Santander Escolhas 1

Sugestões 7 Dias

Sugestões 7 Dias

De férias ou não o fim de semana continua a ser muito esperado, por isso desfrute do seu tempo livre com as sugestões da VIVA!. Há muito para ver e ouvir no Grande Porto e apostamos que a decisão não vai ser fácil…

Aproveite para visitar a Igreja dos Clérigos e desfrute “um espetáculo imersivo de luz, música, poesia e arquitetura, que pretende proporcionar uma vivência inédita deste monumento nacional”.
“Enchendo de poesia visual, sincronia e leveza a obra arquitetónica de Nicolau Nasoni”, a «Spiritus – A Melhor Maneira de Viajar é Sentir», é uma “ode à vida” que convida os visitantes “a sentir e a pensar sobre o papel do Homem no mundo, num espetáculo inspirador e de incomparável beleza”.
O espetáculo tem a duração de 30 minutos e decorre às 18h00, 18h45, 19h30, 20h15, 21h00 e 21h45, de segunda a sábado, e às 18h00, 18h45 e 19h30 ao domingo.
Os bilhetes podem ser comprados online em aqui ou na bilheteira local, de segunda a domingo, das 9h às 22h.

CONCERTOS

Rute Rita
Natural do Porto, Rute Rita é uma das vozes mais estimulantes que surgiram nos últimos anos no mundo do fado. Lançou em 2018 o seu álbum de estreia e integrou o elenco de uma das mais famosas casas de fados do país, o restaurante Casa da Mariquinhas. Actualmente apresenta-se em espectáculos por todo país e no estrangeiro, passando pelo casas de fado típicas de Porto e de Lisboa. Traz à Casa da Música a sua perspectiva singular do fado tradicional, homenageando aqueles com quem aprendeu — Beatriz da Conceição, Fernanda Maria, Amália Rodrigues, Maria da Fé —, perpetuando o legado por eles deixado.
Local: Casa da Música
Data: 19 de agosto
Hora: 18h00

Café Concerto
Há um novo conceito de concertos no Porto e na sexta-feira é a vez dos ritmos quentes e tropicais da bossa-nova, com o Trio Azul, que vai trazer temas dos inesquecíveis António Carlos Jobim, Elis Regina, João Gilberto, entre outros mestres desta sonoridade made in Brasil.
Os bilhetes podem ser adquiridos, online, na página oficial do Ateneu Comercial do Porto, ou presencialmente, no local do evento.
Local: Salão Nobre do Ateneu Comercial do Porto
Data: 19 de agosto
Hora: 21h30

Francisco Moreira
Apesar da tenra idade, Francisco Moreira é já uma das mais destacadas novas vozes do fado. Tem tocado em grandes salas do país como o Coliseu do Porto, o CCB, a Casa da Música ou o Campo Pequeno, participando também em programas televisivos, no Festival Caixa Alfama (2013 e 2014) e no Festival Caixa Ribeira (2015 e 2016). Foi finalista do The Voice Portugal 2018. Editou em 2020 o disco Todos os Fados São Meus, o seu lançamento mais recente. Ao longo do mês de Agosto apresenta na Sala 2 vários dos seus temas originais e composições de nomes muito importantes na história do fado, como Martinho de Assunção, Alfredo Marceneiro, Artur Ribeiro, entre outros.
Local: Casa da Música
Data: 20 de agosto
Hora: 18h00

Café Concerto
Há um novo conceito de concertos no Porto e no sábado é a vez da banda de Tributo, John Black Wolf & Filipa Guedes, que vão homenagear alguns ícones da música Pop/Rock como Prince, com o tema que marcou uma geração, “Purple Rain”, Michael Jackson e “Beat It”, Lady Gaga e o êxito do filme “Assim Nasceu uma Estrela”, “Shallow”. Os bilhetes podem ser adquiridos, online, na página oficial do Ateneu Comercial do Porto, ou presencialmente, no local do evento.
Local: Salão Nobre do Ateneu Comercial do Porto
Data: 20 de agosto
Hora: 21h30

Ana Pinhal
Considerada uma das vozes do fado em ascensão, Ana Pinhal fundou com Francisco Almeida (guitarra flamenca) o projecto que cruza o fado e o flamenco, Fado Violado, e com o qual lançou o disco A Jangada de Pedra (2015). Integrou a banda BoiteZuleika, foi fadista residente na Casa da Mariquinhas e na Taberna Real Fado (Porto) e actualmente faz parte do grupo Fado In Porto, nas Caves Calém (Vila Nova de Gaia). Apresentou-se em Portugal, Espanha, França, Holanda, Roménia, Bulgária, Hungria e Índia. Na Sala 2, faz-se acompanhar por André Teixeira (viola de fado) e João Martins (guitarra portuguesa) para percorrer grandes poetas — como António Botto, José Régio, Ary dos Santos e muitos outros — que viram as suas criações transformadas em canções.
Local: Casa da Música
Data: 24 de agosto
Hora: 18h00

António Laranjeira
Ao longo dos anos, António Laranjeira tem-se afirmado como um talentoso fadista e a sua poesia tem sido cantada por vozes como as de Beatriz da Conceição e Ana Moura. As mais famosas casas de fado, como o Marquês da Sé e Senhor Vinho em Lisboa, têm-se rendido à sua voz, apresentando-se agora frequentemente no Restaurante O Fado (Porto). Foi uma das vozes marcantes do musical Amália de Filipe La Féria. O seu último trabalho editado, Luz, representou “a celebração da vida, do amor e da esperança em dias melhores”. Em formato de trio, apresenta na Sala 2 vários temas originais deste último trabalho mas também grandes clássicos do fado de Fernando Tordo/Paulo de Carvalho, Alfredo Marceneiro, Artur Ribeiro, entre muitos outros.
Local: Casa da Música
Data: 25 de agosto
Hora: 18h00

EXPOSIÇÕES

Mouzinho: da Ribeira ao Aeroporto
Em Junho de 1872, o director Geral da Secretaria da Câmara Municipal do Porto, Luís Antonio Nogueira apresentou à Câmara a “Planta do Projecto da rua da Biquinha parallela à rua das Flores a qual a Ex.ma Camara pretende mandar abrir para ligar o Largo da Feira de S. Bento com a Rua de S. João”. Seria a Rua Mouzinho da Silveira. O novo eixo uniria o Porto ribeirinho e a distinta praça do Infante à praça D. Pedro IV, terminando onde viria a ser a estação de S. Bento, de onde partiria a ligação ao tabuleiro superior da ponte Luiz I (1887), seguindo para sul, para a estrada de Oliveira de Azeméis, para Lisboa.
Exposição com curadoria de Álvaro Domingos e Ivo Poças Martins.
Local: Casa do Infante
Data: até 11 de setembro

Vento Espesso
O trabalho de Maria Capelo é secreto por vocação e por convicção. A sua parte de luz, aquela que se dá à visibilidade, é a pintura e o desenho. Ambos afluem e desaguam num denominador comum, uma unidade de medida-padrão, elementar, quintessencial e arquetípica — a árvore.
Local: Casa Guerra Junqueiro
Data: até 11 de setembro

Do Planalto se Dobra a Montanha
Secreta e silenciosa, como poucas na paisagem da arte contemporânea portuguesa, a obra de Maria Capelo tem vindo a constituir-se como uma lenta e perseverante construção visual e semântica, bem próxima do trabalho poético, entendido como processo de escavação, redução e modulação.
Combinando um escasso conjunto de elementos, entre os quais pontifica a árvore, denominador comum e omnipresente, o trabalho da artista em pintura e em desenho prossegue a milenar tradição paisagística, transversal a toda a produção artística, do Ocidente ao Extremo Oriente.
A paisagem tem dois tempos, um geológico, lento, parecendo, ilusoriamente, anterior e alheia à ação humana, e o outro presente, urgente, marcado pela fragilidade, anunciando, metonimicamente, a fragilidade do mundo e da existência.
Local: Triplex – Palacete Viscondes de Balsemão
Data: até 11 de setembro

Radiostesia – Captar, Conduzir, Compreender Forças Invisíveis
As palavras radioestesia e radiestesia são neologismos construídos a partir de dois termos: o latino radium, “radiação”, e o grego αἴσθησις [aísthesis], “percepção pelos sentidos”. No passado usava-se também o termo rabdomancia, formado pelos termos gregos ῥάβδος, “vara” ou “verga”, e μαντεία “adivinhação”.
Os livros são campos de forças, por isso sobrevivem ao tempo e aos tempos. Fechados, encerram segredos. Abertos, são campos ressonantes. Alguns dos livros aqui reunidos são para iniciados porque negoceiam com o que está para além da visão. Escrutinam, perscrutam o invisível, ponderando forças magnéticas, detetando manifestações de energia, sinalizando vastos campos de comunicação extrassensível.
Local: Gabinete do Som – Biblioteca Pública Municipal do Porto
Data: até 15 de outubro

MAIS NOVOS

Oficina Criativa: Corre, Corre, Dragão Corre
Há uma atividade pedagógica e divertida para famílias no Museu FC Porto. ‘Corre, Corre, Dragão Corre’ vai atrás da memória da antiga pista de atletismo do clube e mostrar como a criatividade é amiga do ambiente!
Os mais novos talvez não saibam, mas no antigo estádio do FC Porto existiu uma pista de atletismo. A partir da exposição temporária 70 Anos do Estádio das Antas, a oficina criativa Corre, Corre, Dragão Corre! vai atrás dessa memória de uma forma especial e bem amiga do ambiente.
Local: Museu FC Porto
Data: 21 de agosto
Hora: entre as 10h30 e as 12h

Dominguinhos | Atelier de Educação Ambiental
Os “Dominguinhos” prepararam um atelier de educação ambiental, onde, uma vez mais, ficarás bem consciente da importância dos nossos atos na preservação do meio ambiente. Nesta atividade, vamos usar galhos, flores, folhas e outros elementos naturais e montar um tear da natureza. Com os galhos iremos construir uma moldura onde iremos prender fios de lã. Nesses fios, ataremos tudo aquilo que recolhemos na natureza para criar um quadro natural com as recordações dos nossos passeios ao ar livre. Vens dar um passeio connosco?
Local: MAR Shopping
Data: 21 de agosto
Hora: entre as 11h e as 12h30

OUTROS

DIGICAM: apresentação pública
O primeiro catálogo digital português totalmente dedicado a Câmaras e Equipamentos Fotográficos será apresentado ao público. Entrada livre limitada à capacidade da sala.
O Catálogo denominado DIGICAM, disponibiliza informação sobre a Coleção Museológica de Câmaras e Equipamentos Fotográficos que se encontra à guarda do Centro Português de Fotografia/ Direção-Geral do Livros, dos Arquivos e das Bibliotecas (CPF/DGLAB) e estará acessível aqui digicam.cpf.dglab.gov.pt.
Nesta plataforma digital, o público poderá explorar livremente a Coleção ou optar pela pesquisa direta, usando como termos o nome do objeto, o nome do fabricante ou um local de fabrico, podendo também escolher a categoria ou tipologia que pretende consultar, bem como recorrer a outros filtros de pesquisa, como a data de fabrico e a existência ou não de imagem.
Local: Centro Português de Fotografia
Data: 19 de agosto
Hora: 18h00

Oficina de Expressão Plástica
Sobreposições, sombras e transparências são elementos de eleição na obra do artista Fernando Lemos. Vamos explorar tudo isto através de manchas e linhas em várias camadas de papel translúcido.
Inscrições gratuitas e obrigatórias para o email: [email protected]
Local: Centro Português de Fotografia
Data: 20 de agosto
Hora: entre as 17h e as 18h00

FILMES

Três Pais-Galinha
Título Original: It’s For Your Own Good
De: Marc Rothemund
Com: Hilmi Sözer, Heiner Lauterbach, Jürgen Vogel
Género: Comédia
Classificação: M12
Outros dados: 91 minutos
Arthur, Kalle e Yus, três cunhados, que não podiam ser mais diferentes uns dos outros. Mas têm algo em comum: três filhas que estão apaixonadas. Antonia cancelou o seu casamento de conto de fadas porque na verdade está apaixonada por um activista político instável. Luna apaixonou-se por um fotógrafo de nú, antigo colega de faculdade do seu pai. E Sophie falta às aulas para passar tempo com Andi, que tem duvidosas companhias criminosas. Não tendo outra escolha, o improvável trio de pais decide fazer um pacto secreto com um objectivo: despachar os genros! Vão embarcar numa aventura hilariante na qual nenhuma ideia parece louca demais só para se verem livre deles!

O Agente das Sombras
Título Original: Blacklight
De: Mark Williams
Com: Liam Neeson, Aidan Quinn, Taylor John Smith
Género: Ação
Classificação: M12
Outros dados: 104 minutos
Travis Block é um agente secreto do FBI encarregado de retirar agentes infiltrados de situações perigosas, que se vê envolvido numa conspiração letal quando um agente infiltrado começa a questionar as pessoas para quem trabalha. Block não só tem de encontrar o agente, como também descobrir a verdade. Uma verdade que pode até abalar o seu questionável código moral.

Dragon Ball Super: Super Herói
Título Original: Dragon Ball Super: Super Hero aka Doragon boru supa supa hiro
De: Tetsuro Kodama
Género: Animação
Classificação: M12
Outros dados: 100 minutos
O exército Red Ribbon foi destruído por Son Goku… Mas certos indivíduos decidiram levar adiante a sua missão e criaram os androides supremos: Gamma 1 e Gamma 2. Estes dois androides – que se intitulam “super-heróis” – decidem atacar Piccolo e Gohan! Qual será o objetivo do Novo Exército Red Ribbon? Quando o perigo é iminente, é então que desperta o Super-Herói!

Nope
Título Original: Nope
De: Jordan Peele
Com: Daniel Kaluuya, Keke Palmer, Steven Yeun
Género: Thriller
Classificação: M16
Outros dados: 131 minutos
“O que é um mau milagre?” O vencedor de um Óscar® Jordan Peele causou disrupção e redefiniu o género do terror moderno com “Foge” e “Nós”. Agora, Peele reimagina o filme de verão com um novo pesadelo pop: o épico expansivo de terror “Nope”. O filme volta a reunir Peele e o vencedor de um Óscar® Daniel Kaluuya (“Foge”), juntando Keke Palmer (“Ousadas e Golpistas”) e Steven Yeun (“Minari”), no papel de residentes de uma localidade solitária no interior da Califórnia, que testemunham uma espantosa e arrepiante descoberta.

PUB
www.pingodoce.pt/produtos/comida-fresca-takeaway/encomendas/comida-fresca-encomendas-de-natal/?utm_source=cm&utm_medium=cpc&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=natal&utm_campaign=takeawaynatal