Sogrape

Gaia: Centro Materno Infantil deverá estar pronto este mês

Gaia: Centro Materno Infantil deverá estar pronto este mês

O Centro Materno Infantil de Gaia não pode receber o primeiro bebé a nascer nas suas instalações no primeiro dia de janeiro, como esperava o presidente do conselho de administração do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho (CHVNG/E), mas a expectativa é que tão solene momento possa acontecer até ao final do presente mês.

Em comunicado, enviado à Agência Lusa, a administração indicou que a unidade em causa deverá estar a funcionar com todas as valências até ao dia 31 de janeiro, altura em que se espera que esteja “aberto na sua totalidade”.

“Entre a ‘primeira pedra’ e a abertura do internamento de pediatria, passaram-se 26 semanas. Projetamos que no período máximo de 34 semanas (final de janeiro) esteja aberto na sua totalidade, com um custo total de 14 milhões de euros”, lê-se.

O atraso na empreitada, acrescenta a mesma nota, deve-se às “dificuldades sentidas mundialmente na entrega de materiais”.

O internamento de pediatria, recorde-se, está aberto desde o passado dia 22 de dezembro e as “restantes valências serão transferidas no início deste ano”.

Entre as valências da nova área materno infantil, destaca-se o serviço de urgência obstétrica e ginecológica, bloco de partos com nove salas individuais, bloco operatório contíguo a esta sala e uma unidade de neonatologia com cuidados intensivos neonatais equipada com 14 boxes e dois quartos de isolamento com pressão negativa.

Além disso, segundo informações do hospital, contará ainda com 16 incubadoras, 10 das quais para cuidados intermédios e seis para intensivos, internamento de ginecologia/obstetrícia e berçário e internamento de pediatria e cirurgia pediátrica.

PUB
www.pingodoce.pt/campanhas/sabor-do-mes/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=carne&utm_campaign=sabordomes