PUB
Recheio 2024 Institucional

Reabilitação do Bairro da Pasteleira deverá estar concluída no final de 2022

Reabilitação do Bairro da Pasteleira deverá estar concluída no final de 2022

O concurso público para a execução de obras de Reabilitação e Beneficiação dos Blocos 16 e 23 a 27 do Conjunto de Habitação Social da Pasteleira foi publicado segunda-feira em Diário da República (DR). O valor base do procedimento é de 3,5 milhões de euros.

De acordo com o procedimento publicado em DR, o prazo de execução desta quarta e última fase das obras de reabilitação do Bairro da Pasteleira é de 600 dias. A empreitada – que o vereador da Habitação e Coesão Social, Fernando Paulo, estima que se possa iniciar “entre maio e junho do corrente ano” – estará assim concluída no final de 2022.

Na reunião de Executivo Municipal de segunda-feira, o presidente Rui Moreira reforçou que a reabilitação do Bairro da Pasteleira abrange todos os blocos sem exceção. “O bloco 16, em particular, vai ter uma melhoria muito significativa, porque, pela primeira vez, vai ter um elevador. Esse elevador exige um plano de reabilitação diferente e vai permitir a utilização de um modo suave de acesso a um prédio da Pasteleira que tem mais de 100 frações. E, portanto, é essa a razão pela qual o projeto foi de alguma maneira apresentado mais tardiamente”, explicou o autarca, citado pelo Porto..

João Sendim, administrador da empresa municipal Domus Social, apontou as principais anomalias observadas no bairro: “degradação das coberturas; patologias em fachadas – fissuração e destacamento do reboco; degradação das caixilharias existentes, dos estores exteriores, das pinturas em elementos metálicos e das infraestruturas existentes”.

As intervenções a realizar procuram solucionar essas mesmas anomalias. Assim, as obras de reabilitação e beneficiação abrangem, na generalidade, “coberturas, fachadas, vãos envidraçados, entradas e acessos comuns, infraestruturas hidráulicas, instalações elétricas /ITED, instalações mecânicas e de gás”, especificou João Sendim.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

A empreitada foi dividida em quatro fases. A primeira fase, correspondente à intervenção no Bloco 1, está concluída desde o final do ano passado.

Em curso estão, neste momento, a segunda e terceira fase das obras de reabilitação, relativas ao lote 2 (blocos 2 a 9, 11, 13, 15) e ao lote 3 (blocos 10, 12,14 e 17 a 22), estimando-se a sua conclusão para novembro de 2022.

No total, indica a Câmara do Porto, as obras de reabilitação do Bairro da Pasteleira envolvem um investimento municipal de 11,5 milhões de euros.

Construído em 1960, o Bairro da Pasteleira, situado na União das Freguesias de Lordelo do Ouro e Massarelos, é composto por 606 fogos, distribuídos por 27 blocos, onde moram aproximadamente 1.500 pessoas.. 

Foto: Domus Social

PUBLICIDADE
PUB
PD-Bairro Feliz