PUB
Philips S9000

SexLab da UPorto recruta voluntários para estudar disfunção erétil

SexLab da UPorto recruta voluntários para estudar disfunção erétil

Em declarações à Lusa, o responsável do laboratório e coordenador dos estudos, Pedro Nobre, explicou que “o público-alvo serão homens adultos com mais de 18 anos e menos de 50 e que tenham dificuldade de ereção por razões psicológicas”. Os dois estudos, que arrancam no Dia Europeu da Saúde Sexual e também no Dia de São Valentim, serão financiados pela Fundação para a Ciência e Tecnologia.
De acordo com Pedro Nobre, haverá um estudo laboratorial destinado a analisar “a resposta sexual fisiológica”, através da medida da alteração na circunferência do pénis durante a visualização de estímulos sexuais, estando asseguradas as condições de anonimato dos participantes. “Ao mesmo tempo avaliamos a resposta subjetiva, ou seja, a avaliação que as pessoas fazem da sua própria resposta sexual”, referiu o investigador. O segundo estudo visa “testar a eficácia” de um protocolo de tratamento psicológico da disfunção erétil que, à luz de uma investigação desenvolvida pelo SexLab em 2012, afeta cerca de 10% da população masculina do país.
A participação nas investigações do SexLab não envolve qualquer custo para o voluntário, que receberá tratamento psicológico gratuito durante três meses, com uma avaliação efetuada no início, durante e no final da intervenção. Os interessados poderão contactar a equipa de estudiosos através do endereço de email [email protected].

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/uma-pascoa-saborosa-com-a-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=0324-sabebem78&utm_campaign=sabebem