PUB
Recheio 2024 Institucional

São João no Porto não vai ter concertos nem fogo-de-artifício

São João no Porto não vai ter concertos nem fogo-de-artifício

A poucos dias do São João, uma das celebrações mais emblemáticas da cidade do Porto, o presidente da Câmara Municipal levantou o véu sobre como poderão ser os festejos da festa, num ano novamente atípico, devido à pandemia de covid-19. 

“Aquilo que a Câmara permitiu, com o parecer das autoridades de saúde, foram três zonas de diversões, onde as pessoas podem ir em condições consideradas de total segurança por parte da Direção-Geral da Saúde”, adiantou Rui Moreira, realçando que, contudo, “não vai haver concertos na avenida nem fogo-de-artifício”. 

O autarca acredita que estas medidas “para a indústria dos divertimentos”, que “há um ano e meio que não fatura um tostão”, e também para as famílias, sejam as que “têm crianças e as querem levar [ao São João]” ou só para aqueles que querem “comer uma fartura”. 

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

“São João haverá sempre. Na noite de 23 para 24 [de junho] é São João no Porto”, reforçou, citado pela Agência Lusa. 

A propósito do comportamento dos cidadãos durante os festejos do santo popular, Rui Moreira disse não conseguir prever qual será. “Como é que as pessoas vão andar? Não faço ideia. E quando houver ajuntamentos? Se é a PSP que tem de intervir, que intervenha”, afirmou ainda, acrescentando que acredita que, ao contrário do que aconteceu no ano passado, em que a maioria das pessoas ficou em casa, este ano “vai haver mais pessoas na rua”. 

De referir que, de acordo com informação avançada pelo Jornal de Notícias, os parques de diversões temporários estão situados nas Fontainhas, na rotunda da Boavista e em Lordelo do Ouro com lotação limitada, máscara obrigatória e medição de temperatura à entrada. 

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile