PUB
PD- Revista Sabe bem

Vandalizadas as instalações da Câmara de Comércio Luso-Israel no Porto

Fonte policial informou que se trata do segundo ato de vandalismo ocorrido no período de uma semana contra a instituição.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

As instalações da Câmara de Comércio Luso-Israel no Porto (situadas na Rua do Arquiteto Cassiano Barbosa, na zona do Bessa) foram vandalizadas esta madrugada por um grupo antointitulado “alguns poetas”, em protesto contra “a ocupação da Palestina e o genocídio do seu povo”.
“A intenção era a demolição, mas, como boicotamos a Caterpillar, foi de pedra e tinta na mão”, explicou o grupo, num comunicado enviado à Lusa, defendendo que “qualquer instituição que mantenha relações com o Estado de Israel é cúmplice com a ocupação da Palestina e o genocídio do seu povo”. Fonte da PSP confirmou à Lusa que o espaço foi “vandalizado”, ainda que não se saiba “por quem”. “Alguém arremessou uma garrafa de tinta vermelha a uma janela do escritório, partindo um vidro. A tinta acabou por provocar alguns danos no interior”, esclareceu o agente da PSP, mencionando também que este não é o primeiro ato de vandalismo registado no espaço. Recentemente, “fizeram umas pinturas na fachada do mesmo edifício”, sublinhou.

PUBLICIDADE

PUB
PD-Bairro Feliz