Santander Escolhas 1

Seis dos países mais pequenos do mundo

Seis dos países mais pequenos do mundo

Portugal, dada a sua dimensão, é considerado por muitos um país pequeno, sendo típica a expressão de que “fica num cantinho à beira mar plantado”.

Esta ideia de que o território lusitano está numa posição da Europa menos favorável e, sendo confundido muitas vezes, como parte de Espanha, faz crer que Portugal se trata realmente de um país menor. No entanto, quando comparado com outros, bem mais pequenos, acaba por ficar provado que não é verdade.

A VIVA selecionou, para seu conhecimento, alguns dos países mais pequenos do mundo, que poderiam facilmente ser considerados ou confundidos com cidades. Confira de seguida e saiba o que pode visitar em cada um.

Foto: IATI Seguros

São Marino
Localizado nos Apeninos de Itália e a 10 quilómetros do mar Adriático, tem uma área de 61 quilômetros quadrados e cerca de 30 mil habitantes. No centro histórico é possível visitar a Basílica di San Marino e o Palazzo Pubblico (edifício governamental do país), que se trata de uma versão em pequena escala do Palazzo Vecchio de Florença.
Este país conquista também os turistas pelo seu aspeto medieval, monumentos, como o Castelo Della Cesta e pelas suas paisagens montanhosas.
Durante o ano existem vários festivais onde a Idade Média é o tema central e a cidade é usada como cenário «perfeito». Já no inverno há muitas atividades divertidas e até um grande mercado de Natal.

Foto: Instagram Visit Faroe Island

Ilhas Faroé
As Ilhas Faroé são um território autônomo da Dinamarca, localizado no Atlântico Norte entre a Escócia e a Islândia. O arquipélago é formado por 18 ilhas, umas de maior dimensão do que outras, que abrigam cerca de 50 mil pessoas. Na ilha maior, encontra-se a capital, Tórshavn, com 16 mil habitantes.
Este é o local ideal para explorar e estar em sintonia com a natureza. Aqueles que decidirem ir até estas ilhas poderão fazer vários trilhos, observar baleias, sair em expedições de pesca e desfrutar da calma, sossego e do cantar dos pássaros.

Foto: Instagram Visit Malta

Malta
Malta é um dos países mais pequenos da Europa, tendo 316 km² e aproximadamente 500 mil habitantes. É conhecida maioritariamente pelas suas praias, destacando-se também a riqueza histórica e arquitetónica, numa mistura de estilos, dificilmente encontrados em outro local da Europa. Assim, as pessoas que visitarem o país terão a oportunidade de nadar nas águas cristalinas, aproveitar o sol na areia branca e conhecer as diferentes igrejas, palácios, fortalezas, e museus.

Foto: Instagram Visit Barbados

Antigua e Barbados
Antigua e Barbados é um país localizado na região oriental do Mar das Caraíbas e é constituído pelas ilhas de Antigua, Barbados e Redonda (pequena ilha desabitada). O país ocupa uma área de cerca de 442 km2 e conta com uma população estimada em 89 mil habitantes. A capital é Saint John’s na ilha de Antigua.
O clima é quente quase todo o ano, com temperaturas que oscilam entre 24º e 30º C durante o dia, podendo descer até 20º C à noite. Os meses mais quentes tendem a ser julho e agosto.
Neste pequeno arquipélago no Mar das Caraíbas é possível desfrutar das várias praias de areia branca, águas límpidas, amplas baías e recifes de coral.

Foto: Instagram its.kevin.on.earth

Mónaco
O Mónaco é conhecido pelo facto de se tratar de um país muito rico, apesar da sua dimensão. No total, são 2 quilómetros quadrados, onde habitam cerca de 39 mil pessoas. A praia de Larvotto e o casino de Monte Carlo são as principais atrações, ainda que seja possível visitar também a Ópera, o Museu Oceanográfico, a coleção de carros do príncipe do Mônaco e o Porto Hércules.
Os turistas que visitarem este país irão poder observar o estilo luxuoso dos habitantes, os seus carros «topo de gama» e infraestruturas «magnificas».

Foto: Instagram Andorra World

Andorra
Com cerca de 77 mil habitantes e 468 quilómetros quadrados, é a sexta nação mais pequena da Europa. Localizado entre a França e Espanha é conhecido principalmente por ser um destino de neve e a prática de desportos de inverno.
Assim, no verão, as caminhadas e passeios ao ar livre predominam entre as atividades e no inverno, os milhares de visitantes chegam a Andorra para esquiar, uma vez que o país é detentor do maior complexo de ski do sul da Europa.
Contudo, poderão ainda relaxar nos spas de águas termais, visitar museus e igrejas, bem como fazer algumas compras de produtos locais e artesanais.

Foto de entrada: Instagram Visit Malta

PUB
www.youtube.com/watch?v=sGBN85XLjXI/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_campaign=natal