RECHEIO 50 ANOS

Sugestões 7 Dias

Sugestões 7 Dias

Com uma semana de temperaturas tão elevadas, de certeza que já estava de olhos postos no fim de semana há muito tempo. A VIVA! sabia disso e reuniu, como sempre, várias sugestões do que fazer no Grande Porto…

Aproveite o final de tarde de sábado, dia 16, da melhor forma e vá até aos jardins do Parque de Serralves para assistir ao concerto de Sara Serpa, às 16h e ao de Ricardo Toscano, João Barradas e João Pereira, pelas 18h. Estes concertos acontecem no âmbito da iniciativa «Jazz no Parque», que termina este fim-de-semana.

A assinalar este ano a sua 31ª edição, o «Jazz no Parque» procurou celebrar os valores fundamentais da liberdade, diversidade e criatividade com uma programação alargada. Para isso, foram convidados músicos que são para “um paradigma de visão e independência, artistas que projetam forte a sua própria voz, expandindo as possibilidades da música para gerações futuras”.

Também no sábado, pode ir até Rooftop Flores, para ouvir a autora do blogue «Viaje Comigo», Susana Ribeiro. À sombra das laranjeiras e com os olhos postos na Sé do Porto, as músicas da DJ de serviço serão o passaporte para viajar. O check-in começa às 17h.
Em jeito de convite, Susana Ribeiro, adiante que “vão ser quatro horas de músicas que nos recordam viagens, desde Buena Vista Social Club, que nos leva a Cuba, ou Tinariwen que nos leva ao deserto do Sahara”.

CONCERTOS

Sabugueiros
Inspirado na floresta do Alto Alentejo, este quarteto de músicos viajantes conheceu-se no Marvão, local onde se reuniu para criar e misturar melodias influenciadas por diferentes regiões do mundo. Os Sabugueiros apresentam um concerto interactivo, repleto de energia, humor, histórias e ritmos variados criando um som próprio e sólido como a paisagem serrana do interior. As letras procuram transmitir uma mensagem de esperança e resistência e recordam-nos a necessidade de retornar aos ritmos naturais de outrora num mundo onde cada vez mais é necessário recuperar os valores ancestrais que a mãe terra nos ensinou. Os Sabugueiros são Agostino Aragno (violino e voz, Itália) Juan Abalos (guitarra e voz, Argentina) José Conde (baixo, Portugal) e Andrea Verse (percussão, Itália).
Local: Casa da Música
Data: 15 de julho
Hora: 22h00

Vítor Pereira Quinteto
O guitarrista e compositor Portuense radicado em Londres está de volta ao Porto para apresentar o seu último disco “Jung”. É um álbum inteiramente inspirado pelo trabalho do psicólogo Carl Jung cuja música convida o ouvinte a uma viajem imersiva passando por caminhos ambíguos e sombrios que eventualmente explodem em momentos épicos e luminosos.
Vítor explora uma série de influências e mecanismos variados oriundos da musica clássica, minimal ou do rock progressivo. O resultado é uma musica icônica e orgânica onde estruturas rígidas e contrapontísticas se fundem com momentos abertos de improvisação coletiva.
O seu quinteto Português vai contar alguns dos músicos mais excitantes e proeminentes da cena jazzística nacional.
Local: Casa d’Artes do Bonfim
Data: 16 de julho
Hora: 19h00

Maia Symphonic
O regresso da Orquestra Sinfónica à Maia convida a uma viagem única pela música norte-americana. West Side Story, o musical da Broadway assinado pelo lendário Leonard Bernstein, dá o sinal de partida. As partituras de George Antheil e Aaron Copland revelam o fascínio destes compositores pelos ritmos cubanos, enquanto as páginas de Gershwin se revelam largamente contagiadas por outros géneros populares, do jazz e dos blues ao music hall. Há ainda tempo para um tributo a um dos grandes autores de canções do Great American Songbook, Cole Porter, numa jornada que conclui com um dos temas mais identificáveis e poderosos da história de Hollywood: Star Wars de John Williams. Uma noite preenchida por música inesquecível e que conta com a direcção do maestro titular da Orquestra Sinfónica, o suíço Stefan Blunier.
Local: Praça Doutor José Vieira De Carvalho – Maia
Data: 16 de julho
Hora: 22h00

Elisa Rodrigues
Depois de, em 2020, ter chegado à final do Festival da Canção com “Não Voltes Mais”, música que compôs e interpretou, Elisa Rodrigues regressa com “Amor Perfeito”, primeiro avanço do álbum a ser editado em breve. Um poema da sua autoria, com música em parceria com Feodor Bivol.
Elisa Rodrigues gravou o álbum de estreia, “Heart Mouth Dialogues”, em 2011. Pouco tempo depois foi recrutada para gravar com os britânicos These New Puritans no álbum “Field Of Reeds “ (2013), acabando por integrar a digressão intercontinental do grupo. Deixou a sua impressão digital em palcos internacionais de grande visibilidade como o do Barbican, em Londres, ou do mítico Hollywood Bowl, em Los Angeles.
Local: Coliseu do Porto
Data: 17 de julho
Hora: 18h00

Silva
Quando Silva editou “Ao Vivo em Lisboa” (2020) ficava evidente que aquele era um registo que dava testemunho de um enorme talento da música cantada na nossa língua, mas também da forte relação que existe entre esse talento e o público português. Desde o disco de estreia, “Claridão”, editado em 2012, essa relação não parou de crescer, num amor correspondido por ambas as partes. Há motivos para isso: SILVA assume-se cada vez mais como um dos grandes nomes da nova música brasileira, graças a discos como “Brasileiro” ou ao mais recente “Cinco”.
Local: Hard Club
Data: 17 de julho
Hora: 21h00

Folefest
O Folefest tem um papel crucial na divulgação do acordeão erudito, através de um concurso e de um festival que têm dado a conhecer instrumentistas e repertório de qualidade excepcional. O Concerto de Laureados do Folefest apresenta na Sala 2 os premiados da última edição do concurso, dando mostra da diversidade de formações em que o acordeão participa com um fascinante repertório.
Local: Casa da Música
Data: 19 de julho
Hora: 18h30

Jazz à Mesa – João Pedro Dias e Zé Stark
O trompetista João Pedro Dias e o baterista Zé stark embarcam em duo nesta habitual viagem musical das terças-feiras de Jazz à mesa. Ao abrigo das suas múltiplas inpirações, motivações, rigor musical e conceptual, estes dois jovens músicos da cena jazzística portuense atiram-se aqui de cabeça tronco e membros, ao universo da improvisação e do experimentalismo sónico. Segundo as palavras do próprio João Pedro Dias “…música improvisada, é esse o deal entre mim e o Stark.”
Local: Maus Hábitos
Data: 19 de julho
Hora: 20h00

Robert Glasper
Robert Glasper é o líder de um novo paradigma sonoro, lançando pontes entre diferentes géneros. Já conquistou quatro Grammys e nove nomeações em oito diferentes categorias, além de um Emmy pela canção que escreveu com Common e Karriem Riggins para o aclamado documentário 13th de Ava DuVernay. O álbum seminal Black Radio trouxe novos caminhos para as linguagens cruzadas entre soul, R&B, jazz e hip hop, e foi um raro sucesso tanto comercial como da crítica. Teclista no aclamado To Pimp A Butterfly, de Kendrick Lamar, Glasper tem estabelecido parcerias com artistas lendários como Ledisi, Lupe Fiasco, Kanye West, Jill Scott e Erykah Badu. Mais recentemente lançou Fuck Yo Feelings, o primeiro registo para a Loma Vista Records, juntando nomes como YBN Cordae, Herbie Hancock e Yebba –nomeado para um Grammy em 2021. Em 2020, editou “Better Than Imagined” (Grammy para melhor canção R&B em 2021), a primeira amostra do novo álbum Black Radio 3, editado já este ano. Ao lado de H.E.R e Meshell Ndegeocello, este tema sublinha o papel de Glasper como artista que defende a música negra, as comunidades negras e a possibilidade de um melhor futuro.
Local: Casa da Música
Data: 19 de julho
Hora: 21h00

John Pizzarelli
John Pizzarelli presta homenagem a Nat King’ Cole, uma das estrelas de jazz mais amadas do século XX. O guitarrista e vocalista regressa a Portugal para apresentar For Centennial Reasons, o seu terceiro tributo ao lendário músico cujos temas intemporais chegaram ao topo das tabelas pop (“pop” que na época era frequentemente sinónimo de “jazz”), mais de cem vezes durante a sua vida, permanecendo entre as músicas mais reconhecíveis do grande cancioneiro norte-americano.
Local: Casa da Música
Data: 20 de julho
Hora: 21h30

Os Amantes
Fundados em 2016, a convite do Festival Se Rasgum, Os Amantes têm feito leituras diferentes e entusiasmantes de estilos e facetas da pop, sempre com o amor no centro das letras. Em palco, Jaloo (vocal), Leo Chermont (guitarra) e Arthur Kunz (bateria e programação) são embaixadores vibrantes da música que hoje se faz na Amazónia. O mesmo se pode dizer de Lucas Estrela, um jovem guitarrista que nos seus álbuns, instrumentais, transmite a experiência de viver em Belém, uma das principais cidades da Amazónia brasileira. Já os Strobo são formados por dois d’Os Amantes, os músicos e produtores Leo Chermont e Arthur Kunz, que transportam as sonoridades amazónicas para um caldeirão instrumental onde vários géneros musicais se reprocessam e traduzem em música de dança.
Local: Casa da Música
Data: 21 de julho
Hora: 22h00

EXPOSIÇÕES

P22
A exposição P22, que acontece no Centro Português de Fotografia, surge no contexto da RAVE (a mostra anual de finalistas das diversas licenciaturas da ESMAD/P. PORTO), que apresenta uma seleção de trabalhos de estudantes que realizaram projetos autorais na área da Fotografia.
Os fotógrafos representados, finalistas das licenciaturas em Fotografia e Tecnologia da Comunicação Audiovisual, são: Bruno Fernandes, Carolina Mendes, Eduardo Ferreira, Isabel Leal, Maria João Soares, Sara Matos Cruz, Susana Costa, Vitor Azevedo, Vítor Silva.
Local: Centro Português de Fotografia
Data: Até 13 de novembro

ESPETÁCULOS

O Amor é tão simples
Depois de uma temporada de sucesso em Lisboa, com várias apresentações lotadas, O Amor é Tão Simples, a comédia encenada e protagonizada por Diogo Infante, chega ao Porto para 4 apresentações únicas no Coliseu Porto Ageas.
No original Present Laughter, esta comédia, escrita em 1939, celebra o lendário espírito livre do dramaturgo Noël Coward. Amplamente considerada como a peça mais autobiográfica do autor, teve a sua estreia em 1942, interpretada pelo próprio. Peter O’Toole, Douglas Fairbanks Jr., Frank Langella e mais recentemente, Andrew Scott, em Inglaterra, e Kevin Kline, nos EUA, são alguns dos atores que vestiram a pele do famoso Garry Essendine em produções no Reino Unido e no outro lado do Atlântico.
Local: Coliseu do Porto
Data: 14, 15 e 16 de julho
Hora: 21h00 (hora da estreia)

Rottweiler
Rottweiler é o nome de guerra de Antonio Bermudez. Jaime Reverter é o apresentador de Luzes e Sombras, programa “duro e real”, que não “mascara os factos”. Um estúdio de televisão, uma entrevista em direto, um desfecho tingido pelas cores da tragédia. Rottweiler propõe-se refletir sobre o recurso à violência de pessoas que militam em movimentos de extrema-direita e sobre a manipulação informativa de determinados programas televisivos. Há algo de premonitório nesta peça do dramaturgo espanhol Guillermo Heras escrita em 2006, numa altura em que as fake news e a “pós-verdade” ainda não tinham adquirido a centralidade que têm hoje. O encenador Ricardo Simões propõe-nos um jogo cénico que questiona o modo como as mentiras são embrulhadas e difundidas em papel de verdade. “Em que podemos acreditar quando ouvimos, lemos ou vemos uma notícia?”, pergunta esta produção do Teatro do Noroeste – Centro Dramático de Viana. O que é a verdade? O que é a violência?
Local: Teatro Carlos Alberto
Data: 14, 15 e 16 de julho
Hora: 19h00

Segunda 2
Segunda 2 (2021) reenvia-nos para Sábado 2, a coreografia inaugural da Companhia Paulo Ribeiro, estreada em 1995. Separadas por 26 anos, há nelas uma ideia que as coloca em relação: o recomeço de um novo ciclo de trabalho. Segunda 2 não quer rememorar o passado nem tão-pouco refletir sobre o futuro. O que a move é um desejo de inscrição na urgência do presente. Como se afirmasse: “Estamos aqui para dançar. Amanhã logo se vê.” Em tempos de confinamento, ela sinaliza a euforia do regresso à criação coreográfica, tendo como ponto de partida a ideia de falha. Mas não temamos os paradoxos: a falha é aqui um “atiçador de energia e de emoção”, é risco e ação. Seis intérpretes com formações diversas – dança clássica e contemporânea, danças de rua e novo circo – investem Segunda 2 de uma fisicalidade multiforme. É na companhia destes corpos que Paulo Ribeiro avança, sem olhar para trás. “Vamos ser singulares e coletivos. Vamos reencontrar a festa. Vamos continuar a dançar.”
Local: Teatro São João
Data: 16 e 17 de julho
Hora: 19h00; 16h00

O Lago dos Cisnes – Ukrainian Classical Ballet
Uma cativante história de amor (um príncipe, uma bela jovem transformada num cisne pelo feitiço de um bruxo, um engano mortal…), o virtuoso papel duplo de Odette/Odile, a força da música de Tchaikovsky e um dos maiores pas de deux do repertório do ballet, convertem O Lago dos Cisnes numa experiência única.
Um ambiente romântico, uma coreografia esplêndida e uma história de amor condenado inesquecível combinam-se para fazer do Lago dos Cisnes um verdadeiro espetáculo de ballet clássico aclamado pelo público em todo o mundo.
Com mais de 30 bailarinos em cena, esta sumptuosa produção do Ukrainian Classical Ballet capta toda a beleza e drama do ballet romântico autêntico, um clássico intemporal que atrai qualquer geração.
Local: Coliseu do Porto
Data: 18 de julho
Hora: 21h30

MAIS NOVOS

Atelier de Ciência
Depois de um dia de calor e de muita brincadeira como são todos os dias no verão, sabe bem tomar um banho relaxante. Para que possas desfrutar da tua banheira como se estivesses num spa, os “Dominguinhos” do MAR Shopping Matosinhos propõem-te um atelier de ciência onde farás os teus sais para o banho. No domingo vais vestir a bata de cientista por umas horas, misturando os ingredientes e mexendo bem para que a fórmula resulte. No final, e se fores bem sucedido, terás os teus sais de relaxamento… Que cheirinho! Vamos para o banho?
Local: MAR Shopping Matosinhos
Data: 17 de julho
Hora: Das 11h00 às 12h30

Música no Jardim do Morro
A iniciativa «Música no Jardim do Morro» está de volta a este emblemático espaço de Vila Nova de Gaia. Os concertos, de entrada livre, irão decorrer sempre ao fim de semana. Este fim de semana atua o grupo “Pequeno David e os Sem Soninho” com músicas animadas para jovens que gostam de se divertir e para adultos que gostam de se sentir como os jovens.
Local: Jardim do Morro
Data: 17 de julho
Hora: 16h00

MAR de Bolas
Este ano, uma piscina com mais de 100 mil bolas de todas as cores dão mais diversão ao teu verão! “Estende a toalha” no Atrium do MAR Shopping Matosinhos (piso 0) e prepara-te para mergulhos cheios de estilo. O espaço MAR de Bolas será a loucura de um verão que se prevê escaldante. Fica então à sombra do coqueiro na nossa companhia!
A Big Pool, destinada a crianças dos 5 aos 12 anos, conta com uma linda carrinha Pão de Forma com escorregas, parede de escalada, com boias e bolas de praia. Estão, pois, reunidas as condições para os melhores mergulhos.
Para os mais pequeninos, com idades entre os 3 e os 4 anos, existe uma Baby pool, também com boias e bolas de praia, para completar um quadro de pleno verão!
Garantidas estão as gargalhadas, mas também a estimulação de atividades motoras como escalada, equilíbrio, coordenação e força de movimentos e de sociabilização. Tudo isto, num ambiente criativo e seguro.
Local: MAR Shopping Matosinhos
Data: Até 24 de julho
Hora: Segunda a sexta-feira, das 14h00 e às 21h00; aos fins de semana das 11h00 às 13h00 e das 15h00 às 22h00

OUTROS EVENTOS

Apresentação do livro de Castro Guedes, diretor artístico da Seiva Trupe, “Textos de Teatro Para Cena II”. Esta apresentação que vai contar com Helena Simões, crítica de Teatro e esposa do falecido escritor, realizador e encenador Jorge Listopad, a quem o Livro é dedicado. Listopad foi um dos mentores do autor deste livro.
Castro Guedes conta com quase 50 anos de uma vida dedicada ao Teatro, e desde 2019 que assume a Direção Artística de uma das mais conceituadas Companhias Teatrais portuguesas. Em 2021 Castro Guedes foi agraciado com a Medalha de Mérito Cultural da Sociedade Portuguesa de Autores.
Local: Forum da Fnac Norte-Shopping
Data: 15 de julho
Hora: 18h30

FILMES

2 Duros de Roer
Título Original: 2 Duros de Roer
De: Victor Santos
Com: Fernando Rocha, João Seabra, Mafalda Luís de Castro
Género: Comédia
Classificação: M16
Outros dados: 80 minutos
Manuel Venâncio, um típico polícia do Porto, pede transferência para a capital e vê-se emparelhado com José Sobreiro, um polícia de Lisboa folião, mais adepto de se dar com os bandidos do que prendê-los. Acompanhados poor uma misteriosa estudante estrangeira de nome Murphy a filmar os acontecimentos para a sua tese de mestrado, os três irão viver um dia louco, conhecer as personagens mais caricatas e desmascarar uma operação de tráfico de droga com consequências desastrosas não só para a cidade, mas para todo o mundo!

Alcarràs
Título Original: Alcarràs
De: Carla Simón
Com: Jordi Pujol Dolcet, Anna Otin, Xènia Roset
Género: Drama
Classificação: M12
Outros dados: 120 minutos
Há já três gerações que a família Solé sobrevive do cultivo de pessegueiros na pequena cidade de Alcarràs (Catalunha, Espanha). As suas vidas, até aí pacatas, mudam quando recebem uma notificação do senhorio que lhes dá até ao final do Verão para abandonar a terra. O proprietário dos terrenos tenciona arrancar todas as árvores para que ali possa ser feita a instalação de painéis solares. Essa notícia vai abalar todos os elementos da família que, apesar de muito unidos, têm formas diferentes de abordar o futuro ou de encontrar novas formas de sustento. Essa insegurança, vai dar origem a desavenças difíceis de gerir.

The Gray Man – O Agente Oculto
Título Original: The Gray Man
De: Anthony Russo, Joe Russo
Com: Ryan Gosling, Chris Evans, Ana de Armas
Género: Ação
Classificação: Pendente
Outros dados: 122 minutos
A história do ex-agente da CIA Court Gentry (Ryan Gosling), também conhecido como Sierra Six. Tirado de uma penitenciária federal e recrutado pelo seu mentor, Donald Fitzroy (Billy Bob Thornton), Gentry tinha como função espalhar a morte com o aval da agência norte-americana. Porém, num volte-face do destino, Six tornou-se agora o alvo, perseguido pelo mundo fora por Lloyd Hansen (Chris Evans), um antigo colega da CIA que não olha a meios para o neutralizar. Felizmente, Six conta com a ajuda preciosa da agente Dani Miranda (Ana de Armas).

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/sabe-bem-poupar-todos-os-dias/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=27012023-edicao71utm_campaign=sabebem