PUB
Recheio 2024 Profissional

STCP regista aumento de passageiros no primeiro trimestre do ano

STCP regista aumento de passageiros no primeiro trimestre do ano

No primeiro trimestre do ano, a Sociedade de Transportes Colectivos do Porto (STCP) registou um “crescimento constante” dos níveis de procura no modo autocarro e no modo carro elétrico, atingindo 84% da procura em comparação com o mesmo período do ano de 2019, em que ainda não havia sinais de pandemia.

A informação foi avançada pela empresa, que destaca que no modo autocarro janeiro representou “77% da procura do mesmo mês de 2019”. Fevereiro, por sua vez, “assumiu 83% e março atingiu os 92%, na mesma análise comparativa”.

No que respeita ao número de passageiros transportados, janeiro registou 4,7 milhões, em comparação com os 6,1 milhões de 2019, fevereiro 4,9 milhões, em comparação com 5,9 e, por último, março registou 5,9 milhões, enquanto, em 2019, havia registado 6,4 milhões. No total a STCP transportou, nos três primeiros meses do ano, 15,5 milhões de passageiros. Em igual período de 2019, registavam-se 18,4 milhões de passageiros transportados.

“Em termos de máximos diários, importa destacar o dia 18 de março de 2022 com 242 mil passageiros, que se evidenciou como o maior número alcançado desde o início da pandemia”, lê-se na nota divulgada.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Em relação às linhas de elétricos históricos da cidade do Porto, os aumentos de procura são “ainda mais expressivos”. Perante os números obtidos no primeiro trimestre de 2019, “janeiro do presente ano representa 35% dos passageiros do período homólogo, fevereiro 61% e março 78%”.

“A procura do primeiro trimestre relativa ao modo carro elétrico, em termos acumulados, é de 61% dos passageiros transportados, no mesmo período, no ano de 2019”, resume a STCP.

Ainda de acordo com informação avançada pela empresa, os anos de 2020 e 2021 “são considerados anos de exceção”, pelo que “não podem ser comparáveis em termos de níveis de procura, devido à situação de pandemia em que o país se encontrava e aos diversos condicionalismos inerentes”.

PUBLICIDADE

PUB
PD-Bairro Feliz