PUB
Recheio 2024 Institucional

Sugestões 7 Dias

Sugestões 7 Dias

Dos concertos e espetáculos, às exposições e eventos de poesia, sem esquecer os mais pequenos, as sugestões de cultura e entretenimento da VIVA! chegam para que possa aproveitar os próximos 7 dias da melhor forma.

Além destas, destaque para o regresso da banda escocesa The Waterboys aos palcos portuenses. Responsável pelos êxitos intemporais “The Whole of the Moon” (1985) e “Fisherman’s Blues” (1988), o grupo promete levar o público numa “mítica e carismática” viagem repleta de “ritmo e melodias nostálgicas”, a ter lugar no Coliseu do Porto, no dia 10 de março, às 21h30.

Já no dia 16 de março, pelas 20h30, no mesmo local, a viagem ao passado continua, desta vez até à década de 60. “Era 1969, O Musical”, transporta os espectadores pelas músicas das principais bandas que atuaram no lendário Woodstock. O evento conta com a participação especial de Dan McGuiness, atual vocalista dos Creedence Clearwater Revisited, e reviverá cinco dos principais concertos do festival: Janis Joplin, Jimi Hendrix, Creedence, The Who e Joe Cocker, “interpretados por cantores de diversas nacionalidades”.

Recorde-se que pode, também, consultar a nossa Agenda Cultura, onde encontra a programação mais alargada das principais salas do Grande Porto.

CONCERTOS

Electric Totems
Um duo de homens orquestra, onde a mecânica e a electroacústica são combinadas com instrumentos convencionais expandidos e invenções estrambólicas. Por trás da construção e operação destes totems imaginários estão Pierre Bastien e Dr.Truna.
Local: Associação de Moradores da Bouça
Data: 10 de março
Hora: 19h30

Bruna Costa
A noite começa com a atuação da Bruna que preparou umas horas de muita e boa música para te receber. Aparece por cá e aproveita para provares todas as nossas cervejas artesanais!
Local: CastleRock Pub & Hotel
Data: 10 de março
Hora: 22h30

Desconectados
Pedro Vidal, guitarrista e diretor musical de Jorge Palma, parceiro de estúdio e palco dos Wraygunn, guitarrista e companheiro de discos e digressões durante oito anos dos Blind Zero, faz-se acompanhar por músicos de excelência, Eurico Amorim nas teclas, Miguel Barros no baixo e Bruno Oliveira na bateria.
“Liberdade Incondicional” viaja entre a energia elétrica das guitarras e ritmos intensos liderados por vozes rasgadas ou apenas melodias vocais acompanhadas por um só piano. É um disco de canções abraçadas pela língua portuguesa e transportadas pela energia do rock, seja na sua vertente mais enérgica, seja em momentos de pura contemplação. O génio musical de Pedro Vidal espelhado num disco seu, brindado com algum do melhor talento nacional.
Local: Barracuda – Clube de Roque
Data: 10 de março
Hora: 23h00

Esfanes
O resultado musical das ideias propostas pelos diversos elementos do grupo. Depois de um vasto período de tempo juntos a pensar e trabalhar música em diferentes contextos, juntaram-se finalmente numa residência artística fria e isolada onde desenvolveram a música uns dos outros e de uns para os outros.
Sem nunca comprometer a liberdade de cada um, procuram um som coletivo simultaneamente vertebrado e invertebrado e, entre todos, um ponto comum de onde a música se possa desenrolar de forma honesta.
Local: Porta-Jazz
Data: 11 de março
Hora: 19h00

Paolo Cantù
Tendo por base as suas experiências passadas e actuais, que incluem projectos como Tasaday, A Short Apnea, Uncode Duello, Makhno, bandas sonoras de filmes e muito mais, Paolo Cantù extrai elementos e sons de todas essas vivências misturando temas compostos e improvisação para embarcar numa viagem ao passado com a mente projectada no futuro, usando guitarra, clarinete, trompete, sintetizador, loops e electrónica.
Local: Espaço Compasso
Data: 11 de março
Hora: 20h00

Jorge Aragão
Com sua banda, Jorge Aragão já se acostumou a apresentações com públicos de milhares de pessoas, mas ele passeia muito bem também num ambiente intimista – característica que faz desse compositor e cantor um dos mais requisitados nas cidades brasileiras e do exterior. Suas turnês anuais têm parada certa na Europa, África e EUA. Venha preparado para sambar muito e se emocionar com grandes canções!
Local: Hard Club
Data: 11 de março
Hora: 21h00

Joana Nunes
Dos bares para os palcos, garanta já o seu lugar num espetáculo único! Uma viagem pelas raízes do rock, com a concorrente do All Together Now que fez o júri saltar da cadeira!
Local: Auditório Francisco de Assis
Data: 11 de março
Hora: 21h30

Pale Blue Eyes
A banda inglesa de guitar pop britânico com reminiscências de Cure e DIIV, traz consigo o álbum de estreia ‘Souvenirs’, apresentada, em estreia nacional, por Suspeitos by Mr November. Na primeira parte, Summer of Hate.
Local: M.Ou.Co
Data: 12 de março
Hora: 21h00

Margarida e Tomás
Diretamente do palco do The Voice Portugal para o castelo mais famoso do Porto, esta dupla vem atuar para ti e mostrar que, mesmo sendo domingo, há sempre espaço para boa música.
Local: CastleRock Pub & Hotel
Data: 12 de março
Hora: 21h30

Haken + Between The Buried And Me + Cryptodira
Convenhamos, o rótulo “metal progressivo” pode significar uma série de coisas diferentes. Para alguns músicos, descreve uma abordagem à composição que se concentra naquilo que pode ser feito com tecnicidade, levando a conceito de canção muito além do que se ouve habitualmente. Solos de guitarra angulares, bateria intrincada e padrões fora de ritmo criam uma sonoridade que é infinitamente emocionante de ouvir e tentar decifrar sem fazer equações matemáticas mas, no seu âmago, o adjetivo “progressivo” deve significar algo que impulsione o género além de clichés, de convenções e dos níveis de composição média. Os Haken e os Between The Buried And Me são dois dos mais brilhantes exemplos de músicos que, apostados em não se vergarem às regras, têm conseguido fazer progredir largamente a tendência e, no início do próximo ano, vão fazer o gáudio dos fãs ao juntar-se na Island in Limbo Tour. A primeira parte dos espetáculos será assegurada pelos norte-americanos Cryptodira.
Local: Hard Club
Data: 13 de março
Hora: 20h00

Pile
Depois de um concerto memorável no Primavera Sound, a banda americana de indie rock regressa à invicta.
Tal como os instintos típicos da infância, a força-motriz por detrás da criação dos Pile advém das coisas mais básicas da vida: experimentar, testar, divertir e ir em busca do desconhecido.
Eis o segredo para um trilho que culmina em “All Fiction”, o oitavo disco da “banda favorita da tua banda favorita” e que nos visita ao Porto num concerto tão robusto quão imaginativo.
Local: Maus Hábitos – Espaço de Intervenção Cultural
Data: 15 de março
Hora: 21h00

Royal Bermuda
Provenientes de Oeiras, são fruto de uma amizade entre dois amigos de longa data, que partilham a paixão pela Música, a Boémia e a Guitarra.
Ambicionam criar algo novo que julgam fazer falta ao panorama, não se adivinhando fácil a tarefa de classificar em género a música a que chamam “Exótica Saudade”, embutida em SEMPITERNA, aguardado disco de estreia com que se fazem à estrada em 2023.
Local: Maus Hábitos – Espaço de Intervenção Cultural
Data: 16 de março
Hora: 21h30

EXPOSIÇÕES

Mescla
Rita Guedes, nasceu no Porto, atualmente usa o pseudónimo Rita Fugaz e apresenta um trabalho marcado pela linha e pelos tons azuis e verdes. A maior característica da sua arte pousa na criação de diferentes projetos de pintura aliados ao texto. Estas propostas têm servido para comunicar a sua visão sobre assuntos relacionados com o ser e com a natureza.
Propostas de diversas dimensões e conceitos são apresentados em conjunto: a pintura de um modo mais conceptual e espiritual e a ilustração, em forma de pintura, de uma forma mais prática e funcional. Todos os projetos são pensados e criados em momentos diferentes, fazem todos parte da mesma artista, mas existem e coexistem de forma independente. Pela primeira vez, acontecem no mesmo espaço e giram em torno de uma conversa de conhecimento e tentativa de ligação através de um fio que os guia e funde. Nesta exposição vamos encontrar três projetos de forma mais evidente: “Ser” (2021); “Leaves in Brasil” (2022); “Coleção Indiana” (2017-2022). Para além destes, também vemos ilustrações de cogumelos, alguns prints do projeto “Estou a Ler um livro em Branco” e pensamentos sobre a água como forma de identificação do ser humano.
Local: Gallery Hostel
Data: até 16 de março

Conservar Cultura: O Escultor Henrique Moreira
A Exposição, que celebra os 55 anos da atribuição da Medalha de Ouro da cidade do Porto a Henrique Moreira (1890-1979), é aberta por uma Mesa-redonda que irá debater a vida e a obra do escultor, que tem entre as suas obras mais emblemáticas as esculturas da fachada da Câmara Municipal do Porto e do Teatro Rivoli, a Águia Imperial do Mc Donalds nos Aliados ou o “Salva Vidas” junto à Praia do Molhe.
Local: Biblioteca da Universidade Portucalense
Data: até 24 de março

“Entre Raízes e as Origens” de Eduardo de Andrade
Esta exposição realiza-se no âmbito do projeto “O Meu País no Teu”, cofinanciado pelo FAMI – Fundo Asilo, Migração e Integração e pretende dar a conhecer criações artísticas e a cultura de nacionais de países terceiros a residirem em Portugal, como forma de promoção da convivência ao nível local e a sensibilização e promoção da cultura dos países de origem.
Local: Casa do Mundo – Porto Intercultural
Data: até 25 de março

“Quem conta um conto…”
“Quem conta um conto acrescenta um ponto” é um ditado popular que se utiliza para indicar que cada pessoa relata um mesmo acontecimento ou facto acrescentando pormenores da sua autoria. “Contar contos” é uma das expressões que melhor definem o trabalho da artista Paula Rego (Lisboa, 1935 – Londres, 2022); “acrescentar pontos” – no fundo aquilo que fazem todos os leitores e espectadores –, é a expressão que define com maior precisão os visitantes de exposições.
Local: Museu de Serralves
Data: até 16 de abril

Isolino Vaz – Um traço inconfundível
Inserida nas comemorações do Centenário do Mestre Isolino Vaz (1922-1992), numa iniciativa conjunta do Município de Vila Nova de Gaia e da Associação Cultural Amigos de Gaia, com curadoria de José Silva e co-curadoria de Sérgio Vaz, esta exposição inclui pinturas a óleo, retratos em vários suportes, desenhos, os estudos para os vitrais da igreja do Monte da Virgem, ilustração, esculturas, medalhas e fotografias.
Local: Biblioteca Pública Municipal de Gaia
Data: até 22 de abril

Blanco – fotografias de Ramón Siscart
“O branco envolve os objetos e o simbolismo neles encerrado. Composições metafóricas, combinações impossíveis, surpresas visuais transmitem ao espectador um jogo enigmático de imagens que relatam as histórias do autor, construídas a partir de momentos e situações íntimas. Um branco que envolve a conceptualidade do quotidiano.”
Local: Centro Português de Fotografia
Data: até 30 de abril

Eira
Um projeto de fotografia e investigação de Nelson Miranda e com curadoria de Pablo Berástegui.
Local: Centro Português de Fotografia
Data: até 30 de abril

ESPETÁCULOS

O Que Eles Falam Delas
“O que eles falam delas” é uma comédia stand-up muito atual, da autoria de Marco
Pedrosa, uma reflexão sobre as mulheres, os novos géneros, as mães, passando também
pelas princesas e pelas amigas…
Local: Auditório Municipal de Gaia
Data: 10 de março
Hora: 21h30

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Amor e Redes Sociais
Esta comédia aborda um tema fraturante da sociedade moderna em que todos nos
revemos. Ciúme, intriga, raiva, confiança, desconfiança e falhas de comunicação são aqui
agilmente abordados, sempre num tom humorístico que oscila entre o nonsense e o
humor negro.
Local: Auditório Municipal de Gaia
Data: 11 de março
Hora: 21h30

Uma Ideia de Justiça
O que é a justiça? E a injustiça? Uma Ideia de Justiça, de Joana Providência, com texto de Isabel Minhós Martins, é um espetáculo que traz estas perguntas literalmente para cima da mesa, uma mesa onde se tenta construir uma noção de justiça. À sua volta, há cadeiras especiais para sentar toda a gente: os que têm pernas compridas, os que não conseguem estar quietos, os que vêm sempre e os que não costumam ser convidados. Sobre ela, vários adereços: por exemplo, uma travessa cheia de fruta. Quem tem mais fome? Quem ainda não comeu? Quem tem direito a esta fruta? Levantam-se interrogações parecidas quando são direitos, deveres ou liberdades o que está em cima da mesa. Ao abordar questões como a diversidade, a escolha, a igualdade e a liberdade, o espetáculo quer ser uma ferramenta de construção de justiça. E responder à interpelação de Sophia de Mello Breyner: “Aquele que vê o espantoso esplendor do mundo é logicamente levado a ver o espantoso sofrimento do mundo.”
Local: Teatro Carlos Alberto
Data: até 11 de março
Hora: 15h00; 19h00

Renato Albani – Assim Caminha a Humanidade
Renato Albani, em seu quarto show solo, “Assim caminha a humanidade”, relata os anos 1990/2000 e utiliza suas referências com programas de TV, desenhos animados, amigos, histórias da infância e relacionamento familiar entre pais e filhos.
Local: Teatro Sá da Bandeira
Data: 16 de março
Hora: 21h00

A Estudante e o Sr. Henrique
O Sr. Henrique é um septuagenário mal-humorado que vive sozinho no seu apartamento em Lisboa. Paulo, seu único filho, preocupado com o isolamento do pai, convence-o a alugar um quarto a uma estudante. Constança é bela, de recursos escassos e está completamente perdida. O Sr. Henrique vai usá-la para pôr em prática um estranho plano que acabará por provocar o caos no seio da família. Uma comédia enternecedora sobre a fragilidade dos laços familiares, a bagagem que carregamos e os compromissos que fazemos com a nossa consciência para lidar com a distância que separa os nossos sonhos da vida que vai acontecendo.
Local: Teatro Sá da Bandeira
Data: até 26 de março
Hora: 21h00; 16h00

As Bruxas de Salém
“As Bruxas de Salém foi um ato de desespero.” Palavras do dramaturgo Arthur Miller sobre a génese desta peça, baseada em factos históricos. Em 1692, na pequena comunidade americana de Salém, mulheres e homens são perseguidos e julgados por bruxaria. O rumor e a mentira incandescem e ninguém parece a salvo da acusação ou da vingança. Estreada em 1953, As Bruxas de Salém foi pensada como um paralelo às trevas do macarthismo que corroíam o coração da América, consumida pela febre anticomunista, que também vitimou Miller. Do seu epicentro – um fascínio primevo pela paranoia, que sacrifica indivíduos na sua fúria coletiva – ressoam hoje múltiplos ecos. É com ela que Nuno Cardoso prossegue a inquirição dos alicerces da vida em comunidade, num outro ensaio sobre a cegueira do homem social. De novo Miller: “Por debaixo das questões sobre justiça, a peça desenterra um caldo letal de sexualidade ilícita, medo do sobrenatural e manipulação política.”
Local: Teatro São João
Data: de 16 de março a 2 de abril

MAIS NOVOS

Ler antes de ler – Bichinhos que contam
Com periodicidade mensal, Ler antes de Ler é um programa educativo dirigido a bebés dos 18 aos 36 meses, dinamizado por Cândida da Luz. As sessões são constituídas por contos sensoriais, com elementos visuais e sonoros, e o acompanhamento de instrumentos musicais, canções, cantos de embalar.
Local: Biblioteca Municipal Almeida Garrett
Data: 11 de março
Hora: 11h00 e 15h00

Atelier de costura – Monstro de almofadas
Para comemorar o Dia Mundial do Sono, vamos criar uma almofada. Esta almofada será um pequeno monstro macio e colorido. Para isso, vamos recorrer a moldes, feltro às cores e cola de tecidos para tudo unir.
Local: MAR Shopping Matosinhos
Data: 12 de março
Hora: 11h00

OUTROS EVENTOS

Oficina de Dança e Canto Ucranianos + Concerto
Os Lita Folk Band, um grupo de música tradicional ucraniana, vão dar-nos uma oportunidade única de conhecer parte da cultura deste povo, através da dança e do canto tradicionais.
Durante a tarde (16h00-19h00), teremos uma oficina em que se vai abordar a dança e o canto ucranianos, à qual se seguirá um jantar típico, no mesmo local.
À noite (21h30-24h00), teremos um concerto, numa combinação entre momentos mais intimistas e outros, em que somos desafiados a dançar.
Local: The Passenger Hostel
Data: 11 de março
Hora: 16h00

Poesia e música no Onital
Neste regresso, a sessão de poesia e música será diferente.
O foco vai ser a mulher. Nos poemas, na intérprete musical, no ambiente.
Com as participações especiais de Lourdes dos Anjos (poesia) e Susana Teixeira (música).
Local: Café Onital
Data: 11 de março
Hora: 16h00

Poemas de Heiner Müller
Apresentação do livro “Poemas de Heiner Müller” por Adolfo Luxúria Canibal (tradutor do livro) e José Pereira (ilustrador), editado pela Officina Noctua.
Local: Flâneur
Data: 11 de março
Hora: 16h30

Letter From An Unknown Woman, de Max Ophüls
USA | 1949 | 86’
Um dos filmes mais belos e mais amados de Max Ophüls, baseado no conto homónimo do escritor austríaco Stefan Zweig. Uma jovem austríaca apaixona-se pelo seu novo vizinho, um pianista de concerto. Mas, quando têm a oportunidade de estar juntos, as coisas não correm exatamente como ela desejava… Uma história de amor surdo que só se revela, através da escrita, no leito de morte – “By the time you read this I may be dead”. Situado na Viena do Imperador Francisco José (toda recriada nos estúdios de Hollywood), este talvez seja o filme em que mise-en-scène de Ophüls mais atinge a perfeição, com um equilíbrio absoluto entre a elegância formal e a emoção. Excecional desempenho de Joan Fontaine, acompanhada por Louis Jourdan. A exibir em cópia digital restaurada, seguida de conversa com Leonor Baldaque (atriz e escritora) e Rosa Maria Martelo (prof. de Literatura), moderada por Anabela Mota Ribeiro.
Local: Auditório da Casa do Cinema Manoel de Oliveira – Serralves
Data: 11 de março
Hora: 17h00

Terapia 100% nacional
Um dia dedicado ao metal nacional com dois eventos em espaços estratégicos da cidade. No Taproom Porto, o DJ set estará a cargo de Orca Delorca, vocalista dos Holocausto Canibal. Já no Mariage à Trois, ouve-se a seleção de Conde Ferreira e de Carlos Moreira, mais conhecido como Bulldozer na cena metal underground portuguesa. Em ambos os eventos, serão sorteados CDs e vinis, assim como 1 bilhete para o River Stone Winter Fest 2023.
A Terapia é boa e recomenda-se. Não faltes à consulta!
Local: Taproom Porto e Mariage à Trois
Data: 11 de março
Hora: das 17h00 às 24h00 no Taproom; entre as 22h30 e as 04h00 no Mariage

“Estas noites até parecem o começo…”
Numa exploração metateatral, esta peça discute-se, debate-se e embate-se, contra e a favor de um coletivo, de um coro, que eliminado se alumia.
A luz e a falta dela são uma constante estética e figurativa, um ponto de encontro, uma audiência, uma escuta.
Personagens sem nome, mas cheias de corpo, cheias de voz, reúnem-se. Aprendem a reencontrar-se, efeito das melodias, efeito dos reflexos no espelho.
Local: Grupo Dramático Monte Aventino
Data: 11 de março
Hora: 21h30

A Poesia É Para Comer
As noites da Poetria no Selina realizam-se todas as segundas-feiras e desta vez recebemos Idalinda Fitas e António Domingos para a noite A Poesia É Para Comer, um espectáculo de música e poesia que não vais querer perder!
Vem, traz um amigo e os teus poemas também que no final temos open mic para a livre participação de todos.
Local: Selina Porto
Data: 13 de março
Hora: 21h00

Leitores de Eugénio
Num palco em site-specific, no coração expositivo de “A Arte dos Versos”, apregoa-se a poesia e a voz dá corpo aos Leitores de Eugénio de Andrade. Diferentes momentos desenham as energias do autor de As Mãos e os Frutos.
Rui Spranger e Paula Abrunhosa apresentam a sessão.
Local: Biblioteca Municipal Almeida Garrett
Data: 16 de março
Hora: 18h00

FILMES

65
Título Original: 65
De: Scott Beck, Bryan Woods
Com: Adam Driver, Ariana Greenblatt, Chloe Coleman
Género: Aventura
Classificação: M12
Outros dados: 93 minutos
Após a queda num planeta desconhecido, o piloto Mills descobre rapidamente que está no planeta Terra… há 65 milhões de anos. Agora, perante uma única hipótese de resgate, Mills e a outra sobrevivente, Koa terão de atravessar terreno desconhecido, repleto de dinossauros numa épica luta pela sobrevivência.

A Voz das Mulheres
Título Original: Women Talking
De: Sarah Polley
Com: Rooney Mara, Claire Foy, Jessie Buckley
Género: Drama
Classificação: M14
Outros dados: 104 minutos
Baseado no romance best-seller de Miriam Toews, “A Voz das Mulheres” retrata um grupo de mulheres que se encontram numa colónia religiosa isolada, enquanto lutam para reconciliar a sua fé com uma série de agressões sexuais cometidas pelos homens da colónia.

Emboscada
Título Original: Ambush
De: Mark Burman
Com: Jonathan Rhys Meyers, Aaron Eckhart, Connor Paolo
Género: Ação
Classificação: M16
Outros dados: 104 minutos
Um destacamento de comandos é encarregado de recolher informação secreta através da rede de túneis construída pelo vietcong.

Gritos 6
Título Original: Scream 6
De: Matt Bettinelli-Olpin, Tyler Gillett
Com: Jenna Ortega, Courteney Cox, Hayden Panettiere
Género: Thriller
Classificação: M16
Outros dados: 123 minutos
Depois das últimas vítimas de Ghostface, os quatro sobreviventes deixam Woodsboro para trás e começam uma nova vida. Melissa Barrera (“Sam Carpenter”), Jasmin Savoy Brown (“Mindy Meeks-Martin”), Mason Gooding (“Chad Meeks-Martin”), Jenna Ortega (“Tara Carpenter”), Hayden Panettiere (“Kirby Reed”) e Courteney Cox (“Gale Weathers”) regressam aos seus papéis na saga “Gritos”.

Justiça Selvagem
Título Original: Savage Salvation
De: Randall Emmett
Com: Jack Huston, Robert De Niro, John Malkovich
Género: Ação
Classificação: M16
Outros dados: 101 minutos
O Xerife Church e o Detetive Zeppelin esforçam-se por manter a paz na sua cidade violenta, onde os únicos interesses dos habitantes são a igreja ou o consumo de oxicodona. Shelby John e Ruby Red acabam de ficar noivos e querem recomeçar do zero. Com o apoio de Peter, cunhado de Ruby, decidem constituir família e desintoxicar-se. Porém, antes que Ruby possa concretizar o seu desejo de ser batizada no rio, lavando assim os seus antigos pecados, Shelby encontra a sua amada morta no alpendre de casa.

Pacifiction
Título Original: Pacifiction
De: Albert Serra
Com: Benoît Magimel, Pahoa Mahagafanau, Marc Susini
Género: Drama
Classificação: M12
Outros dados: 165 minutos
Na ilha do Tahiti, na Polinésia Francesa, o Alto Comissário da República e funcionário do governo francês De Roller, é um homem calculista e de boas maneiras. Em eventos oficiais, bem como em estabelecimentos do submundo, toma constantemente a posição da população local, da qual a raiva pode emergir a qualquer instante. Ao mesmo tempo, surge um boato persistente: o avistamento fantasmagórico de um submarino que anuncia o reinício dos testes nucleares franceses.

Patas em Fúria VP
Título Original: Paws of Fury: The Legend of Hank
De: Chris Bailey, Rob Minkoff, Mark Koetsier
Com: Pedro Granger, Francisco Froes, Melânia Gomes
Género: Animação
Classificação: M6
Outros dados: 98 minutos
Hank, um adorável cão que sonha em se tornar tornar um samurai, parte à procura do seu destino. Infelizmente para ele, o que vai encontrar é a estranha e hostil cidade de Kakamucho. Ali, ele não passa despercebido, já que é um cão e todos os outros são… gatos! E, como todos sabemos, os gatos realmente não gostam NADA de cães.

Um Intruso na Cave
Título Original: L’Homme de la cave
De: Philippe Le Guay
Com: François Cluzet, Jérémie Renier, Bérénice Bejo
Género: Thriller
Classificação: M12
Outros dados: 114 minutos
Em Paris, Simon e Hélène Sandberg decidem vender uma cave no prédio onde habitam. Jacques adquire-a e, duas semanas depois, começa a atacar os moradores vizinhos. Quando o casal resolve cancelar a venda, Jacques recusa-se a deixar o espaço…

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/uma-pascoa-saborosa-com-a-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=0324-sabebem78&utm_campaign=sabebem