RECHEIO 50 ANOS

Torre dos Clérigos celebra o verão com visitas “fora d’horas”

Torre dos Clérigos celebra o verão com visitas

Até 30 de agosto, vai poder visitar a Torre dos Clérigos “fora d’horas” e assim sentir a magia da cidade do Porto a mais de 75 metros de altura.

O programa de animação “Clérigos by Night” está de volta. Durante o mês de agosto, todos os dias, entre as 19h e as 21h, volta a ser possível subir os 225 degraus da Torre dos Clérigos para usufruir da vista deslumbrante sobre a cidade do Porto, contemplar os seus morros, ruas, praças e monumentos, da Ribeira até à Foz.

Será certamente “uma experiência inesquecível, numa apaixonante paisagem”.

As entradas são realizadas a cada 30 minutos para um limite de 30 pessoas por horário disponível, adianta a Irmandade dos Clérigos.

O conjunto arquitetónico Clérigos, classificado Monumento Nacional desde 1910, é, pela sua Igreja e pela sua Torre, um dos principais pontos de interesse e local de visita obrigatória para todos os que visitam a cidade do Porto.

Fonte oficial revelou que, nos últimos dois meses, o monumento registou 23% de visitas de turistas portugueses, um aumento de quase 100% face ao período homólogo de 2019.

“No ano passado tivemos cerca de 12% de visitantes portugueses [em junho e julho], e este ano o mercado português quase dobrou e tem um peso de 23% nos meses de junho e julho”, avançou à Lusa o diretor executivo da Torre dos Clérigos, António Tavares, recordando que o conjunto arquitetónico retomou as visitas a 30 de maio, após ter interrompido a atividade turística no dia 13 de março transato.

O ex-libris da cidade do Porto acolheu cerca de 45 mil visitantes nos dois meses de retoma em contexto de pandemia de Covid-19, ou seja, ficou a “15% do volume médio de visitantes” face ao mesmo período de 2019, referiu a mesma fonte, citada pelo Observador.

No mês de junho, 90% dos visitantes foram portugueses, maioritariamente famílias.

Já em julho, e com a abertura da fronteira com Espanha, o mercado espanhol lidera o ‘ranking’ das nacionalidades estrangeiras dos visitantes aos Clérigos (30%), seguido dos portugueses (23%), franceses (20%), alemães (10%), italianos (3%), brasileiros, ingleses e holandeses (2%) e belgas (1%).

De referir que a Torre, Museu e Igreja dos Clérigos é detentora do selo ‘Clean and Safe’, promovido pelo Turismo de Portugal, bem como do ‘Safe Travels’, promovido pelo World Travel & Tourism, assegurando assim “o cumprimento integral e escrupuloso” das recomendações da Direção-Geral da Saúde (DGS).

PUB
www.pingodoce.pt/responsabilidade/premio-literatura-infantil/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_campaign=pli