PUB
Junta da Galiza

Parlamento aprova novo Estado de Emergência

Parlamento aprova novo Estado de Emergência

Depois do Presidente da República ter proposto um novo prolongamento do Estado de Emergência, a vigorar até 30 de abril, o Parlamento deu “luz verde” à sua aprovação. 

Com votos a favor do PS, PSD, CDS, PAN e da deputada não inscrita Cristina Rodrigues o Estado de Emergência foi renovado por mais 15 dias. Trata-se do 15.º diploma do Estado de Emergência em Portugal e tem efeitos a partir das 00h00 de sexta-feira, 16 de abril, cessando às 23h59 do dia 30. 

PCP, PEV, Chega, Iniciativa Liberal e a deputada não inscrita Joacine Katar Moreira votaram contra, enquanto o Bloco de Esquerda absteve-se. 

Após a aprovação do novo Estado de Emergência, e como vem sendo habitual, Marcelo Rebelo de Sousa falou ao país e pediu “mais um esforço” aos portugueses, esperando que este seja o último Estado de Emergência. 

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

“Queria pedir ainda mais um esforço, para tornar impossível o termos de voltar atrás, para que o Estado de Emergência caminha para o fim, para que o desconfinamento possa prosseguir com a segurança de que o calendário das restrições e os confinamentos locais, se necessários, garantam um verão e um outono diferentes”, realçou o Presidente da República. 

Para o chefe de Estado, este é o “começo da ponta final do período mais difícil da vida coletiva desde a Gripe Espanhola, com mais mortes do que a Grande Guerra ou as lutas africanas de há sessenta anos”. 

Este será “um caminho muito trabalhoso”, pelo que é necessário continuar a ter “prudência” de forma a “evitar a subida dos números decisivos”, alertou Marcelo. 

“É altura de pensarmos mais no futuro, com o orgulho legítimo de termos estado e estarmos à altura, como povo, dos grandes desafios” impostos ao país “e de termos estado, e continuarmos a estar, à altura de Portugal”, assinalou ainda. 

Recorde-se que esta quinta-feira, Portugal ficará a saber se poderá ou não avançar para a terceira fase do plano de desconfinamento, prevista arrancar na próxima segunda-feira, 19 de abril. 

PUBLICIDADE
PUB
PD- Revista Sabe bem