PUB
CMPorto

Assembleia Municipal do Porto cede terreno para habitação acessível

Assembleia Municipal do Porto cede terreno para habitação acessível

A Assembleia Municipal do Porto autorizou, por unanimidade, a cedência de um terreno para a construção de dois lotes habitacionais com 20 fogos cada à Cooperativa de Habitação Económica (CETA). O espaço, localizado na Avenida Francisco Xavier Esteves, na freguesia de Campanhã, visa “retomar a promoção de habitação a custos controlados”.

Justificando a decisão, Filipe Araújo, vice-presidente da Câmara Municipal do Porto, citado pelo portal de notícias da autarquia, afirma que “o setor público nunca conseguirá sozinho resolver o problema da habitação” crendo ser necessário criar “uma relação de confiança com o setor privado, social e cooperativo” e, “para ter confiança, o setor público tem obrigatoriamente de dar o exemplo”, explica.

Acervo da Biblioteca Pública Municipal

Durante a sessão, foi também aprovado o arrendamento de dois armazéns na localidade de Campanhã, para depositar os bens da Biblioteca Pública Municipal enquanto esta é requalificada.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Recorde-se que o processo de transferência está previsto arrancar ainda no primeiro trimestre deste ano e deverá “decorrer ao longo de nove meses”.

As obras de reabilitação do edifício, projeto assinado pelo arquiteto Eduardo Souto Moura, estão previstas iniciar em janeiro de 2024 e vão decorrer durante quatro anos, tendo um orçamento estimado de 17 milhões de euros, permitindo “triplicar a capacidade de depósito” dos bens.

Foto: Guilherme Costa Oliveira

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/uma-pascoa-saborosa-com-a-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=0324-sabebem78&utm_campaign=sabebem