PUB
Recheio 2024 Institucional

Serralves expõe trabalhos da polaca Monika Sosnowska

Serralves expõe trabalhos da polaca Monika Sosnowska

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
Intitulada “Arquitetonização”, a primeira exposição em Portugal dedicada à obra da artista apresenta um conjunto de peças que dialogam com a arquitetura do Museu de Serralves.

A exposição, que abre as portas na sexta-feira, inclui trabalhos realizados entre 2003 e a atualidade, como “Entrance” (“Entrada”), a obra mais antiga em mostra, que consiste num corredor com seis metros de comprimento e seis pares de portas pelo meio, que remete para “a literatura kafkiana ou a personagem fictícia Alice no País das Maravilhas”.
Para a diretora do Museu de Serralves, Suzanne Cotter, que foi também curadora de “Arquitetonização”, a obra de Sosnowska representa um “relacionamento e um uso da linguagem da arquitetura”, acrescentando que os trabalhos da artista incidem “sobre transição, a passagem do tempo e que valores se transformam” durante esse período.
Exemplo disso é a peça “Stairway” (“Escadas”), uma escadaria de aço e plástico, distorcida e deformada, ainda que mantendo a sua forma de maneira a ser reconhecida.
Durante uma visita ao espaço, Monika Sosnowska disse aos jornalistas que as peças são construídas de raiz como “potencialmente funcionais”, e que depois são transformadas, fazendo algo que a artista equipara a uma “reciclagem de estilo, de ideia, algo mais espiritual do que o objeto”.
Entre as peças apresentadas na mostra, destaque ainda para “Antechamber” (“Antecâmara”), que funciona como labirinto, e “Hole” (“Buraco”), um buraco literal no teto do Museu de Serralves, com vários pedaços no chão.
A exposição abre ao público na sexta-feira, sendo que a inauguração oficial será no dia 27. A mostra poderá ser visitada até ao dia 31 de maio.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile