RECHEIO 50 ANOS

Gondomar entregou terrenos com resíduos perigosos à CCDR-N

Gondomar entregou terrenos com resíduos perigosos à CCDR-N

O protocolo entre a Câmara Municipal de Gondomar e a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) para a entrega dos terrenos com cerca de 125 mil toneladas de resíduos perigosos, em São Pedro da Cova, foi assinado na semana passada.

A assinatura do protocolo permite avançar com a segunda fase da remoção dos resíduos perigosos, iniciando-se agora a montagem do estaleiro e a preparação da operação.

A Câmara Municipal de Gondomar prevê que a retirada dos resíduos possa avançar ainda durante o mês de agosto.

De recordar que a aquisição de cerca de 19 hectares por parte da autarquia, através do Pedido de Declaração de Utilidade Pública com Carácter Urgente, representou um investimento superior a 1,7 milhões de euros.

Em julho, a CCDR-N disse à agência Lusa que a segunda fase de remoção dos resíduos perigosos depositados em São Pedro da Cova deverá demorar um ano.

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/sabe-bem-poupar-todos-os-dias/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=27012023-edicao71utm_campaign=sabebem