Junta da Galiza

Rui Rio garante “arranjar financiamento” para demolir o “Aleixo”

Rui Rio garante

De recordar que, na quinta-feira, a jurista Cecília Anacoreta Correia, responsável pelo quadro contratual que rege o fundo imobiliário criado para demolir aquele bairro, afirmou que a operação imobiliária do bairro do Aleixo poderia estar em causa devido à crise. Segundo a responsável, o principal investidor do Fundo Especial de Investimento Imobiliário (FEII) criado para demolir o Bairro do Aleixo está em situação de incumprimento, uma vez que a Gesfimo, do empresário Vítor Raposo, não subscreveu ainda os 60 por cento de unidades de participação no fundo, apesar de já ter expirado o prazo contratual para proceder a essa aquisição. Deste modo, o capital do FEII ronda os 2,5 milhões de euros, quando devia ser atualmente de cerca de seis milhões.

PUB
www.pingodoce.pt/produtos/comida-fresca-takeaway/encomendas/comida-fresca-encomendas-de-natal/?utm_source=cm&utm_medium=cpc&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=natal&utm_campaign=takeawaynatal