Sabor do mês PD - carne

Sugestões 7 Dias

Sugestões 7 Dias

O mês de julho está quase a chegar ao fim, mas ainda existem vários e interessantes eventos dos quais pode desfrutar! Consulte as sugestões da VIVA! e descubra os que mais lhe interessam…

Participe no evento «Música no Jardim do Morro» e vá até aos jardins passar um belo final de tarde. Este sábado, 30 de julho, é o último dia da iniciativa e, por isso, há dose dupla de atuações. Às 18h30, o DJ Pedro Tabuada inicia o seu set e ás 21h30 é a vez de dos Fogo Fogo.

Ainda no dia 30, pode dirigir-se aos jardins da Casa Tait, para um programa fora de portas do Plano B, que conta com a participação dos produtores e DJ Krystal KlearMoullinexXinobi e Nuno Lopes. Num jardim encantado convertido em salão de festas, para todas as idades, abre-se uma janela panorâmica para o Douro, pelas mãos de um Plano B que se abre para a sua cidade com a atmosfera carismática que sempre o definiu. O evento irá decorrer entre as 14h e as 22h. 

CONCERTOS

Emmy Curl
Uma das mais singulares vozes criativas da música em Portugal, Emmy Curl tem traçado um percurso seguro, mas surpreendente, nos últimos 15 anos. Para fechar um ciclo e iniciar outro, a cantora-compositora lançou, a 9 de abril, um “best of” ao qual deu o título de 15 Years. Com os olhos postos no futuro, Emmy Curl aponta já a um novo disco, no qual se propõe explorar as suas raízes transmontanas. “Após a minha primeira mudança de país para a Dinamarca, a pandemia, a gravidez, a prematuridade do parto em tempos de isolamento e o regresso a Portugal para viver no Funchal, decidi que a minha carreira merecia um novo capítulo”, escreve Catarina Miranda, nome de baptismo da cantora. Enquanto esse futuro não se torna presente, Emmy Curl mostra-nos o melhor do seu passado, em canções inspiradas que vão da folk à dream pop, passando pela electrónica.
Local: Casa da Música
Data: 29 de julho
Hora: 22h00

Manuela Azevedo & Orquestra Jazz de Matosinhos
A big band matosinhense vai actuar ao lado de Manuela Azevedo, vocalista dos Clã, revisitando temas de Tom Waits, Beatles, Elvis Costello, Chico Buarque, Serge Gainsbourg e Queens Of The Stone Age, entre outros. Com arranjos originais para orquestra, as canções ganham uma nova vida e surpreendem na interpretação de Manuela Azevedo.
Local: Praça Guilhermina Suggia /Matosinhos
Data: 29 de julho
Hora: 22h00

GNR e Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música
Os GNR em versão sinfónica. Um dos mais valiosos patrimónios do pop/rock nacional é revisitado com novos arranjos de Telmo Marques – um músico que conhece como poucos aquele repertório, sendo autor de vários arranjos da discografia da banda. Rui Reininho, Toli César Machado e Jorge Romão escreveram páginas inesquecíveis da música que nos levou através dos anos 80 e 90, conquistaram o público sem deixar de o desafiar, e foram a primeira banda portuguesa a encher estádios de futebol. Juntam-se agora à Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música para levar a palco canções que se tornaram autênticos clássicos, logo quando foram lançadas, como “Vídeo Maria”, “Pronúncia do Norte”, “Morte ao Sol”, “Efectivamente”, “Dunas” e “Sangue Oculto”, entre outras. Um concerto em modo de celebração, inserido no festival Matosinhos em Jazz 2022. Abel Pereira na direcção musical.
Local: Praça Guilhermina Suggia/Matosinhos
Data: 30 de julho
Hora: 22h00

A Garota Não
A Garota Não apresenta o segundo disco de originais, “ 2 de Abril”. 2 de Abril é a data que decreta a Constituição da República Portuguesa e o nome do bairro setubalense, onde Cátia Mazzari Oliveira, A garota não, nasceu e cresceu. Nas palavras da cantautora: “este disco é uma viagem pela memória. É uma viagem pela amizade e pelos desencontros que semeiam valor, e sobretudo é uma viagem de busca pelo amor. Porque a música tem esta capacidade de me auxiliar no entendimento das coisas, de me fazer acreditar que as revoluções que nos mudam para melhor, podem mesmo acontecer. É um álbum longo: de fotografias e de canções. Temperado com vontade, comoção, repulsa, cansaço e aquela dose de angústia de onde se arrancam os temas mais doridos. E depois serenidade. E depois alegria. E no fim disto tudo, uma grande gratidão.”
Local: Coliseu do Porto
Data: 31 de julho
Hora: 18h00

Bárbara Bandeira
Bárbara nasceu em Azeitão, Portugal, no ano de 2001. Recentemente, lançou a nova música “Onde Vais” com a participação especial da artista Carminho. Em 2017, a sua música “És Tu” fez parte da banda sonora da novela da SIC, “Espelho d’Água” e em 2017, lançou o seu single “A Última Carta”.
Em 2017 ganhou o Globo de Ouro para Revelação do Ano e em 2021, foi jurada convidada no programa da TVI “All Together Now”.
Em 2011 foi uma das concorrentes do programa “Uma Canção para Ti” da TVI. Em 2014 participou no “The Voice Kids” onde integrou a equipa do mentor Anselmo Ralph. Durante esse período tornou-se extremamente popular através de redes sociais como o Twitter e principalmente o Instagram, que contribuíram para a popularidade que viria a ter posteriormente a nível musical.
Local: Leça da Palmeira, junto à Igreja Matriz
Data: 31 de julho
Hora: 22h00

Clarice Assad Trio
O Porto Pianofest orgulha-se de apresentar, pela primeira vez em Portugal, o Clarice Assad Trio. Fundado pela célebre artista Clarice Assad e completado pelos fenomenais Keita Ogawa (percussionista) e João Luiz Rezende (guitarrista), todos eles músicos de renome internacional e vencedores de Prémios Grammy, este grupo enérgico e ousado tem ganho uma crescente reputação internacional. Com um repertório emocionante e variado de fusão entre música clássica, jazz, vanguarda, MBP e world music, o trio tem percorrido os principais palcos e festivais de jazz do mundo. Entre os artistas convidados especiais que tocaram com o trio incluem-se o clarinetista Paquito D’Rivera, a cantora japonesa Hiromi Suda, o bandolinista Mike Marshall e o grupo Choro Famoso.Local: Casa da Música
Data: 1 de agosto
Hora: 19h30

Ana Pinhal
Considerada uma das vozes do fado em ascensão, Ana Pinhal fundou com Francisco Almeida (guitarra flamenca) o projecto que cruza o fado e o flamenco, Fado Violado, e com o qual lançou o disco A Jangada de Pedra (2015). Integrou a banda BoiteZuleika, foi fadista residente na Casa da Mariquinhas e na Taberna Real Fado (Porto) e actualmente faz parte do grupo Fado In Porto, nas Caves Calém (Vila Nova de Gaia).  Apresentou-se em Portugal, Espanha, França, Holanda, Roménia, Bulgária, Hungria e Índia. Na Sala 2, faz-se acompanhar por André Teixeira (viola de fado) e João Martins (guitarra portuguesa) para percorrer grandes poetas — como António Botto, José Régio, Ary dos Santos e muitos outros — que viram as suas criações transformadas em canções.
Local: Casa da Música
Data: 3 de agosto
Hora: 18h00

António Laranjeira
Ao longo dos anos, António Laranjeira tem-se afirmado como um talentoso fadista e a sua poesia tem sido cantada por vozes como as de Beatriz da Conceição e Ana Moura. As mais famosas casas de fado, como o Marquês da Sé e Senhor Vinho em Lisboa, têm-se rendido à sua voz, apresentando-se agora frequentemente no Restaurante O Fado (Porto). Foi uma das vozes marcantes do musical Amália de Filipe La Féria. O seu último trabalho editado, Luz, representou “a celebração da vida, do amor e da esperança em dias melhores”. Em formato de trio, apresenta na Sala 2 vários temas originais deste último trabalho mas também grandes clássicos do fado de Fernando Tordo/Paulo de Carvalho, Alfredo Marceneiro, Artur Ribeiro, entre muitos outros.
Local: Casa da Música
Data: 4 de agosto
Hora: 18h00

EXPOSIÇÕES

Corpos Modernos do Palco
“Corpos Modernos do Palco (Fotografia de Silva Nogueira 1920-1930) reúne um conjunto de retratos de atores portugueses fotografados por Silva Nogueira e pertencentes ao acervo do Museu Nacional do Teatro e da Dança num período que vai do início da década de 1920 até aos primeiros anos da de 1930. Estas imagens que representam a afirmação de uma tripla modernidade. Em primeiro lugar testemunham uma profunda mudança estética no retrato, incorporando traços do cinematógrafo, em particular o grande plano. Em segundo lugar testemunham uma transformação do teatro nacional, quer no teatro de repertório quer na Revista à Portuguesa, começando a sentir-se, de forma cada vez mais evidente, a influência do cosmopolitismo das grandes capitais. Em terceiro lugar, a sua ampla disseminação através dos novos magazines ilustrados perfeitamente integradas na paginação inovadora desses magazines fê-las chegar a faixas cada vez maiores de público dando azo a uma marcante mudança para um gosto modernista.”
Local: Centro Português de Fotografia
Data: até 21 de agosto

Na estrada do Surrealismo – Fernando Lemos
Fernando Lemos, nasceu a 3 de maio de 1926 em Lisboa, mas com apenas 26 anos parte para o Brasil, onde acaba por adquirir a nacionalidade. Destaca-se como fotógrafo, contudo, o seu percurso passou pela pintura, desenho, design gráfico e industrial e, também, pela poesia e ensino. Inicia o seu trabalho fotográfico em 1949, com a primeira fotografia tirada a partir da janela do quarto onde nasceu, mostrando os telhados de Lisboa.
O seu trabalho de fotografia destaca-se na história do Surrealismo, sendo premiado em 2001 com o Prémio Nacional de Fotografia. Volvidos cerca de 70 anos da captação destes registos (datados entre 1949 e 1952), apresentamos nesta mostra, intitulada «Na estrada do surrealismo – Fernando Lemos», 123 fotografias, que nos transportam para a liberdade e automatismo do surrealismo, onde todas as compreensões do real se alteravam.
Local: Centro Português de Fotografia
Data: até 30 de outubro

Arte dos Cogumelos
A Arte dos Cogumelos procura demonstrar como podem arte e ciência, natureza e humanidade coexistir numa inspiradora simbiose. Na sua conferência de 2014 “Deep in Admiration”, Ursula K. Le Guin sugeriu que a arte, a poesia e a cultura visual poderiam ajudar a repensar a maneira como vemos a natureza.Os trabalhos patentes na exposição abordam 3 diferentes temáticas que procuram conectar a arte e a ciência.
Local: Serralves
Data: até 31 de dezembro

Chegar sem partir
Rui Chafes (Lisboa, 1966) e o Museu de Serralves apresentam «Chegar sem partir», uma grande exposição que se estende do interior do edifício aos jardins exteriores do museu, que servem como inspiração e cenário para uma reflexão sobre a diversidade da sua prática escultórica. Com curadoria de Philippe Vergne e Inês Grosso e planeada em estreito diálogo com o artista, esta mostra cobre mais de três décadas de atividade e convida-nos a revisitar momentos marcantes do percurso de um dos mais relevantes escultores da atualidade.
Local: Serralves
Data: até 26 de fevereiro de 2023

ESPETÁCULOS

Ucrânia Palco Livre – Cinco Estações
No fecho da temporada 2021-2022, cedemos o palco a Cinco Estações, apresentações públicas de projetos desenvolvidos no âmbito de Ucrânia – Palco Livre, um programa do Teatro Nacional São João dirigido a artistas de teatro e profissionais da cultura ucranianos que, no contexto da guerra e da crise humanitária, se instalaram em Portugal. Palco Livre já envolveu a atribuição de bolsas de criação artística a 11 profissionais, permitindo a artistas de várias disciplinas – teatro, dança, música, vídeo, fotografia – retomar a atividade no quadro da programação do São João e do seu Centro Educativo. Em A Minha Mãe Está Doente, a partir de Através da Pele, da dramaturga ucraniana Natalia Blok, a encenadora Svitlana Gordiienko, as atrizes Margarita Didenko e Victoria Mushtey e o videógrafo nickmotion (Mykyta Kyrychenko) apresentam um breve ensaio sobre os efeitos subcutâneos da guerra e do que vier depois. Daria Zhuravel convocou os participantes do projeto para verterem na curta-metragem Postal cenas do processo interior de superação da experiência traumática que os une, e a pianista Iryna Kudielina interpreta obras dos compositores ucranianos Mark Karminsky, Valentyn Silvestrov e Olena Antonik. O programa completa-se no foyer do Teatro Carlos Alberto com Palco Livre: Crónicas, uma projeção de fotografias de Ira Marconi, e com Vidpunkto, um projeto de videodança de Daria Yeremenko.
Local: Teatro Carlos Alberto
Data: 31 de julho
Hora: 16h00

Uma hora com Fernando Pessoa, com Nuno Henriques
“Uma Hora Com Fernando Pessoa” é um espetáculo poético e artístico, que se baseia numa abordagem dinâmica e interativa da poesia portuguesa, com uma estética acessível a todo o género de público, do estudantil ao intelectual, do popular ao erudito.
Entre a informalidade e o contacto direto com o público, criam-se momentos de proximidade únicos nesta viagem com Fernando Pessoa, tendo ao lema o diseur anfitrião Nuno Miguel Henriques, numa verdadeira trajetória linguística entre o poeta e os seus heterónimos, introduzindo-se notas biográficas, recitando-se e conversando-se sobre curiosidades e diversas referências históricas e culturais.
O evento, além da palavra interpretada com Arte de Dizer, é ilustrado por imagens, sons e apontamentos cénicos, num momento de compressão e apetência por toda a obra Pessoana, de forma peculiar e original.
Local: Coliseu do Porto
Data: 31 de julho
Hora: 19h00

OUTROS EVENTOS

Leça Chess Open
O torneio insere-se no âmbito das comemorações do 50.º aniversário do Grupo Desportivo de Basquete de Leça – GDBL. Trata-se dum evento que integra o Circuito Nacional “Portugal Chess Tour” promovido pela Federação Portuguesa de Xadrez. O LEÇA CHESS OPEN é organizado pelo GDBL e conta com o apoio da Câmara Municipal de Matosinhos, da Matosinhos Sport, da Federação Portuguesa de Xadrez.
Local: Pavilhão Municipal de Leça da Palmeira
Data: de 31 de julho a 5 de agosto

FILMES

Perigo em Alto Mar
Título Original: Shark Bait
De: James Nunn
Com: Holly Earl, Jack Trueman, Catherine Hannay
Género: Ação
Classificação: M14
Outros dados: 87 minutos
Durante as férias da Páscoa, um grupo de amigos junta-se para a viagem de uma vida nas incríveis praias do México. Depois de uma noite de festa, roubam duas motas de água e começam uma corrida que mudará as suas vidas para sempre. Demasiada confiança e más decisões levam a um acidente terrível. Perdidos e a quilómetros da praia, o verdadeiro terror começa quando o grupo se apercebe que foi levado para águas infestadas de tubarões. Sem forma de voltar para terra, e com um amigo gravemente ferido, o grupo tenta sobreviver aos predadores que os perseguem debaixo de água.

O Pugilista
Título Original: Prizefighter: The Life of Jem Belcher
De: Daniel Graham
Com: Matt Hookings, Russell Crowe, Ray Winstone
Género:  Drama
Classificação: M14
Outros dados: 107 minutos
Jem Belcher transformou o pugilismo primitivo num desporto de reis. Crescendo na rua, descobriu a dura realidade vendo o seu célebre avô, que destruía todos à sua volta com a sua violência e o seu vício. Foi Bill Warr, treinador e figura paterna, quem ensinou disciplina e a bela ciência do boxe a Jem. Bill convenceu-o de que podia ser o melhor lutador do mundo, e o que se seguiu foi a ascensão do mais jovem campeão de sempre de Inglaterra. Jem dominou os primeiros combates com o seu talento, a sua velocidade e a sua abordagem científica, tornando-se rapidamente campeão de Inglaterra. Era um talento nato a transbordar de charme, estilo e graciosidade. Ao ganhar todos os combates, a sua vida mudou drasticamente, da pobreza nas ruas de Bristol à socialização na alta sociedade londrina.

O Livro do Amor
Título Original: Book of Love
De: Analeine Cal y Mayor
Com: Sam Claflin, Verónica Echegui, Fernando Becerril
Género: Comédia, Romance
Classificação: M12
Outros dados: 106 minutos
O romance do escritor inglês Henry – um jovem tenso e mal sucedido – é um desastre de vendas. Mas quando o livro de repente se torna um surpreendente sucesso no México, a sua publicista insiste que ele viaje até lá para uma digressão promocional. À chegada, muito baralhado, Henry descobre a razão da popularidade do seu romance: a tradutora mexicana, María, reescreveu o seu enfadonho livro como um escaldante romance erótico. Henry, furioso, e María, hesitante, têm de viajar juntos numa digressão para promover o livro no México. À medida que ânimos e faíscas voam pelos ares, os dois começam a descobrir o amor e o desejo, apesar da relutância mútua.

Margrete – Rainha do Norte
Título Original: Margrete: Queen of the North
De: Charlotte Sieling
Com: Trine Dyrholm, Søren Malling, Morten Hee Andersen
Género:  Drama
Classificação: M14
Outros dados: 120 minutos
O ano é 1402.
Margrete conseguiu o que nenhum homem conseguiu antes: reuniu Dinamarca, Noruega e Suécia numa união orientada para a paz, que lidera sozinha através de Erik, o seu filho adotivo. Com a união, no entanto, ameaçada por inimigos, Margrete planeia um casamento entre Erik e uma princesa inglesa. Uma aliança com Inglaterra poderá assegurar o estatuto da união como uma potência europeia emergente, mas uma conspiração assombrosa pode destruir Margrete e tudo em que acredita.

DC Liga dos Super-Pets
Título Original: DC League of Super-Pets
De: Jared Stern, Sam Levine
Com: Quimbé, Pedro Bargado, Bárbara Lourenço
Género: Animação
Classificação: M6
Outros dados: 106 minutos
Krypto (o Super-Cão) e Super-Homem são amigos inseparáveis, que partilham os mesmos superpoderes e lutam em Metropolis lado a lado. Quando o Super-Homem e o resto da Liga da Justiça são raptados, Krypto convence os animais abandonados de um canil – Ace o cão de caça, PB a porca, Merton a tartaruga e Chip o esquilo – a dominarem os seus recém-adquiridos superpoderes e ajudá-lo a salvar os super-heróis em apuros.

Cerco Americano
Título Original:  American Siege
De: Edward Drake
Com: Timothy V. Murphy, Bruce Willis, Johnny Messner
Género: Ação
Classificação: Pendente
Outros dados: 91 minutos
O reformado xerife Ben Watts guarda os segredos dos moradores ricos de Fitzgerald, uma pacata cidade esquecida, no sul da Geórgia. Quando três fugitivos invadem a casa de John Keats, um proeminente médico da cidade, e o fazem refém dentro da sua própria casa à beira do lago, o xerife Watts é chamado ao local para assegurar-se da situação antes da chegada do FBI. Numa corrida contra o tempo, o presidente da cidade Charles Routledge pressiona o xerife a lançar um ataque aos sequestradores, mas o xerife Watts percebe que afinal o Dr. Keats está no centro da conspiração em torno dos moradores desaparecidos da cidade. À medida que a lealdade do xerife é testada, Charles Routledge convoca um ex-soldado do exército, Silas, para eliminar todas as testemunhas.

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/diga-ola-ao-verao-com-a-sabe-bem/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=sabebem&utm_campaign=sabebem