CMPorto

Veniam garante 20 milhões de euros para expansão mundial

Veniam garante 20 milhões de euros para expansão mundial
A Veniam, startup incubada no Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto (UPTEC), recebeu um investimento de 22 milhões de dólares (cerca de 20 milhões de euros) de um consórcio liderado pela Verizon Ventures, com a participação da Cisco Investments, Orange Digital Ventures e Yamaha Motor Ventures. Com este financiamento de série B, a empresa pretende expandir a sua plataforma tecnológica e, simultaneamente, ampliar a sua estrutura a nível mundial.
A Veniam foi criada em 2012 por João Barros e Susana Sargento, docentes das universidades do Porto e de Aveiro, respetivamente, e está apostada em criar a “internet em movimento” (“internet of moving things”). Distinguida com números prémios e distinções a nível mundial, a tecnologia inovadora proposta pela empresa portuguesa transforma veículos em movimento em nós ativos de internet, proporcionando novas formas de aproveitar frotas comerciais e infraestruturas da cidade para melhorar os serviços e a qualidade de vida. Em 2014 a empresa criou, no Porto, a maior rede veicular do mundo, com a ligação entre mais de 400 autocarros da cidade, permitindo o acesso à rede Wi-Fi a cerca de 60 mil pessoas por mês.
veniam2Para João Barros, fundador e CEO da Veniam, “a convergência dos sistemas urbanos de mobilidade, a Internet of Things (Internet das Coisas), os dados de georreferenciação e, em breve, o veículo autónomo, representa uma disrupção total da forma como transportamos pessoas e bens”. “A Veniam tem muito orgulho em liderar esta convergência com a expansão da cobertura de rede sem fios e serviços de dados para pessoas, veículos e objetos em movimento, dando origem a novas aplicações, fluxos de receitas e modelos de negócio para operadores de telecomunicações e a chamada Indústria 4.0.”, conclui o também Professor Catedrático da Faculdade de Engenharia da U.Porto (FEUP) e diretor do Instituto de Telecomunicações (polo do Porto).
A empresa dispõe atualmente de uma equipa de 40 colaboradores (30 em Portugal, seis nos Estados Unidos e quatro em Singapura), incluindo cerca 28 engenheiros portugueses dos quais 8 doutorados. Com este financiamento de série B, a Veniam pretende ampliar a sua plataforma de alta tecnologia  e expandir os serviços e modelos de negócio associados à criação, gestão e exploração de redes Wi-Fi de veículos por frotas urbanas, portos, aeroportos, fábricas e outros ecossistemas de transporte por todo o mundo. Na agenda da empresa estão cidades como Nova Iorque (Estados Unidos), Barcelona (Espanha), Londres (Inglaterra) e Singapura.
O montante agora atribuído eleva o total de capital de risco investido na Veniam a 27 milhões de dólares (cerca de 24 milhões de euros). Em 2014, a empresa já havia recebido um financiamento de série A de 4,9 milhões de dólares (cerca de 3,9 milhões de euros) de um consórcio que contava também com a participação da True Ventures, Union Square Ventures e da Cane.

(Universidade do Porto){jcomments on}

PUB
www.pingodoce.pt/produtos/take-away/encomendas/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_campaign=encomendasta&utm_term=banner&utm_content=050121-encomendaschef2021

Viva! no Instagram. Siga-nos.