PUB
Recheio 2024 Institucional

“Wings for Life World Run 2015″

“Wings for Life World Run 2015
Mundo volta a correr de olhos postos na cura das lesões da espinal-medula

É o primeiro evento desportivo realizado simultaneamente em todo o mundo em nome de um objetivo comum: ajudar os que sofrem de lesões na espinal-medula. No dia 3 de maio, a cidade do Porto será uma das 35 localidades mundiais a integrar o mapa solidário da “Wings for Life World Run”, que, em 2014, angariou 3,2 milhões de euros, destinados à investigação de uma cura para as referidas lesões. O percurso português mobilizará, este ano, as cidades do Porto, de Matosinhos, Vila Nova de Gaia, Espinho, Murtosa, Ovar e Aveiro. Sob o lema “Correr por aqueles que não podem”, milhares de atletas dos seis continentes vão, assim, dar início ao desafio em condições meteorológicas e de luz muito distintas.

Em Portugal, o arranque está agendado para as 12h00, no Porto, sendo que, na Califórnia (EUA), por exemplo, a partida decorrerá às quatro da madrugada e no Japão às 20h00. Segundo explica a organização do evento, a “’Wings for Life World Run’ representa o primeiro esforço global para apoiar a missão da fundação Wings for Life – encurtando o caminho para encontrar a cura para as lesões da espinal-medula, problema que afeta mais de três milhões de pessoas em todo o mundo”. Neste momento, estão em curso os primeiros ensaios clínicos baseados no estímulo peridural.
wings2De referir que as lesões em causa afetam a mobilidade dos cidadãos e geram diversas complicações de saúde, que acabam por limitar irremediavelmente o seu dia a dia. Os interessados deverão efetuar a sua inscrição na corrida (http://www.wingsforlifeworldrun.com/pt/en/porto/) até ao dia 26 de abril, sendo que o valor do bilhete (25 euros) reverterá integralmente a favor da fundação.

A meta que ‘corre’ atrás dos atletas

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

A dinâmica da prova será processada de uma forma inédita: não existirá a habitual linha de meta. Na “Wings for Life World Run”, os corredores serão perseguidos por um ‘carro meta’, que arrancará 30 minutos depois da partida. “Quando um atleta é apanhado pelo carro significa que a sua corrida terminou, o que irá acontecer até ao ponto em que se encontrem na estrada apenas um homem e uma mulher em todo o mundo”, esclareceu a organização, ressalvando que estarão, assim, encontrados os Campeões Globais do evento, merecedores de uma viagem à volta do globo para duas pessoas. Os Campeões Nacionais serão o último homem e a última mulher alcançados pelo carro meta no percurso português. Neste caso, os vencedores terão a oportunidade de escolher para que cidade querem ir correr no evento de 2016.

wings3Participantes podem alinhar em equipas que superam fronteiras

Entre as novidades desta segunda edição do evento desportivo estão a abertura a pessoas de cadeiras de rodas – que disputarão a prova juntamente com os restantes corredores, “exatamente como tem de ser” – e a possibilidade de correr em equipa. No final, será possível conhecer a formação mais rápida, a que percorreu o maior número de quilómetros e a que conseguiu a melhor média individual. Tal como o próprio desafio desportivo, as equipas também não terão fronteiras, pelo que podem integrar participantes que estejam em diferentes partes do mundo. Entre os embaixadores nacionais da corrida estão, por exemplo, Sara Moreira, Ruben Faria, Tiago Pires e Pedro Fernandes.

Segundo reconheceu o presidente da Federação Portuguesa de Atletismo, Jorge Vieira, a iniciativa é “da máxima importância”. “Por um lado, há a causa social associada ao estudo das lesões vertebro-medulares que todos devemos apoiar e, por outro, o facto de esta corrida apresentar um conceito muito original”, defendeu. O antigo correr de alta competição António Sousa foi o vencedor português da primeira edição, tendo escolhido disputar a prova de 2015 em Takshima, no Japão. A vencedora feminina portuguesa, Maria Santos, correrá em Melbourne, na Austrália.

Texto: Mariana Albuquerque
Fotos: Hugo Silva, Paulo Calisto e Robert Snow (Wings for Life World Run)

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile