PUB
Santander Saúde

Vilar de Mouros regressa a Caminha esta quinta-feira

Vilar de Mouros regressa a Caminha esta quinta-feira
O festival de Vilar de Mouros, em Caminha, marca esta quinta-feira o seu regresso, com um cartaz marcado por nomes que se celebrizaram nas décadas de 1970 e 1980, como Peter Murphy (ex-Bauhaus) e Peter Hook (ex-Joy Division e ex-New Order) ou nomes nacionais como António Zambujo.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

A partir das 19h poderá assistir-se à atuação dos portugueses Manuel Fúria e Os Náufragos, grupo com o ‘single’ “20.000 Naves” a circular em antecipação do novo álbum, seguindo-se o concerto de Peter Hook, antigo membro dos Joy Division e da banda que os sucedeu, os New Order.
A noite prossegue com o projeto português Legendary Tigerman, de Paulo Furtado, a partir das 21h20, antes da entrada em palco dos Happy Mondays, grupo que faz parte do conjunto de artistas que saiu de Manchester, nos anos 1980, para o mundo, ainda com Shaun Ryder à cabeça.
A partir da meia noite de sexta-feira é a vez de Peter Murphy regressar aos palcos nacionais, datando o último álbum do cantor que deu voz a temas como “Bela Lugosi’s Dead”, de 2014, sob o título de “Lion”.
A noite prolonga-se até para lá das 2h05, hora em que António Zambujo vai dar início ao seu concerto, o último do primeiro dia do festival.
De acordo com a organização, o objetivo do evento é devolver a “glória” ao festival de Vilar de Mouros.
Além do palco principal, que implica a compra de bilhete, o evento terá ainda um segundo palco, de acesso gratuito, no recinto inicial do festival, “onde será feita a projeção de filmes”.
O preço diário dos bilhetes custa 25 euros e o passe para os três dias custa 50 euros, com campismo gratuito.

PUBLICIDADE

PUB
Prémio Literatura Infantil Pingo Doce