PUB
Recheio 2024 Institucional

TNSJ celebra abril com Noite de Guerra no Museu do Prado

TNSJ celebra abril com Noite de Guerra no Museu do Prado
Em Portugal, o espetáculo foi apresentado pela última vez em 1974.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

O Teatro Nacional São João (TNSJ) vai celebrar o 40.º aniversário da Revolução dos Cravos com a estreia da peça Noite de Guerra no Museu do Prado. Apresentado em Portugal, pela última vez, em 1974 – logo após a Revolução dos Cravos – o espetáculo regressa agora aos palcos, 40 anos volvidos.
O texto do poeta e dramaturgo espanhol Rafael Alberti sobre a Guerra Civil Espanhola tem estreia marcada para o dia 25 de abril, às 21h30.
Encenada por José Peixoto, a Noite de Guerra no Museu do Prado reflete sobre a necessidade de resistência, da vontade da democracia, de igualdade e de liberdade. “É um violento manifesto antifascista, reativado, nos dias de hoje, para afastar os fantasmas de um temido regresso a ‘tempos sombrios’”, esclarece o TNSJ, em comunicado. O Museu do Prado é, neste trabalho, o local escolhido para prestar tributo aos que lutaram pela defesa da cidade de Madrid, cercada em 1936 pelas tropas franquistas. “Enquanto os milicianos republicanos levantam barricadas e tentam colocar a salvo os quadros do museu madrileno, as figuras dos quadros de Goya, Velásquez, Fra Angélico e Ticiano ganham vida e juntam forças com os combatentes, dando corpo e vida a uma aliança da arte ‘erudita’ com o imaginário popular. A peça cruza este episódio central da Guerra Civil Espanhola com a memória da resistência à invasão das tropas francesas, em 1808, que o pintor Francisco Goya registou em tela”, acrescentou. A peça estará em cena até 18 de maio, subindo ao palco de quarta a sábado, às 21h30, e ao domingo, às 16h00.

PUBLICIDADE

PUB
Prémio Literatura Infantil Pingo Doce