PUB
Recheio 2024 Institucional

Terminal Intermodal de Campanhã com estacionamento de baixo custo

Terminal Intermodal de Campanhã com estacionamento de baixo custo

Na noite de segunda-feira, dia 21 de junho, na Biblioteca Municipal Almeida Garrett, no Porto, a Assembleia Municipal aprovou a alteração da tabela de preços e receitas do Código Regulamentar do Município do Porto nos parques de estacionamento.

Deste modo, ficou estipulado as tarifas do parque de estacionamento para veículos ligeiros do Terminal Intermodal de Campanhã (TIC), teria um custo de 30 euros por mês por pessoa.

Rui Moreira, presidente da Câmara do Porto, compareceu na reunião e explica que “o preço que estamos a propor para as pessoas que têm Andante é de 1,20 euros por dia. O parque é 30 euros por mês por pessoa, e no caso das famílias é de 40 euros”.

Sobre os valores que irão ser praticados, o presidente da câmara do Porto defende que é preciso “encontrar um equilíbrio razoável” e que “estamos a discriminar positivamente as pessoas que têm Andante”, o que permite que andem de metro, comboio ou qualquer linha de autocarro, salientou.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

O parque de estacionamento do TIC, com capacidade entre 230 a 240 lugares, pretende reforçar “a estratégia integrada de mobilidade que o município tem vindo a desenvolver”. “O parque de estacionamento permitirá reforçar a utilização do transporte público, através da promoção de produtos combinados de ‘Park & Ride’ entre a utilização do transporte público e o estacionamento de veículos de transporte individuais”, assinala a proposta da vereadora dos Transportes, Cristina Pimentel.

Um outro assunto que foi discutido, na noite de segunda-feira, foi sobre a descarbonização ao que Rui Moreira afirma que “estamos empenhados na descarbonização. Hoje já não é uma opção política, é uma emergência e custa dinheiro, porque se não custasse, não precisávamos de a impulsionar”. E continuou referindo que o Terminal Intermodal iria conseguir retirar cerca de mil autocarros por dia do centro da cidade, reforçando a importância da descarbonização como “uma necessidade imperiosa” e que  . “Os veículos limpos custam mais dinheiro, mas este é um investimento virtuoso em que a Europa tem de se envolver”.

A proposta foi aprovada com os votos favoráveis do grupo municipal independente Rui Moreira: Porto, o Nosso Partido e PS, e abstenção do PSD, CDU, BE e PAN.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/uma-pascoa-saborosa-com-a-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=0324-sabebem78&utm_campaign=sabebem