PUB
Recheio 2024 Institucional

Sugestões 7 Dias

Sugestões 7 Dias

Com o Entrudo prestes a “bater à porta”, a VIVA! traz-lhe variadas opções, de concertos e espetáculos a exposições e cinema, sem esquecer os eventos infantis, para o celebrar da melhor forma.

Sugerimos, ainda, um “Carnaval à moda do Porto”, com o grupo Batucada Radical que vai animar as ruas do Porto. O cortejo tem início às 15h00, sendo o ponto de partida o Centro Comercial Stop, na Rua do Heroísmo, e promete uma tarde de muita diversão com “marchinhas tradicionais, bonitos sambas e música portuguesa”.

Aproveite a folia, saia à rua com alegria!

CONCERTOS

Fred
Para além do seu trabalho com os Orelha Negra, Buraka Som Sistema ou Banda do Mar, entre muitos outros projetos, Fred Pinto Ferreira, baterista e produtor, aventurou-se em 2019 num primeiro disco em nome próprio.
Em 2021, chegou Madlib, um disco em que presta enorme tributo a esse grande mestre da produção, um decantador do som que é Otis Jackson Jr. Para esse disco, Fred rodeou-se de um ensemble luxuoso, um quarteto de experimentados músicos jazz que já o acompanhavam ao vivo.
Neste concerto, Fred vai propor uma fusão entre jazz e hip-hop e mostrar o porquê de ser um dos músicos mais versáteis e requisitados da música portuguesa.
Local: Maus Hábitos – Espaço de Intervenção Cultural
Data: 17 de fevereiro
Hora: 21h00

Pedro Santos & João Gusmão
Há eventos musicais obrigatórios. E depois há outros que passam essa fasquia.
Melhor que as nossas cervejas artesanais de seleção, o ambiente e a decoração, só mesmo a tua presença. Os dois rapazes que vão atuar precisam de ti!
Local: CastleRock Pub & Hotel
Data: 17 de fevereiro
Hora: 22h30

Concerto em mim Fábio Beckert
Com uma guitarra clássica nas mãos e a teatralidade de sua trajetória como ator, fala de esperança, alegria, tristeza e até de café, colocando o público em contato com o samba, maracatu, baião, capoeira, dentre outros, num concerto cheio de teatralidade e com um repertório de composições que nasceram da mistura de emoções bem íntimas com sua pesquisa intensa dentro da diversidade da música brasileira.
Local: Espaço Compasso
Data: 18 de fevereiro
Hora: 20h00

Vay Com Deus
Nascem da paixão pela mistura exótica de Jazz, Soul, Funk, Gipsy, Pop, Latin e Soft Rock que apenas os belgas Vaya Con Dios sabiam fazer. São ainda hoje a maior exportação da Bélgica. E sê-lo-ão por muito anos! Este tributo nasce da mão de Alex VanTrue, que foi pioneiro em bandas-tributo como One Vision ou ABBAMIA, e de Claudia Ribeiro Lopes, a sensual voz, que terá a função de levar o público presente a imaginar-se nos cabarets por onde os Vaya Con Dios passaram. A acompanhá-los teremos Renato Lourenço no baixo, Jorge Gonçalves na bateria e o prodígio Francisco Madeira nas teclas.
Local: Mary Spot Vintage Bar
Data: 18 de fevereiro
Hora: 22h59

Leprous + Monuments + Kalandra
Se a luz ao fundo do túnel pudesse ser transformada em som, certamente iria soar a Leprous. Nas últimas 2 décadas, este quinteto Norueguês tem produzido alguma da música mais profunda e reconfortante que se possa imaginar, evoluindo de forma consistente desde o seu início exuberante de exploradores de Prog Metal até ao estado mais recente como uma das mais originais e fascinantes bandas de música pesada da actualidade.
Antes dos Leprous sobem ao palco o quarteto Inglês de Metal Progressivo Monuments, em estreia absoluta no nosso país.
A primeira parte é assegurada pelos Kalandra, quarteto com músicos Noruegueses e Suecos, com uma sonoridade que oscila entre um Melancólico Folk Nórdico e guitarras pesadas, a não perder.
Local: Hard Club
Data: 20 de fevereiro
Hora: 19h30

Bruna Costa – Especial Carnaval
Ninguém leva a mal ouvir boa música, divertir-se e, quem sabe, ganhar um prémio para a melhor máscara de Carnaval. Neste dia a Bruna dá o mote, e a música, para uma noite de folia.
Local: CastleRock Pub & Hotel
Data: 20 de fevereiro
Hora: 22h30

João Pedro Brandão + Nuno Trocado
Saxofone e guitarra eléctrica, num duo ampliado com electrónica, desafiando as fronteiras do jazz e da improvisação entre o intenso e o contemplativo, a ordem e o caos, o imóvel e o fluxo. Um evento Porta-Jazz.
Local: Maus Hábitos – Espaço de Intervenção Cultural
Data: 21 de fevereiro
Hora: 21h00

Alina
A sua sonoridade tem como base a articulação entre algo intimista e outra mais brilhante, com timbres rasgados na guitarra encharcada de reverbs quentes, criando temas que oscilam entre o post-hardcore, o post-rock, post-punk e o western spaghetti.
Local: Maus Hábitos – Espaço de Intervenção Cultural
Data: 23 de fevereiro
Hora: 21h00

Gorjão
Precisamente um ano após a edição de “Cedo Demais”, o seu primeiro single, Gorjão vem desfiar um rol de canções em registo de rock psicadélico sobre as incertezas e angústias da vida.
Local: Casa da Música
Data: 23 de fevereiro
Hora: 21h30

EXPOSIÇÕES

Germano Vieira, entre a Arte e a Medicina
Germano de Sousa Vieira (1896-1970), licenciou-se em Medicina na Universidade de Coimbra, em 1923, com alta classificação. Natural de Silva Escura, estabeleceu-se como médico em Gueifães. Conhecedor das dificuldades do povo, por vezes, deixava pelas casas os medicamentos para os doentes. O criador de uma camélia a que atribuiu o nome da sua mulher, Angelina. Uma personalidade única do seu tempo que importa recordar.
Local: Maia Jardim
Data: até 26 de fevereiro
Hora: entre as 08h00 e as 22h00

“NÃO” – Desenhos e Objetos
Os trabalhos apresentados, de Humberto Nelson, desenhador gráfico e artista ecologista natural do Porto, refletem um pouco a reflexão antropológica da civilização.; a negação ao estabelecido através da criação artística.
Local: Cooperativa Árvore
Data: de 11 de fevereiro até 5 de março

A casa arde e os esqueletos cortejam
A ninfa de incomparável beleza, por certo sagrada, que se banha em água doce e se seca nas almofadas da noite, julga o mal e o bem dos bichos cavalgando-lhes o pêlo. Depois vem a música, as chocalhadas, os apelos, o tinir da louça, o olhar da mãe, o relâmpago da glória, o falar de boca cheia, o fino palito e a simpatia dos dentes.
Exposição de Bárbara Fonte
Local: Sismógrafo Porto
Data: de 4 de fevereiro a 11 de março

Mescla
Rita Guedes, nasceu no Porto, atualmente usa o pseudónimo Rita Fugaz e apresenta um trabalho marcado pela linha e pelos tons azuis e verdes. A maior característica da sua arte pousa na criação de diferentes projetos de pintura aliados ao texto. Estas propostas têm servido para comunicar a sua visão sobre assuntos relacionados com o ser e com a natureza.
Propostas de diversas dimensões e conceitos são apresentados em conjunto: a pintura de um modo mais conceptual e espiritual e a ilustração, em forma de pintura, de uma forma mais prática e funcional. Todos os projetos são pensados e criados em momentos diferentes, fazem todos parte da mesma artista, mas existem e coexistem de forma independente. Pela primeira vez, acontecem no mesmo espaço e giram em torno de uma conversa de conhecimento e tentativa de ligação através de um fio que os guia e funde. Nesta exposição vamos encontrar três projetos de forma mais evidente: “Ser” (2021); “Leaves in Brasil” (2022); “Coleção Indiana” (2017-2022). Para além destes, também vemos ilustrações de cogumelos, alguns prints do projeto “Estou a Ler um livro em Branco” e pensamentos sobre a água como forma de identificação do ser humano.
Local: Gallery Hostel
Data: até 16 de março

Isolino Vaz – Um traço inconfundível
Inserida nas comemorações do Centenário do Mestre Isolino Vaz (1922-1992), numa iniciativa conjunta do Município de Vila Nova de Gaia e da Associação Cultural Amigos de Gaia, com curadoria de José Silva e co-curadoria de Sérgio Vaz, esta exposição inclui pinturas a óleo, retratos em vários suportes, desenhos, os estudos para os vitrais da igreja do Monte da Virgem, ilustração, esculturas, medalhas e fotografias.
Local: Biblioteca Pública Municipal de Gaia
Data: de 21 de janeiro até 22 de abril

Blanco – fotografias de Ramón Siscart
“O branco envolve os objetos e o simbolismo neles encerrado. Composições metafóricas, combinações impossíveis, surpresas visuais transmitem ao espectador um jogo enigmático de imagens que relatam as histórias do autor, construídas a partir de momentos e situações íntimas. Um branco que envolve a conceptualidade do quotidiano.”
Local: Centro Português de Fotografia
Data: até 30 de abril

ESPETÁCULOS

Sem Medo
Teresa Coutinho inspirou-se no livro de Miguel Granja, Simão Sem Medo, e no clássico de José Gomes Ferreira, Aventuras de João Sem Medo. Neste espetáculo, Simone, uma menina corajosa, leva-nos numa viagem pelo seu universo onírico, em busca de alguém que perdeu e do seu lugar no mundo. À semelhança da Alice de Lewis Carroll, Simone também entra pelo espelho adentro, mas em busca da sua avó, numa travessia em que se confronta com a experiência do luto, com a especificidade do outro e com o que são, afinal, a coragem e a valentia. Sem Medo devolve-nos um mundo plural, tendo uma forte componente de vídeo, o que permite expandir os limites do espaço físico e assim conduzir-nos por muitos dos lugares visitados pela personagem e pelos obstáculos com que se depara na sua “jornada de heroína”. A coragem contagiante de uma criança mede-se pela sua abertura ao desconhecido, lembrando-nos de que “não ter medo é ser capaz de ouvir e reconhecer o outro”.
Local: Teatro Carlos Alberto
Data: 16, 17 e 18 de fevereiro

Focs/Vatre
A escritora belga Marguerite Yourcenar (1903-87) publicou Feux em 1936. Nesta sequência de prosas líricas baseadas em figuras da mitologia grega, Yourcenar não só interpreta as conturbações do seu tempo, desnudando “uma outra História”, como faz uma leitura transgressora dos clássicos. Revisitando o conceito de amor, reconhece em Clitemnestra, Antígona, Safo, Maria Madalena ou Fedra uma irmandade de carne e osso. Dirigindo uma coprodução servo-espanhola, Carme Portaceli, diretora artística do Teatre Nacional de Catalunya, propõe-nos uma viagem emocional comum. Com um desconcertante sentido de humor, Focs/Vatre convoca uma assembleia de personagens-testemunho, de ontem e de hoje, oferecendo-nos uma lúcida visão do seu sofrimento. Nesse fogo cruzado e reflexivo entre a mitologia e a contemporaneidade, as personagens (e nós, espectadores) acedem a uma consciência que, nas palavras da dramaturgista María Velasco, “dará à luz o futuro”.
Local: Teatro São João
Data: 17 e 18 de fevereiro

Né Barros | Distante — Paisagens, Máquinas, Animais
Existem formas de combate que evoluíram para a dimensão de jogo, tal como a esgrima. Ao longo da peça Distante, terceira da série Paisagens, Máquinas e Animais, os bailarinos são jogadores, convocam a técnica como forma evoluída de nos relacionarmos no corpo a corpo. O corpo-máquina deverá, sobretudo, seguir esta linha, ser capaz de moldar o instinto e dar-lhe uma nova vida ética. A máquina, neste sentido, é a possibilidade de através da técnica e do tecnológico, expandir o corpo e o lugar sem o territorializar. Uma mensagem antiguerra se quisermos… Distante pela dimensão ética perante o outro, distante por um tempo pautado pela repetição, um tempo maquinal usado sobretudo para rememorar. A motivação para fazer uma série de projetos em torno das paisagens, máquinas e animais, surge da necessidade de pensar uma peça que não se esgotasse num único espetáculo, mas que pudesse dialogar com outras obras.
Local: Teatro Municipal do Porto | Rivoli
Data: 17 e 18 de fevereiro
Hora: 19h30

VOID VOID VOID
É uma construção deliberada sobre uma paisagem vazia, onde som, espaço e gesto se diluem numa só matéria, numa invocação aos grandes vazios cósmicos. Vazio como aquilo que não vemos, senão os seus contornos, senão o rasto de uma presença. Vazio como potencial lugar não rígido onde o inesperado pode tomar forma e revelar-se. Nesta performance, o espaço em torno dos performers tem uma importância acrescida. É nele onde tudo acontece, trabalhando-se na construção de um vazio cósmico, onde o nada é sempre ocupado por qualquer coisa, onde a matéria mesmo que escura ou invisível tem uma força energética que se transporta e nos transporta. Criando uma atmosfera imersiva e de teor especulativo, a audiência é convidada a situar-se. Não é uma apresentação no espaço mas uma apresentação do espaço em permanente devir: fugaz e expansivo. Uma performance coreográfica e sonora que funciona como dispositivo revelatório para o real e o imaginário.
Local: Teatro Campo Alegre
Data: 18 e 19 de fevereiro
Hora: 19h30; 17h00

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Traír e Coçar é só Começar
A comédia retrata as confusões da empregada Palmira que numa série de divertidos mal-entendidos leva os seus patrões a pensarem que estão a ser alvo de infidelidades.
A trama tem início no quotidiano de um casal de classe alta às vésperas do seu 16º aniversário de casamento. Ela recebe de um anônimo uma caixa de chocolates. Ele desconfia de um encontro marcado na sua própria casa, pela mulher e a sua melhor amiga. Os dados estão lançados, pela mão da nossa divertida Palmira!
Local: Teatro Sá da Bandeira
Data: até 19 de fevereiro

Extremamente Desagradável
Terno, comovente, inspirador: tudo adjectivos que não se aplicam a este espectáculo. Joana Marques vai tentar descobrir por que razão é Extremamente Desagradável. É provável que não consiga. A viagem começa na infância e recorda alguns clássicos dos primórdios da rubrica, passando também por visados que fizeram furor mais recentemente. Há ainda lugar para originais que nunca foram analisados, e para participações muito especiais. Em princípio vai correr bem, mas se for um desastre não se perde tudo, dá para fazer um episódio de Extremamente Desagradável no dia seguinte.
Local: Coliseu
Data: 23 de fevereiro
Hora: 21h30

MAIS NOVOS

Pinturas faciais
De princesa a super-herói, passando pelos piratas e vampiros, as crianças podem escolher gratuitamente a pintura facial a condizer com os seus disfarces de Carnaval. Para eternizar a fantasia e o estilo carnavalesco numa fotografia, temos um cenário especial alusivo à data, no Piso 0, onde as famílias podem registar o momento para a posteridade.
Local: Mira Maia Shopping
Data: 19 e 21 de fevereiro
Hora: das 11h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00

Dominguinhos
Já se sabe: a vida são dois dias e o Carnaval são três. Por isso, toca a entrar na folia carnavalesca com a coroa mais colorida. Não vais desfilar no sambódromo, certo, mas quem diz que as ruas por onde passarás mascarado não vão parar para te ver passar? No atelier vais poder criar uma coroa carnavalesca com todas as cores do arco-íris. Numa tira de cartolina colorida, vais poder colocar todos os elementos que te apetecer para a decorar: grandes olhos de tampas de plástico, cabelos esvoaçantes com tiras de feltro de diversas cores, o que a tua imaginação ditar.
Local: MAR Shopping Matosinhos
Data: 19 de fevereiro
Hora: 11h00

Oficina de Famílias de Carnaval
Foram encontradas novas espécies no Parque. Wow!
Seres de palmo e meio, às vezes insetos outros flores.
Uns são árvores, outros sapos, ouriços e tritões.
Mas entre verdes e muitas cores, a camuflar lembram camaleões.
Local: Serralves
Data: 19 de fevereiro
Hora: 15h00

No fundo do mar
Espetáculo tridimensional onde as crianças emergem num oceano mágico, surgirão inúmeros animais marinhos, cada um deles transmitindo sensações e emoções diferentes causando as mais variadas reações.
Através do movimento corporal e dos diferentes materiais utilizados na construção dos animais bem como da constante visualização através de projeção do fundo do mar queremos transportar a beleza que nele habita, mas também alertar para os problemas que nele existem como a poluição, sendo o grande impulsionador desta o ser humano.
Local: Teatro Sá da Bandeira
Data: 19 de fevereiro
Hora: 16h00

UIVINHO 5 – Mostra de ilustração infantil da Maia
Mais de 200 trabalhos, produzidos nas oficinas temáticas “Caderneta dos Extintos”, concebidas e orientadas por Catarina Gomes e Eva Evita. A mostra deste ano incidirá sobre as “Expedições – Do Real e do Fantástico” realizadas pelas famílias participantes e pelos estudantes das escolas do concelho.
Local: Biblioteca Municipal Doutor José Vieira de Carvalho
Data: até 25 de fevereiro

Gotham City
Não há super-herói como Batman. Muito inteligente e forte, o poder de Batman não advém do facto de ser oriundo de outro planeta. A sua grande arma é uma mente brilhante, o seu cinto e… claro, o Batmóvel. Além disso, Batman é multimilionário, não precisaria de fazer nada na vida, mas ele opta por salvar Gotham City do lado negro do mal, o que o torna num ícone inspiracional.
Aqui as crianças encontrarão uma exposição com oito esculturas em tamanho real de alguns dos Batman’s mais famosos dos seus mais de 80 anos de história. Conta, ainda, com a exposição oficial de diferentes elementos em mini escala, associados a Batman, como os seus inimigos, o Batmóvel, os gadgets que o super-herói usa, as suas máscaras e muito mais.
E, claro, haverá um espaço dedicado aos jogos oficiais do Batman. Traz a tua família e os teus amigos e “mergulha” no universo de Gotham City. As férias de Carnaval servem para isso mesmo. Prepara-te porque obviamente as fotos para as redes sociais não foram descuradas e haverá uma photowall para as memórias mais instagramáveis do ano!
Local: MAR Shopping Matosinhos
Data: até 26 de fevereiro
Hora: de domingo a quinta-feira das 14h00 às 21h00; sexta-feira, sábado e domingo das 11h00 às 13h00 e das 14h00 às 21h00

OUTROS EVENTOS

OMNE VUVUM EX EVE
Alinhadas estão as atuações de Afrorack, HOMO, OMNE e Instruções Rituais. A desafiar os restantes sentidos, o espaço será ocupado por uma instalação olfativa da autoria de Gui Flor e, nos pratos, um menu especial da autoria de Ana Ferraz.
Local: Lovers & Lollypops
Data: 18 de fevereiro
Hora: entre as 11h00 e as 20h00

Lançamento “A Vocação Suspendida” de Lauren Mendinueta
Apresentado por Maria Bochicchio e Aurelino Costa. Acompanhado ao saxofone por Edouard Rambourg.
Local: Livraria Exclamação
Data: 18 de fevereiro
Hora: 17h00

Crimes do Futuro
2022 | CAN/ GR | FIC | 107’
Novo filme de David Cronenberg, que mergulha num futuro não tão distante onde a humanidade aprende a adaptar-se a ambientes sintéticos. Esta evolução leva o ser humano para lá do seu estado natural, para uma metamorfose, alterando a sua composição biológica. Enquanto alguns abraçam o potencial ilimitado deste transhumanismo, outros tentam policiar o mesmo. Saul Tenser é um apreciado artista que abraçou esta Síndrome de Evolução Acelerada, germinando órgãos novos e inesperados no seu corpo. Com o seu parceiro Caprice, transforma a remoção destes órgãos num espectáculo para os leais seguidores se maravilharem em tempo real. Mas o governo e uma estranha subcultura estão atentos.
Local: Casa das Artes
Data: 18 de fevereiro
Hora: 18h00

1º Aniversário do CaskBeer
A Tough Love, marca de cerveja artesanal portuguesa, convida a celebrar o 1º aniversário do bar oficial, naquele que promete ser um evento cheio de animação… e, claro, muita cerveja!
Local: Cask Beer by Tough Love
Data: 18 de fevereiro
Hora: entre as 18h00 e a 01h00

Tentatives de se décrire
Um filme sobre a representação e a autorrepresentação. Como pode o cinema ajudar-nos a descrevermo-nos e a descrever os outros? O cineasta belga Boris Lehman oferece uma câmara que funciona como um espelho e um terceiro olho. O filme começa por ser uma colagem algo aleatória de cine-correspondências, investigações e diários de viagem – ocupando um lugar instável entre o documentário e a ficção –, e acaba por se constituir como um autorretrato de Boris Lehman entre 1989 e 1995 que é, afinal, uma reflexão sobre o modo de olhar e de representar o mundo através de uma câmara. Este é o segundo tomo de um projeto monumental de auto-cine-biografia que o realizador vem desenvolvendo desde 1983 e que tem, até ao momento, seis partes, totalizando cerca de 20 horas de duração, série em que se inclui, mais recentemente, um “último” capítulo testamentário sobre a “arte de morrer”, no qual o cineasta coloca a questão “como filmar a própria morte?”.
A sessão será seguida de uma conversa com o realizador.
Local: Auditório da Casa do Cinema Manoel de Oliveira
Data: 19 de fevereiro
Hora: 17h00

Uma noite com… Pedro Santos
Não é brincadeira. No Dia de Carnaval o nosso à conversa com junta dois velh… grandes músicos para falarem um pouco mais sobre tudo o que gira à volta de ser músico, compor música e viver com muita música.
Local: CastleRock Pub & Hotel
Data: 21 de fevereiro
Hora: 21h30

Cinema: Perdita Durango | Passos no Escuro
(EUA / ES / 1997 / 126 min.)
Perdita Durango (Rosie Perez), uma mulher sensual e perigosa conhece Romeo Dolorosa (Javier Bardem), que vive dos mais diversos trabalhos ilícitos, sendo ao mesmo tempo sacerdote de um culto satânico que realiza sacrifícios humanos…
Dolorosa aceita um trabalho encomendado por um “gangster” chamado Santos, relacionado com fetos humanos e com a indústria da cosmética. Entretanto Romeo sugere a Perdita que encontrem algumas vítimas para uma próxima cerimónia de culto e os jovens Duane e Estelle têm a infelicidade de aparecerem no seu caminho…
Para além de Rosie Perez e Javier Bardem nos principais papéis, podemos também encontrar James Gandolfini, Damien Bichir, Alex Cox, Santiago Segura e Screamin’ Jay Hawkins.
Local: Passos Manuel
Data: 23 de fevereiro
Hora: 22h00

FILMES

EO
Título Original: EO
De: Jerzy Skolimowski
Com: Sandra Drzymalska, Lorenzo Zurzolo, Isabelle Huppert
Género: Drama
Classificação: M12
Outros dados: 88 minutos
O mundo é um lugar misterioso quando visto pelos olhos de um animal. EO, um burro cinza com olhos melancólicos, encontra pessoas boas e más no caminho da sua vida, experimenta alegria e dor, sobrevive à roda da fortuna que transforma, aleatoriamente, a sua sorte em desastre e o seu desespero em felicidade inesperada. Mas nem por um momento ele perde a sua inocência.

Holy Spider
Título Original: Holy Spider
De: Ali Abbasi
Com: Zar Amir-Ebrahimi, Mehdi Bajestani, Arash Ashtiani
Género: Drama
Classificação: M16
Outros dados: 116 minutos
A jornalista Rahimi viaja para Mashhad, uma cidade santa iraniana, com o intuito de encontraro serial killer que anda a matar prostitutas. À medida que se aproxima da verdade e da descoberta dos crimes, torna-se cada vez mais difícil obter justiça, uma vez que muitos consideram o assassino um herói. Baseado na história verídica de Saeed Hanaei, um pedreiro que se considerava empoderado por Deus ao matar 16 mulheres entre 2000 e 2001.

Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania
Título Original: Ant-Man and the Wasp: Quantumania
De: Peyton Reed
Com: Paul Rudd, Evangeline Lilly, Michelle Pfeiffer
Género: Aventura
Classificação: Classificação Etária Pendente
Outros dados: 125 minutos
Os parceiros super-heróis Scott Lang e Hope Van Dyne regressam para continuar as suas aventuras como Homem-Formiga e a Vespa. Juntos, com os pais de Hope, Hank Pym e Janet Van Dyne, e a filha de Scott, Cassie Lang, a família explora o Domínio Quântico, interagindo com novas criaturas estranhas e embarcando numa aventura que os irá levar para além dos limites do que pensavam ser possível.

Ice Merchants
Título Original: Ice Merchants
De: João Gonzalez
Com: –
Género: M6
Classificação: Animação
Outros dados: 15 minutos
Um homem e o seu filho saltam de pára-quedas todos os dias, da sua casa fria e vertiginosa presa no alto de um precipício, para se deslocarem à aldeia que se situa na planície abaixo, onde vendem o gelo que produzem durante a noite.

Múmias (VP)
Título Original: Mummies
De: Juan Jesús García Galocha
Com: –
Género: Animação
Classificação: M6
Outros dados: 88 minutos
No Egipto, nas profundezas da Terra, existe uma cidade de múmias com 3 mil anos. Por ordens imperiais, a Princesa Néfer terá de se casar com Thut, mas nenhum dos dois o quer fazer: Néfer anseia pela sua liberdade e Thut tem aversão a compromissos. Só que os desejos dos deuses são incontornáveis, e Thut terá de casar com Néfer dentro de sete dias, oferecendo no casamento a antiga aliança que o Faraó lhe deu.

Para Leslie
Título Original: To Leslie
De: Michael Morris
Com: Andrea Riseborough, Allison Janney, Stephen Root
Género: Drama
Classificação: M14
Outros dados: 119 minutos
Leslie (Andrea Riseborough) é uma mãe solteira do Texas que luta para sustentar o seu filho quando ganha a lotaria e uma oportunidade de ter uma boa vida. Poucos anos mais tarde, o dinheiro acabou-se e Leslie está sozinha, levando uma vida desenfreada enquanto foge do mundo de sofrimento que deixou para trás. Com o seu encanto a esgotar-se e sem ter para onde ir, Leslie é obrigada a regressar a casa. Não sendo bem-vinda nem desejada por aqueles que tratou mal, é ajudada por um rececionista de motel solitário chamado Sweeney. Com o seu apoio, Leslie enfrenta as consequências dos seus atos, uma vida de arrependimento e uma segunda oportunidade de ter uma boa vida para ela e para o filho.

Stars at Noon – Paixão Misteriosa
Título Original: Stars at Noon
De: Claire Denis
Com: Margaret Qualley, Joe Alwyn, Benny Safdie
Género: Thriller
Classificação: M14
Outros dados: 135 minutos
Uma jovem jornalista americana em espiral descente, envolve-se com um enigmático empresário inglês, enquanto tentam escapar da Nicarágua. O que ela não imaginava é que o homem por quem se está a apaixonar, enfrenta um perigoso labirinto de conspirações que pode colocar a sua vida em risco.

PUBLICIDADE

PUB
Prémio Literatura Infantil Pingo Doce