Philips

Porto e Gaia voltam a receber fogo de artifício na noite de São João

Porto e Gaia voltam a receber fogo de artifício na noite de São João

Com o início do mês de maio e o regresso da Queima das Fitas do Porto, depois de dois anos suspensa devido à situação pandémica, começa a ouvir-se falar nas festividades de São João, interrompidas desde 2019.

Na última quarta-feira, o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia revelou que o município que lidera e o Porto vão voltar a receber, na noite de 23 para 24 de junho, o tradicional fogo de artifício sobre o rio Douro.

“Desta vez é a Câmara do Porto que contratualiza [espetáculo pirotécnico]. Como tem sido hábito, será pago a meias”, adiantou o autarca, satisfeito pelo regresso do espetáculo pirotécnico aos dois municípios.

No que respeita aos espetáculos previstos para a noite e dia de São João, Eduardo Vítor Rodrigues alertou que “é necessário evitar as grandes aglomerações” e que, por isso, Vila Nova de Gaia não terá o grande concerto que precedia o foguetório da noitada de São João, por norma realizado no cais de Gaia.

Sem o grande concerto, o que irá acontecer no concelho são “eventos dispersos”, apontou, em declarações ao Jornal de Notícias, adiantando que serão “criadas zonas de distanciamento” e que existirão “espaços vedados, com gradeamento” e “forças policiais” no terreno.

PUB
www.pingodoce.pt/campanhas/sabor-do-mes/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=carne&utm_campaign=sabordomes