Revista Sabe Bem PD - julho/agosto

Travessia fluvial entre a Afurada e o Cais do Ouro retomada provisoriamente

Travessia fluvial entre a Afurada e o Cais do Ouro retomada provisoriamente

A travessia fluvial entre o Cais da Afurada, em Vila Nova de Gaia, e o Cais do Ouro, no Porto, foi retomada provisoriamente. A embarcação em causa será feita “em regime excecional” até à próxima segunda-feira, 4 de julho, devido aos festejos do São Pedro, e nos dias 15, 16 e 17, período em que decorre o festival Marés Vivas.

O anúncio foi feito pela Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL), numa nota onde revela que a travessia será feita “em articulação com os municípios de Vila Nova de Gaia e do Porto” e que estará “para breve o retomar das negociações a fim de se recuperar a passagem centenária entre as duas margens”.

Durante o período de “maior afluência”, a administração explica que o acesso dos passageiros será “controlado, não podendo permanecer na plataforma mais de dez pessoas em simultâneo”.

Adicionalmente, acrescenta, o acesso à zona de embarque só poderá ser realizado após a saída da plataforma de todos os passageiros que desembarcaram.

A travessia entre a Afurada e o Cais do Ouro vai estar disponível, de 15 em 15 minutos, entre as 09h30 e as 13h00 e as 14h00 e as 21h00. Contudo, nas noites de 2 e 4 de julho o período estende-se, respetivamente, até às 02h00 e 01h00.

Já no fim de semana do festival Marés Vivas, 15, 16 e 17 de julho, vai ser possível atravessar as duas margens do rio até às 04h00, nas duas primeiras noites, e até às 02h00, no dia de encerramento.

Foto: CM Gaia

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/diga-ola-ao-verao-com-a-sabe-bem/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=sabebem&utm_campaign=sabebem