (2019), e tem trabalhado com figuras como Jean-Sébastien Béreau, Miquel Bernat, Nuno Aroso, Bogdan Bacanu, Chin Cheng Lin, Pedro Carneiro, Abe Rábade, Demian Cabaud, Marcos Cavaleiro, André Fernandes, João Mortágua, Perico Sambeat e muitos outros.

Local: Casa da Música
Data: 1 de junho
Hora: 19h30

Filipe Karlsson
Depois de se estrear a solo em 2020 com os EPs “Teorias do Bem Estar” e “Modéstia à Parte”, Filipe Karlsson lança-se finalmente à estrada para celebrar um ano deste projeto, acompanhado pela sua banda.

Os concertos marcam a estreia do músico em nome próprio, e terão lugar no Avenida Café-Concerto (Aveiro), Casa da Música (Porto) e Teatro Maria Matos (Lisboa). Para além de trazer ao palco todos os temas que já foi dando a conhecer ao longo do último ano, haverá com certeza oportunidade para um piscar de olhos exclusivo ao que o músico anda a preparar em estúdio de momento.

Local: Casa da Música
Data: 2 de junho
Hora: 19h30

David & Miguel
O álbum de estreia desta dupla é um guia romântico-turístico que pretende fazer os ouvintes apaixonarem-se (ainda mais) pelas memórias do nosso País. Paragens na bomba para atestar durante as viagem nas férias grandes, tardes a preencher a revista Cruzadex para matar o tempo com qualidade, canções no autorádio a caminho de um encontro na natureza, histórias sobre corações partidos (e remendados): temas que por vezes exaltam (e outras vezes lamentam) a intensidade das emoções.

E assim nascem um conjunto de canções escritas por David Bruno & Mike El Nite com produção instrumental de David Bruno e arranjos de guitarra do habituée Marco Duarte, elemento fundamental para adoçar os ouvidos de temas do tempo em que ser romântico era ser motard.

Local: Casa da Música
Data: 2 de junho
Hora: 20h00

Neev | Uma Odisseia em Concerto
Uma Odisseia em Concerto” é o nome do espetáculo que tem como ponto de partida o álbum de estreia “Philosotry” e passagem obrigatória pela mais recente “Dancing in The Stars” – a música mais votada pelo público na final do Festival da Canção 2021 – e a primeira música que Neev editou em 2016, “Breathe”, em parceria com os noruegueses SEEB, e que conta com mais de 250 milhões de streamings no Spotify e no Youtube.
“Estes concertos vão ser mais um marco nesta que tem sido a maior viagem da minha vida. Até agora o caminho tem sido feito fora dos palcos, de forma apaixonada e honesta, com todos os que me acompanham, mas chegou o momento de viverem comigo esta odisseia em pleno, de uma forma até hoje impossível. Estes concertos vão ser como um portal para longe desta realidade, para algo que nos faça acreditar, mesmo que momentaneamente, na fantasia que queremos viver”, antecipa Neev que está a preparar um espetáculo especial, visual e musicalmente. Em palco, ao lado de Neev (voz, guitarra e piano), vão estar João Barradas (guitarra e teclados) e Rui Reis (bateria).

Local: Teatro Sá da Bandeira
Data: 2 de junho
Hora: 21h00

Concertos Italianos
A estreia do maestro Donato Renzetti na Casa da Música marca o regresso do grande violinista Benjamin Schmid ao Porto para interpretar um dos concertos da sua premiada discografia. Ermanno Wolf-Ferrari compôs sobretudo óperas que não foram bem recebidas em Itália mas conquistaram a Alemanha. As peças instrumentais correspondem ao início e ao final da sua carreira, fortemente marcada pela Primeira Guerra Mundial, com o humor refinado das suas óperas a ser substituído pela melancolia. Depois do intervalo, uma obra que dispensa apresentações, sobretudo entre cinéfilos: a música que Nino Rota escreveu para o clássico La Strada de Fellini, cineasta com quem criou uma forte relação artística.

Local: Casa da Música
Data: 4 de junho
Hora: 19h30

Mundo Segundo & Sam The Kid
Local: Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota
Data: 4 de junho
Hora: 20h00

Herman José
Local: Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota
Data: 5 de junho
Hora: 20h00

Exposições

Gonçalo Pena | Barber Shop
Barber Shop…, vulgo ‘Barbearia’ em português…, segue as investidas fictícias meta-metafóricas de um cidadão cuja ocupação é ser barbeiro na terra de bárbaros lusitanos. À semelhança de outros esteticistas, tal amanuense da tesoura e do pente nutre pelas belas-artes como pelos bons costumes a maior das considerações esforçando-se por nunca desfear nem maltratar um freguês. Como se sabe, uns há que são perpetuamente feios, outros que qualquer mise os faz belos, e outros que são sempre assim-assim. Claro está! nem todo o freguês fica bem na fotografia. A exposição junta uma súmula dos recentes anos de desenhista do artista. São desenhos sobre as más e bem parecenças, externas e internas, da nossa humilde Lusitânia freguesia e vizinhança.

Local: Galeria Contemporânea do Museu de Serralves
Data: De 2 de junho a 10 de outubro

O Relato
“O Relato” é uma abordagem de Fernando José Pereira ao imaginário portista, explorando a memória analógica do Estádio das Antas e a realidade digital e futurista do Estádio do Dragão através de elementos artísticos familiares ao autor, como a imagem e o desenho, mas também com o som presente na ativação dos sentidos, introduzindo, aliás, na narrativa exibida o célebre golo de calcanhar de Madjer na conquista da Taça dos Campeões da UEFA de 1987.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Local: Espaço João Espregueira Mendes
Data: De 2 de junho a 9 de janeiro de 2022

Museu FC Porto nos 15 anos do El Corte Inglés
A exposição é um excelente cartão de visita antes de viver no Museu a experiência marcante do Tour FC Porto, representando uma oportunidade para o público descobrir diferentes momentos do passado portista e, até mesmo, levar como recordação uma selfie junto à réplica do troféu da Liga Europa da UEFA conquistada pelos Dragões, em 2011.

Local: El Corte Inglés Gaia
Data: Até 10 de junho

Desenhos e Caricaturas de Amadeo de Souza-Cardoso
Uma seleção de desenhos, raramente expostos e que refletem a importância do desenho e, em particular, da caricatura, como processo fundador da identidade artística de Amadeo de Souza-Cardoso.

Local: Casa-Museu Teixeira Lopes/Galerias Diogo de Macedo
Data: Até 17 de julho

Foundtapes Porto 15 Anos de Memórias Magnéticas
Ao longo de 15 anos foram recolhidos dezenas de pedaços de fita magnética de cassete, de várias ruas e recantos da cidade (foundtaping). A exposição é uma primeira manifestação para descobrir o que armazenam essas fitas, essa data em movimento, pequenos pedaços de memória armazenada ao sabor do tempo, que revelam certa memória audio magnética e que também desenham a história e a geografia da cidade.

Local: Casa do Infante
Data: Até 5 de setembro
Hora: De terça a sexta-feira das 10h00 às 17h30 e ao fim de semana das 10h00 às 12h30

Alberto Giacometti – Peter Lindbergh. Capturar o Invisível
Um diálogo íntimo entre a obra de Alberto Giacometti, um dos mais aclamados escultores do séc. XX, e a fotografia de Peter Lindbergh, que desvenda uma notória similitude na forma como representam a realidade.

Local: Museu da Misericórdia do Porto
Data: Até 24 de setembro

Espetáculos

Monólogos da Vagina
Os Monólogos da Vagina são compostos por vários pequenos textos/monólogos. Cada um deles lida com a experiência feminina, abordando assuntos como sexo, prostituição, imagem corporal, amor, violação, menstruação, mutilação genital feminina, masturbação, nascimento, orgasmo, os vários nomes comuns para a vagina ou simplesmente como uma parte física do corpo feminino. Um tema recorrente em toda a peça é a vagina como uma ferramenta de capacitação feminina e a personificação máxima da individualidade.

Local: Coliseu do Porto
Data: 28 e 29 de maio
Hora: 21h00

Espectros
Filho pródigo, Osvald Alving regressa a casa dos pais com uma “infeção”, doença que engendra fantasmagorias. Na sua presença, adensam-se as sombras de um conjunto de “atitudes antiquadas e crenças mortas”, os “espectros” que envenenam o presente e hipotecam as possibilidades de futuro. Circunscritas a um lugar escuro de onde ninguém sai ou entra, as personagens de Espectros (1881), do dramaturgo norueguês Henrik Ibsen, vivem “com medo da luz”, inconformadas com o estrangulamento das suas vidas afetivas, ávidas de um impulso vital que as liberte de uma existência regida pelo conservadorismo e pela omnipresença do dinheiro. “Com Ibsen”, escreveu George Steiner, “a história do teatro começa de novo. Isto basta para fazer dele o mais importante dramaturgo desde Shakespeare e Racine.” O encenador Nuno Cardoso inscreve-o no repertório deste Teatro Nacional, num gesto programático que importa sublinhar. “Que herdamos nós?”, pergunta Helene Alving, mãe de Osvald. Herdamos uma força do passado, tão forte e persistente que continua a ecoar nos nossos “poucos e desalmados” dias.

Local: Teatro Carlos Alberto
Data: De 28 de maio a 6 de junho
Hora: Quarta, quinta e sexta-feira e sábado às 19h00 e domingo às 16h00

Choque – Joseph Losey
Boom! é uma adaptação da peça The Milktrain Doesn’t Stop Here Anymore, de Tennessee Williams, que também escreveu o guião do filme. Depois de algumas peripécias, os protagonistas acabariam por ser Elisabeth Taylor (que no mesmo ano trabalharia de novo com Losey em Cerimónia Secreta) e Richard Burton. Taylor é Flora Goforth, uma milionária impulsiva que vive reclusa numa mansão imponente, numa ilha isolada. Dita à senhora Black a sua biografia, onde fala dos seis maridos já falecidos, e dos amantes. Entretanto, chega à ilha Chris Flanders, poeta nómada, conhecido como o “anjo da morte”, e que diz já ter tido um affair com ela… Retrato sobre o desejo como relação de poder, realçado por um genial trabalho de câmara, Boom! era um dos filmes favoritos do casal Taylor-Burton.

Local: Pequeno Auditório
Data: 1 de junho
Hora: 17h30

Impressões de viagem
Dentro de um caixote de cartão, escondido na casa de campo da família, estão vários exemplares de um livro que me deveria ter sido entregue aos quinze anos. O conflito começa neste encontro: “Porque só agora recebo este livro?”, ou melhor “Porque é que este livro esperou até agora para aparecer?”, “Quem era eu aos quinze anos?”, “Quem era ela quando escreveu o livro?”, “Como medir o tempo, a distância e a velocidade que separam estes quinze anos?”. Anexadas às palavras, as entrelinhas escondem uma pauta sobre tudo aquilo que fica por dizer e que não tem lugar. Os espaços vazios entre as palavras ganham corpo, querem expressar os seus sentimentos, reclamam, fazem vibrar o saxofone. — Eduardo Breda

Local: Biblioteca Popular de Pedro Ivo
Data: De 1 a 13 de junho

Mais Novos

Dia de Festa | Os Nossos Concertos
Depois da Páscoa começa o tempo das festas populares. Um pouco por todo o país as romarias ocupam as praças e os largos das igrejas. Partindo do espólio de instrumentos populares portugueses que existe na Casa da Música, e de todo um cancioneiro, recriaremos um verdadeiro arraial português em celebração da música de raiz mais popular.

Local: Casa da Música
Data: 29 de maio
Hora: 10h00

Brincar com Mozart
Depois do êxito que foi Mini Mozart, continuamos a saga dos irmãos Mozart, Wolfgang e Nannerl, numa viagem musical pelas composições e vivências do génio austríaco. É de forma lúdica e alegre que nos cruzamos com o talento do pequeno prodígio, para que ninguém se esqueça de que a música é uma festa e nos faz sentir melhor.

Local: Casa da Música
Data: 30 de maio
Hora: 10h30 e 15h00

Madagáscar
Junta-te a Alex, o Leão, Marty, a Zebra, Melman, a Girafa, Glória, o hip-hipopótamo e, claro, àqueles hilariantes, conspiradores pinguins! Finalmente chegou a Portugal a aventura musical de uma vida. Baseado no filme de animação da DreamWorks , “Madagáscar, uma Aventura Musical” conta a história de inseparáveis ​​amigos, que escapam de sua casa no zoológico do Central Park, em Nova Iorque, e se deparam com uma viagem inesperada ao mundo insano de Madagáscar.

Local: Coliseu do Porto
Data: 3 de junho
Hora: 16h00

Filmes

Blackbird – A Despedida
Título original: Blackbird
De: Roger Michell
Com: Sam Neill, Susan Sarandon, Kate Winslet
Género: Drama
Classificação: M14
Outros dados: 98 minutos

Lily (Susan Sarandon) e Paul (Sam Neill) convocam os seus filhos adultos para um encontro na casa de praia com a intenção de lhes comunicar uma decisão. O casal planeara um fim de semana de amor com as habituais tradições de família, mas o ambiente começa a ficar tenso quando surgem problemas mal resolvidos entre Lily e as filhas Jennifer (Kate Winslet) e Anna (Mia Wasikowska). Para além das filhas, estão o genro de Lily, a sua amiga de longa data, a companheiro da filha e o neto. Neste derradeiro encontro na casa de praia, e ainda na posse de todas as suas faculdades Lily partilha a sua decisão de pôr fim à sua longa batalha contra a doença.

Cruella

Título original: Cruella
De: Craig Gillespie
Com: Emma Stone, Emma Thompson, Joel Fry
Género: Comédia
Classificação: M12
Outros dados: 135 minutos

A vencedora do Óscar®, Emma Stone é a protagonista de CRUELLA, que se passa em Londres, nos anos 70, a meio da revolução do punk rock e que segue uma jovem vigarista, inteligente e criativa chamada Estella, determinada a fazer vingar o seu nome através das suas roupas. Ela faz amizade com um par de jovens ladrões que apreciam o seu apetite por problemas e, em conjunto, constroem uma vida nas ruas de Londres. Um dia, o talento de Estella para a moda chama a atenção da Baronesa von Hellman, uma lenda da moda devastadoramente chique e assustadoramente elitista, interpretada pela vencedora de dois Óscares®, Emma Thompson. Mas, o seu relacionamento origina uma série de eventos e revelações que farão com que Estella abrace o seu lado perverso e se torne numa estridente, elegante e vingativa Cruella.

Higiene Social

Título original: Higiène Sociale
De: Denis Côté
Com: Larissa Corriveau, Eve Duranceau, Kathleen Fortin
Género: Drama
Classificação: M14
Outros dados: 75 minutos

Antonin é uma espécie de dandy. É hábil com as palavras, e poderia ter sido um escritor famoso, mas em vez disso serve-se delas para escapar dos diversos problemas e alhadas em que se mete. Mantendo a recomendada distância social, ele trava diversas conversas – humoradas e por vezes surreais – com as mulheres da sua vida.

Tesla

Título original: Tesla
De: Michael Almereyda
Com: Ethan Hawke, Eve Hewson, Kyle MacLachlan
Género: Biografia
Classificação: M12
Outros dados: 105 minutos

Nikola Tesla (Ethan Hawke), o enigmático pioneiro da ciência da eletricidade, é um imigrante nascido numa pequena aldeia no que agora é a Croácia. Orgulhoso, genial e socialmente desajustado, Tesla é um funcionário promissor na Thomas Edison’s Machine Works que não consegue interessar Edison (Kyle MacLachlan) no seu revolucionário motor de corrente alternada. O fim da relação de Tesla com Edison inicia uma rivalidade duradoura entre ambos. A procura de fundos de Tesla leva-o a George Westinghouse, outro poderoso nome na indústria que, com sucesso, financia e promove o sistema elétrico inovador de Tesla. Mas o impaciente inventor já está a planear métodos inéditos de transmitir luz, eletricidade e informação sem fios por todo o mundo. Trabalhando num laboratório a céu aberto no Colorado, Tesla transmite raios da terra para o céu e ousa aplicar as suas descobertas a um sistema sem fios global, um projeto de alto risco apoiado por J. P. Morgan.

PUBLICIDADE

PUB
Prémio Literatura Infantil Pingo Doce