PUB
Junta da Galiza

Santo Tirso quer estender a oferta de refeições escolares ao período do lanche

Santo Tirso quer estender a oferta de refeições escolares ao período do lanche
A partir do próximo ano, a autarquia tirsense quer oferecer também lanches às crianças entre os três e os 10 anos.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

A autarquia tirsense pretende alargar a oferta de refeições escolares ao período do lanche em 2015, no âmbito de um projeto que envolve quase três mil alunos do 1.º ciclo e pré-escolar do concelho. De esclarecer que, atualmente, as escolas que são da responsabilidade da autarquia têm um serviço de refeições escolares que está concessionado. No próximo ano, a câmara pretende servir também lanches às crianças entre os três e os 10 anos de idade.
Segundo defendeu o presidente da autarquia, Joaquim Couto, será uma estratégia “vantajosa em termos de uniformização do processo educativo, pois todas as crianças terão acesso a lanches e todos iguais”. Em princípio, serão aplicados os critérios determinados pela Segurança Social quanto à comparticipação, por escalões, do preço dos lanches. O autarca não revelou se o serviço estará concessionado à mesma empresa que serve as refeições escolares atualmente. “Poderá ser a mesma empresa a ficar em definitivo com o serviço de refeições, mas isso está em estudo. Quanto às refeições temos o concurso para o serviço após 31 de dezembro a decorrer e confiança que ficará tudo pronto atempadamente”, defendeu.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/uma-pascoa-saborosa-com-a-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=0324-sabebem78&utm_campaign=sabebem