PUB
Recheio 2024 Institucional

Santo Tirso: empresas investem 10 milhões com apoio da autarquia

Santo Tirso: empresas investem 10 milhões com apoio da autarquia

Nove empresas do concelho de Santo Tirso são, agora, Projetos de Interesse Municipal por investimentos na ordem dos 10 milhões de euros e a criação de 80 novos postos de trabalho.

O presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Alberto Costa, assinou, terça-feira, os contratos de atribuição de benefícios fiscais, na ordem dos 200 mil euros, a nove empresas do concelho.

O estatuto de Projeto de Interesse Municipal foi concedido às empresas Casa Bessa, Finieco, Ninhus, PDA, Plusgreen, Augusto Moreira, Residência Monte do Rego, GeoWorld e Norblend, por investimentos na ordem dos 10 milhões de euros.

“Sete destas empresas já estavam localizadas em Santo Tirso e apostaram no crescimento e na modernização e as outras são referentes a novos negócios no setor do turismo”, explicou o presidente, Alberto Costa, citado na página da autarquia.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

As nove empresas – que atuam no setor dos polímeros, do têxtil, da metalomecânica, do papel, do agroalimentar e do turismo –  criaram, ou estão a criar, um total de 80 novos postos de trabalho.

Alberto Costa garantiu que a Câmara Municipal continuará a ser “um parceiro de excelência”, “não só através de incentivos fiscais, mas também do acompanhamento personalizado do Invest Santo Tirso e da aceleração de processos e burocracia”. “Foi esta aposta, a par da modernização e qualificação das empresas, que permitiu que Santo Tirso subisse 30 lugares no ranking dos municípios com maior salário médio mensal”, salientou. Todo este trabalho conjunto, entre a Câmara e as empresas, “posicionou Santo Tirso como um dos mais dinâmicos concelhos da região Norte”, apontou.

Segundo a autarquia, são já 38 os Projetos de Interesse Municipal atribuídos pela Câmara de Santo Tirso, “num universo de 250 milhões de euros de investimento, cerca de 1200 novos postos de trabalho e um apoio da Câmara Municipal que ultrapassa os 3,5 milhões”. Segundo Alberto Costa, todos os investimentos que têm vindo a ser feitos no Município “são o resultado de uma estratégia ambiciosa e exigente de diplomacia económica, de facilitação do investimento e de melhoria das condições de acolhimento empresarial”.

O estatuto de Projeto de Interesse Municipal é destinado a empresas que pretendam instalar-se no concelho e àquelas que, estando instaladas, apresentem projetos de expansão. A atribuição do título permite obter reduções em licenças municipais, taxa municipal de urbanização, derrama, IMT e IMI.

PUBLICIDADE

PUB
Pingo Doce- Revista Sabe Bem