PUB
Recheio 2024 Institucional

Via Verde do AVC serviu mais de 3 mil pessoas em 2013

Via Verde do AVC serviu mais de 3 mil pessoas em 2013
Linha específica para casos de AVC, do INEM, já encaminhou mais de 17 mil pessoas desde que foi criada, em 2006.  

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Falta de força nos braços, boca ao lado, fala arrastada, taquicardias. Os sinais de alarme são conhecidos e alertam para um problema que vitima muitos portugueses – o acidente vascular cerebral (AVC). Só no ano passado, os casos de AVC levaram o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) a encaminhar 3.036 doentes para a Via Verde do AVC, criada em 2006 e que, desde então, já atendeu mais de 17.000 pessoas. Os dados, ontem avançados, mostram que Lisboa foi o distrito com maior incidência destes casos (742), seguido de Porto (518), Braga (286) e Setúbal (263). «Na maioria dos casos foi preciso decorrer entre 30 minutos a uma hora e quinze minutos desde o início dos sintomas para que fosse dado o alerta para o 112», afirma o INEM em comunicado. Mas, na maioria das situações (65,3%), os meios de socorro chegaram ao local em menos de 19 minutos. Prevenir é possível, mantendo «hábitos de vida saudáveis», evitando o tabaco e a vida sedentária e praticando exercício físico.

PUBLICIDADE

PUB
Prémio Literatura Infantil Pingo Doce