PUB
Recheio 2024 Institucional

Serralves recebe primeira exposição em Portugal de Tarek Atoui

Serralves recebe primeira exposição em Portugal de Tarek Atoui

A partir da próxima quinta-feira, 24 de fevereiro, o Museu e o Parque de Serralves serão palco da primeira exposição em Portugal do artista Tarek Atoui. Intitulada “Waters’ Witness O Testemunho das Águas”, a exposição pode ser visitada até ao dia 28 de agosto.

Na sua página oficial, a Fundação de Serralves explica que a exposição representa parte do projeto I/E, em curso desde 2015, no qual o artista e compositor eletroacústico regista “os sons de cidades portuárias — Atenas, Abu Dhabi, Singapura, Beirute ou o Porto -, gravando as atividades industriais, humanas e ecológicas dos seus portos”.

Ao trabalhar em parceria com Eric La Casa, artista e especialista em gravação de som, escutam os sons abaixo da superfície do mar ou dentro de materiais como metal, pedra e madeira.

Em “Waters’ Witness”, as gravações áudio dos portos de mar de Atenas, Abu Dhabi e Porto são reproduzidas através de materiais escolhidos para cada uma das localizações: blocos de mármore de Atenas, vigas de aço de Abu Dhabi e estruturas de madeira que albergam composto, vermes e material orgânico, especificamente produzidas para a apresentação em Serralves, descreve ainda a nota divulgada.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

De acordo com a Fundação, o trabalho com material orgânico em decomposição conduz a exposição numa “direção até agora inédita”, ou seja, “uma ecologia acústica que recebe e perpetua sons residuais através das fronteiras audíveis de um mundo em fluxo”. A paisagem sonora “estende-se da sala central do Museu até ao Parque sob a forma de constelações sonoras, plataformas e sistemas de som, ativados ao longo de todo o período de permanência da exposição em performances programadas, workshops colaborativos e oficinas educativas”.

A exposição do artista e compositor eletroacústico Tarek Atoui resulta de uma uma produção do Museum Fridericianum, na Alemanha, da Fundação de Serralves e do Musée d’Art Moderne Grand-Duc Jean, no Luxemburgo, em estreita colaboração com o artista.

“Waters’ Witness O Testemunho das Águas” chega a Serralves com curadoria de Filipa Loureiro o apoio da Galeria Chantal Croussel, em Paris.

PUBLICIDADE

PUB
Pingo Doce- Revista Sabe Bem