CMPorto

Mais de 100 mil árvores vendidas na campanha “Uma árvore pela floresta”

Mais de 100 mil árvores vendidas na campanha “Uma árvore pela floresta”

A campanha promovida pelos CTT e pela Quercus, “Uma árvore pela floresta”, atingiu a venda de mais de 100 mil kits. Um gesto solidário que se converteu em mais de 90 mil árvores autóctones plantadas, em áreas protegidas e zonas classificadas de Portugal, em particular nas zonas mais afetadas pelos incêndios.  

Para a presidente da Quercus, este é um “resultado incrível”, que se torna especialmente fundamental nesta altura, em que o mundo enfrenta simultaneamente uma crise de saúde global, do clima e da biodiversidade.

“A iniciativa «Uma Árvore pela Floresta» é uma ação concreta no sentido certo, na medida em que é solidária, participativa e promove o envolvimento ativo da sociedade civil, do setor privado e da comunidade de negócios na recuperação da nossa floresta autóctone”, assegurou, agradecendo a todos os que deram o seu contributo.

Os kits, Fraxinus angustifolia ou freixo-nacional, são convertidos em árvores e arbustos de espécies autóctones, como o freixo, o sobreiro, a azinheira, o medronheiro e o castanheiro, que serão plantadas em áreas protegidas e zonas classificadas, com a participação dos voluntários que se inscreveram. 

Devido à pandemia, as plantações previstas para a campanha incluirão também as oito mil árvores que não puderam ser plantadas em março de 2020, explicaram os promotores. 

PUB
www.pingodoce.pt/campanhas/sabor-do-mes/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=peixe&utm_campaign=sabordomes