PD - PEIXARIA - MAIO

#umdiavamosdesconfinar – Zoo Santo Inácio

#umdiavamosdesconfinar - Zoo Santo Inácio

Passear a dois é, para nós, maravilhoso, mas a quatro é ainda melhor! Quando queremos colecionar memórias, agarramos nos miúdos e lá vamos nós!

Foi o que fizemos quando em julho de 2019 visitámos o Zoo Santo Inácio. Parece que foi ontem! Volta e meia os miúdos ainda perguntam: “quando o coronavírus acabar podemos lá voltar?”

O dia era dedicado à aventura e diversão e, por isso, por opção, decidimos não levar comida. Almoçamos no restaurante que tem já no interior do recinto e os miúdos adoraram! É sempre uma boa oportunidade para almoçar em família, fora de casa e sem ser num restaurante mais tradicional. Optámos pela esplanada, rodeada de natureza! Sopa, massa e o saudoso Capri Sun fizeram parte da ementa.

Depois, foi tempo de os largar na selva e deixá-los partir à descoberta! O mais novo tinha dois anos e adorou o tigre. “É enorme”, dizia muito admirado. O mais velho, com quatro, ficou fascinado com os macacos, mas o protagonista do dia, para ele, foi mesmo o pinguim. Ainda hoje me pergunta: “mamã, o que comem os pinguins?”

Para o mais novo, que garante ser mais corajoso, a estrela do dia foi mesmo o enorme túnel, com 40 metros de vidro, que “rasga” o habitat dos leões-asiáticos e permite ficar bem perto destes imponentes felinos.

No decorrer da visita, houve ainda tempo para assistir a alguns espetáculos. É uma forma de descansar um pouco (nós, pais, temos dois minutos de sossego) e de prender a atenção das crianças! Eu, que sou Leão de signo, adorei a Savana Africana com girafas, rinocerontes e zebras! Por momentos, viajei até à verdadeira Savana do continente africano. Vale muito a pena!

No final do dia, já me ia arrastando de tão exausta que estava, e eles ainda quiseram ir visitar tarântulas, cobras, crocodilos e afins…Aqui precisei de reforços e tiveram de ir os dois com o pai. Tenho pavor! Só para terem uma ideia, no Reptilário do Zoo Santo Inácio vivem mais de 50 espécies de répteis e anfíbios. Entre elas, a maior cobra do mundo – a piton reticulada – que pode chegar aos 11 metros e exceder os 150 quilos! Deve ser muito fofinha! Até me arrepio só de imaginar…

Enquanto eles se divertiam lá dentro, na companhia destas ricas criaturas, eu aproveitei a pausa para um momento só para mim e fiquei a apreciar o meio envolvente. Garanto-vos: além da beleza natural, no maior e mais verde Zoo do Norte do país, as emoções são grandes!

A animação dura todo o dia que, acreditem, será longo! A viagem leva-nos pelos cinco continentes onde poderemos conviver de perto com mais de 600 animais.

Para nós, não importa a distância. Longe ou perto, o que interessa mesmo é proporcionar a experiência de explorar novos mundos aos nossos filhos, pois acreditamos que pode ser enriquecedor e também muito educativo. Defendem os especialistas que para que o cérebro infantil se possa desenvolver melhor, é importante conhecer novos lugares e fazer atividades novas. São recordações felizes que vão acompanhá-los durante o resto da vida!

Lembrem-se: viajar faz bem e, no final, ficamos todos mais ricos e felizes!

Por: Andreia Abreu
Autora do livro “Os Dias da Maria”

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/sabe-bem-cozinhar-por-tao-pouco/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=052022-sabebem67&utm_campaign=sabebem

Viva! no Instagram. Siga-nos.