PUB
Recheio 2024 Profissional

Viana do Castelo pára deslocalização de Águas do Norte

Viana do Castelo pára deslocalização de Águas do Norte
A autarquia de Viana do Castelo aprovou, por unanimidade, uma proposta para travar a eventual deslocalização do serviço local da empresa Águas do Norte.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

No Norte do país foram agregados quatro sistemas multimunicipais de abastecimento de água e saneamento e fundiram-se quatro entidades gestoras, entre elas a Águas do Noroeste, constituindo-se a sociedade Águas do Norte, SA, com sede em Vila Real.
Segundo José Maria Costa, presidente da Câmara de Viana, os serviços daquela sociedade empregam cerca de 26 técnicos e cerca de 80 trabalhadores distribuídos pelo Alto Minho em Estações de Tratamento de Água (ETA).
“Recebi, na semana passada dois quadros da empresa em Viana que me levantaram essa preocupação. Já pedi uma reunião ao presidente da Águas do Norte para abordar esse assunto. Naturalmente que estou solidário com todas as forças políticas contra a deslocalização destes serviços de Viana do Castelo”, afirmou.
“Na minha opinião não há razões objetivas para a deslocalização deste polo em Viana do Castelo e tudo faremos para que ele não saia daqui”, frisou.

PUBLICIDADE

PUB
PD- Revista Sabe bem