PUB
Recheio 2024 Profissional

Sessões diárias do Cinema Trindade arrancam esta quinta-feira

Sessões diárias do Cinema Trindade arrancam esta quinta-feira

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
As sessões regulares estão de volta ao Cinema Trindade, na baixa da cidade do Porto, a partir desta quinta-feira, às 19h, numa sessão especial do filme brasileiro “Mãe Só Há Uma” que contará com a presença do presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira.

As sessões diárias no histórico cinema portuense arrancam esta quinta-feira, com a apresentação de “Mãe Só Há Uma“, da brasileira Anna Muylaert. O filme conta a história de Pierre, um jovem que descobre que a sua mãe não é, na realidade, a sua mãe biológica. Esta reviravolta dramática também inclui a descoberta do jovem da sua própria identidade sexual.
O dia de arranque da programação regular conta ainda com as projeções de dois outros filmes: “Boi Neon”, de Gabriel Mascaro, de 2015, e “O Ornitólogo”, de João Pedro Rodrigues, de 2016.
Américo Santos, fundador da distribuidora Nitrato e atual responsável pelo Trindade, disse ao JPN que serão seis sessões diárias, podendo o número variar dependendo da duração de cada filme.
O responsável sublinha a preferência por cinema de autor: “O Trindade será sempre uma sala vocacionada para privilegiar o cinema de autor, isso está muito claro”. Será dada especial atenção às estreias nacionais, sendo a primeira já nesta sexta-feira. Com hora marcada para as 18h30 e 21h20, estão confirmadas duas sessões dedicadas a “Toni Erdmann“, um nomeado para Óscar que acaba de chegar a Portugal. Dirigido por Maren Ade, será o representante alemão na corrida ao Óscar e retrata a relação muito peculiar entre uma filha e um pai, com humor e drama à mistura.
Para além da exibição de filmes, o Trindade “terá sempre que possível sessões especiais, dentro da área de cinema de autor, com sessões únicas, com filmes comentados, apresentados e muitas vezes seguidos de debate”, revelou Américo Santos ao JPN.
Assim, ao longo deste mês, o Cinema Trindade vai receber um ciclo intitulado “Inéditos no Porto”, em que se exibirão, entre outros, os filmes “Mate-me Por Favor”, de Anita Rocha da Silveira, “A Vida Privada dos Hipopótamos”, de Maíra Bühler e Matias Mariani, “Cabelo Rebelde”, de Mariana Rondón, ou “As Acácias”, de Pablo Giorgelli.
O ciclo vai contar também com o filme póstumo de Eduardo Coutinho, “Últimas Conversas”, com apresentação de Jorge Campos.
O Cinema Trindade vai exibir ainda, em fevereiro,  “Silêncio”, de Martin Scorsese, e “Moonlight”, de Barry Jenkins.

PUBLICIDADE