PUB
Recheio 2024 Institucional

Sabia que sorrir faz bem à saúde?

Sabia que sorrir faz bem à saúde?

No atual contexto que atravessamos, os sorrisos ficam escondidos por de trás de uma máscara que, ao que parece, ainda nos irá acompanhar durante largos meses. Mas, ainda que o sorriso não possa ser contemplado por todos ao seu redor, sabia que deve continuar a sorrir? É que, além de tornar os dias mais leves e elevar a autoestima, potencia inúmeros benefícios no que à saúde diz respeito.

Os especialistas discordam em diversos assuntos, mas no que respeita à importância de sorrir parece que as opiniões são unânimes, concordando que uma boa gargalhada carrega inúmeras vantagens. A começar, por exemplo, pelo combate às rugas. Quando rimos movimentos 12 músculos faciais, sendo que uma gargalhada é capaz de alcançar 24 movimentos e o movimento de gargalhar e conversar ao mesmo tempo movimento cerca de 84 músculos, indica O Sapo, explicando que este exercício “estica a pele, retardando o aparecimento de rugas”.

Ao sorrir está também a ajudar a combater o stress, reduzindo-o substancialmente. Pessoas que levam o dia a dia a sorrir têm tendência a ser pessoas mais leves e mais tranquilas, transparecendo essas características para os que privam consigo. Por isso, em “situações de maior stress deve procurar relaxar com algo que o faça sorrir”.

Também o colesterol sai beneficiado com este exercício simples, uma vez que “uma boa piada pode fazer com que o colesterol bom aumente”. Adicionalmente, ao dar uma boa gargalha pode “aumentar os batimentos do coração”, atingindo as 120 pulsações por minuto. “Ao aumentar os batimentos do coração, o sangue circula com maior velocidade aumentando a oxigenação de todas as células, tecidos e órgãos”.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

No que respeita aos pulmões e ao processo de digestão, estes são, igualmente, estimulados pelos sorrisos. De acordo com o mesmo artigo, ao darmos boas risadas “a absorção de oxigénio pelos pulmões aumenta”, o que significa uma “limpeza nos pulmões”. “Com uma maior ventilação de ar todo o excesso de dióxido de carbono e resíduos que possam prejudicar o nosso corpo é rapidamente eliminado”, explica.

Já no que respeita à digestão, quando os músculos de abdominais são estimulados proporcionam uma espécie de “massagem” no sistema gastrointestinal, melhorando, assim, o trabalho dos órgãos na hora da digestão.

Ao sorrirmos mais, podemos ainda treinar o nosso cérebro a pensar de forma mais positiva. Por isso, sorria sempre, muito, mesmo naqueles dias em que lhe apetece tudo menos esboçar um sorriso.

PUBLICIDADE

PUB
Prémio Literatura Infantil Pingo Doce