CM Matosinhos

Porto quer ter 50 km de ciclovias até ao final do ano

Porto quer ter 50 km de ciclovias até ao final do ano

Há já 15 quilómetros de ciclovias prontos mas o objetivo da Câmara Municipal do Porto é o de chegar aos 50 quilómetros até ao final de 2020, de forma a cumprir o plano de resgate do espaço público anunciado por Rui Moreira em maio.

As ciclovias da cidade do Porto vão passar a estar ligadas em rede, faltando apenas interligar 35 quilómetros. Ou seja, vai ser possível atravessar o Porto de bicicleta de uma ponta à outra, uma operação “relativamente simples, pois basta avançar com marcações e pinturas no pavimento”, referiu a vereadora do Pelouro dos Transportes, Cristina Pimentel, aquando do anúncio do plano de resgate do espaço público.

Também o diretor municipal de Mobilidade e Transportes, Manuel Paulo Teixeira, salientou que “a cadência é muito rápida e o investimento praticamente inócuo, porque as ciclovias já existem. Operacionaliza-se fundamentalmente com sinalização rodoviária e sem obra”, o que já acontece na zona da Boavista, na ciclovia que atravessa a Rua de Gonçalo Sampaio.

Segundo explica o Porto., as intervenções estão já em fase de execução, tendo sido precedidas “de um levantamento do ‘estado da arte’, de modo a aferir, em cada local, qual a solução mais adequada”. O responsável municipal apontou duas possibilidades: ciclovias segregadas do trânsito automóvel, ou ciclovias partilhadas com outros meios de transporte.

Para além das ciclovias, a Câmara do Porto anunciou também a disponibilização de mais 130 lugares para aparcamento de bicicletas em parques vigiados, “que poderão duplicar ou triplicar” à medida das necessidades, acrescenta a vereadora Cristina Pimentel. De referir que existem, atualmente, 72 bicicletários na cidade do Porto, com capacidade para 521 lugares de aparcamento.

“A medida preconiza a aposta do Executivo Municipal na sustentabilidade e também vai ao encontro de uma mobilidade urbana mais verde, que contribua para a descarbonização e para o cumprimento da meta de redução de 50% das emissões de CO2 até 2030, a que a cidade se propôs”, assinala o portal da autarquia.

Foto: Visit Porto

PUB
Pingo Doce Sabe Bem

Viva! no Instagram. Siga-nos.