CIN - VinylMatt

U.Porto testa comunidade académica antes do regresso ao ensino presencial

U.Porto testa comunidade académica antes do regresso ao ensino presencial

Esta segunda-feira, a Universidade do Porto dá início a um programa de rastreio massivo contra a covid-19 entre estudantes e trabalhadores da instituição. A iniciativa, de carácter voluntário, visa um regresso às aulas presenciais mais seguro.

“Todos os membros da comunidade académica receberão na caixa de correio institucional um email com informações sobre o agendamento do teste de diagnóstico num dos 10 centros de testagem que a U.Porto vai instalar nos diferentes polos da instituição”, lê-se no portal de notícias da instituição. 

O rastreio em causa será executado através da “realização de testes rápidos de antigénio (TRAg) para o SARS-CoV-2, em amostras da nasofaringe obtidas com recurso a zaragatoa”. A comunidade académica conhecerá o resultado do seu teste cerca de 30 minutos depois da sua realização, por e-mail. 

A iniciativa conta com o apoio das escolas das Ciências da Saúde, do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP) e da Cruz Vermelha Portuguesa. 

No que respeita ao regresso da atividade presencial no Ensino Superior, contemplado na terceira fase do plano de desconfinamento anunciado pelo Governo, previsto arrancar já na próxima segunda-feira, 19 de abril, a instituição portuense salientou que deve adotar o “regresso ao sistema misto de aulas presenciais e ensino à distância”. O objetivo é “diminuir a concentração de pessoas no interior das instalações”, completa o comunicado. 

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/diga-ola-ao-verao-com-a-sabe-bem/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=sabebem&utm_campaign=sabebem