CIN - Branco Perfeito

“Sons no Património” arranca esta terça-feira no Grande Porto

O «Sons no Património» vai viajar por locais únicos do país até dia 28 de outubro, para celebrar a riqueza e diversidade do Património Cultural de cada território e a sua comunidade através da música.

“Este ciclo de concertos que propõe a música como veículo de aproximação das populações aos lugares patrimoniais teve início em 2018 e vem gerando encontros inesperados, intimistas e irrepetíveis entre os visitantes, o património, as comunidades e alguns dos melhores nomes da música feita no nosso país”, explica Eduardo Vítor Rodrigues, presidente do Conselho Metropolitano do Porto.

A iniciativa, de entrada livre, arranca esta terça-feira, pelas 21h30, na Igreja de São Pedro Fins, na Maia, com um concerto do violinista e multi-instrumentista, Samuel Martins Coelho.

A carreira de Samuel passou – até ao momento – por diversos projetos e participações, seja como músico ou compositor. Em 2019 mostrou vontade de criar em nome próprio e editar um álbum a solo – «Partita Para Violino Solo».

Candura, controlo e gentileza são características do seu segundo álbum a solo, intitulado «Cura», que descrevem também “a reunião simbiótica que conduz entre jazz, clássica/contemporânea e folk/country”.

O evento, promovido pela Área Metropolitana do Porto, segue para Matosinhos, dia 7, com a atuação de Lavoisier & Carlos Bica, pelas 19h00. No dia 9, é a vez de Vila Nova de Gaia, receber o «Sons no Património», com a atuação de «A Garota Não», às 18h; no Porto os «Azar Azar» atuam no dia 22, pelas 15h, e no mesmo dia, em Gondomar, Valter Lobo, sobe ao palco às 18h30.

PUB
www.pingodoce.pt/produtos/comida-fresca-takeaway/encomendas/comida-fresca-encomendas-de-natal/?utm_source=cm&utm_medium=cpc&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=natal&utm_campaign=takeawaynatal