Sogrape

Câmara de Gaia pondera “redimensionar” festejos do São João

Câmara de Gaia pondera “redimensionar” festejos do São João

Na noite de São João, de 23 para 24 de junho, os municípios de Vila Nova de Gaia e do Porto vão voltar a iluminar-se com o tradicional fogo de artifício sobre o rio Douro. Contudo, ainda não se sabe como as duas cidades vão celebrar aquela que é uma das noites mais especiais da região Norte.

De acordo com informações recentemente avançadas por Eduardo Vítor Rodrigues, o município deverá “redimensionar” as festividades do São João de acordo com a evolução da situação pandémica no país. “O que é preciso é adequar as festividades ao que são os números que começamos a ter”, destacou o edil gaiense, em declarações à Renascença.

Em causa poderá estar o acerto de “alguns concertos em espaço público” e, simultaneamente, a redução do “número de eventos que permitam maiores concentrações”.

Sem avançar mais detalhes, o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia apelou ainda à “responsabilidade acrescida” de cada cidadão, sobretudo no que respeita à utilização de máscara.

“Apesar de não ser obrigatório, que as pessoas sintam que é eticamente obrigatório”, reiterou.

No início de maio, recorde-se, Eduardo Vítor Rodrigues já havia alertado que era “necessário evitar as grandes aglomerações” e que, por isso, Vila Nova de Gaia não teria o grande concerto que precedia o foguetório da noitada de São João, por norma realizado no cais de Gaia, mas sim “eventos dispersos”.

PUB
www.pingodoce.pt/campanhas/sabor-do-mes/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=carne&utm_campaign=sabordomes