PUB
Recheio 2024 Institucional

Tribunal de Gaia começou a julgar alegados autores do incêndio na Conforama

Tribunal de Gaia começou a julgar alegados autores do incêndio na Conforama
Julgamento prossegue no dia 11 de dezembro.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Os três alegados autores do assalto e incêncio que, a 12 de fevereiro, destruiu as instalações da loja de móveis Conforama começaram a ser julgados esta segunda-feira. O julgamento prossegue no próximo dia 11, pelas 09h30, na terceira instância central criminal do Tribunal de Gaia.
Os três cidadãos estão acusados dos crimes de incêndio, explosões e outras condutas especialmente perigosas, furto e furto qualificado na forma tentada. Segundo explicou, em outubro, a acusação, durante o assalto às instalações da Conforama, os arguidos decidiram atear fogo às mesmas, “provavelmente” porque um deles se cortou e sangrou, tendo sido essa a forma encontrada para “impedir a identificação dos vestígios hemáticos”. De recordar que o fogo destruiu todo o edifício comercial, numa área de 12.057 metros quadrados, dividida por três pisos, e consumiu todas as mercadorias e equipamentos.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/uma-pascoa-saborosa-com-a-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=0324-sabebem78&utm_campaign=sabebem