Philips

Quintas de Leitura: Juntos inventaremos a nova rosa-dos-ventos, Teatro Campo Alegre

Quintas de Leitura: Juntos inventaremos a nova rosa-dos-ventos, Teatro Campo Alegre

Quintas de Leitura: Juntos inventaremos a nova rosa-dos-ventos
17 dezembro, 19h30, Teatro Municipal do Porto – Campo Alegre

Literatura | Com interpretação em Língua Gestual Portuguesa | Live streaming tmp.bol.pt/live
Um recital inspirado num verso de Fernando Alves dos Santos, que reúne alguns dos mais intensos dizedores de poesia da actualidade: Susana Menezes, Teresa Coutinho, António Capelo, Paulo Campos dos Reis e Miguel Pereira Leite (participação especial). Juntos, irão percorrer o caminho libertador da imaginação e do sonho. A abrir a sessão, Afonso Cruz conta histórias e explica porque voam mais alto os pássaros dos poemas. Este momento contará com a cumplicidade de Ana Celeste Ferreira (voz e loop station) e do Ricardo Caló (piano). Entre leituras, a música de Luca Argel (voz e guitarra), poeta e cantautor brasileiro, radicado no Porto há oito anos, que será acompanhado, na percussão, por Carlos César Motta. A fechar a sessão a sonoridade faiscante de Tó Trips, na companhia da sua guitarra makaka – um dos mais arrebatadores projectos da música alternativa portuguesa. A artista plástica Joana Rêgo dá mais cor à liberdade.


1984
18 dezembro, 19h30 | 19 dezembro, 19h, Teatro Municipal do Porto – Campo Alegre

Dança | Em parceria com Companhia Instável
“1984. Mergulhamos num turbilhão. O ego é posto à prova, os instintos primários emergem sorrateiramente do couro duro e bem trabalhado que vestimos para os outros. Talvez um lunático seja apenas uma minoria de um.” Sara Bernardo
Criação Sara Bernardo | interpretação Catarina Feijão, João Almeida, Sara Santervás | coprodução Teatro Municipal do Porto, Companhia Instável | apoio à residência/criação culturDANÇA

Caixa para guardar o vazio
20 a 22 janeiro, 10h30 + 15h [ver com a escola], 23 e 24 janeiro, 11h30 + 15h30 [ver com a família], Teatro Municipal do Porto – Campo Alegre

89º Aniversário Teatro Rivoli
Dança ⁄ Artes Visuais | Entrada gratuita
“Caixa para guardar o vazio” é uma escultura performativa com uma perspetiva pedagógica, criada em 2005 após um convite do Teatro Viriato. Esta caixa é matéria, é forma e é também acontecimento. Constitui-se como lugar para explorar com o corpo, num processo de descoberta individual ou coletivo. Apresenta-se como uma “caixa de madeira fechada” que é ativada pelos corpos de dois bailarinos, que a revelam em diálogo com grupos de crianças através de movimento e voz. O espaço abre-se, dobra-se, desdobra-se e expande-se, criando um clima de comunicação e descoberta que termina com a revelação do interior da escultura, momento em que percebemos que o nosso corpo é também um lugar.
Autoria Fernanda Fragateiro | coreografia Aldara Bizarro | bailarinos Hugo Mendes, Sofia Portugal | colaboração Filipe Meireles | parceiro Abyss & Habidecor | produção executiva Teatro Viriato | coprodução A Oficina, Teatro Aveirense, Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, Teatro Municipal da Guarda, Centro Cultural de Belém | mecenas da reposição BPI | Fundación “la Caixa”, Patinter

Quintas de Leitura: Há palavras acesas como barcos
28 janeiro, 22h, Teatro Municipal do Porto – Campo Alegre

Literatura | Com interpretação em Língua Gestual Portuguesa | Live streaming tmp.bol.pt/live
Um dos poemas mais emblemáticos de Mário Cesariny – You Are Welcome to Elsinore – dá o tom a esta sessão. Há 20 anos que as Quintas de Leitura dão corda à palavra. Movidos por esta realidade marcante, decidimos reunir neste recital o testemunho poético de 20 autores que brilharam e nos emocionaram nas muitas sessões já realizadas. Convocamos, por isso, alguns dos maiores especialistas na arte e na fúria de dizer: Teresa Arcanjo, Diogo Dória e José Anjos. Alex Gozblau dá imagem à sessão, realçando o poder libertador da palavra.
Também sobre este tema, com o brilho habitual, se debruçará o escritor Álvaro Laborinho Lúcio.
A noite ilumina-se com a elegância musical e estética dos Best Youth, uma das mais versáteis e arrebatadoras bandas portuguesas. Catarina Salinas e Ed Rocha Gonçalves pisam de novo um palco onde já foram felizes muitas vezes. E, por fim, no seu tom mais festivo, a sonoridade desarmante do músico e escritor de canções B Fachada. Uma década a questionar convenções no seu próprio tom, no seu próprio tempo, nos seus próprios termos.
“Entre nós e as palavras, o nosso dever falar”: é isso que as Quintas de Leitura têm feito nestes 20 anos de ação poética.

Teatro Municipal Campo Alegre
Rua das Estrelas s/n
4150-762 Porto

PUB
Pingo Doce Encomendas

Viva! no Instagram. Siga-nos.