Encomendas de Comida Fresca Natal - PD

Rua dos Clérigos encerrada até ao final de 2022

Rua dos Clérigos encerrada até ao final de 2022

A partir da próxima quarta-feira, 10 de novembro, a Rua dos Clérigos vai ficar interdita ao trânsito e assim permanecerá durante cerca de 13 meses, ou seja, até ao final do próximo ano, devendo reabrir apenas a partir de 2023.

A interdição em causa, anunciada esta sexta-feira, deve-se à evolução dos trabalhos de construção da nova linha Rosa da Metro do Porto, entre a estação de São Bento/Praça da Liberdade à Casa da Música, que inicia, agora, uma nova fase, que tornará os trabalhos “mais visíveis”.

“A partir do dia 10 de novembro vamos encerrar a Rua dos Clérigos. Há alternativas que foram trabalhadas com a Câmara do Porto e, este corte, prevemos que se estenda por cerca de 13 meses”, anunciou Tiago Braga.

Segundo explicou o presidente da Metro do Porto, a “parede da estação” obrigou a empresa a “cortar a ligação entre a Rua dos Clérigos e a Rua do Almada”, que durante este período estará “cortada na ligação”.

Como alternativa a quem pretenda deslocar-se para a Avenida dos Aliados ou a Praça da Liberdade, é recomendada a utilização da Praça Guilherme Gomes Fernandes e da Rua de Ceuta (agora com dois sentidos) ou da Rua do Conde de Vizela.

“Estamos a entrar numa nova fase da obra. Até agora, a obra foi mais silenciosa, de menor perturbação, apesar das já introduzidas na cidade e dos desvios de redes. Agora, vamos verdadeiramente começar a ocupar de forma mais visível a cidade”, destacou Tiago Braga, fazendo referência aos trabalhos do túnel e das estações.

Na Praça da Liberdade, segundo explicou, vai ser construído um túnel com 20 metros de profundidade e cerca de quatro metros de diâmetro, intitulado Rio de Vila, para “canalizar as águas pluviais”. “Vamos canalizar o tramo mais a poente do Rio de Vila, que depois vai ter uma ligação, no Largo de S. Domingos, a um tramo que desce até ao projeto de musealização da Câmara do Porto”, indicou.

Simultaneamente, a Metro do Porto vai começar a construir as “paredes moldadas” da futura estação da Praça da Liberdade. Esta tem previstas cinco estações, nomeadamente duas no Largo dos Loios, uma nas imediações da Estação de S. Bento e duas na Praça da Liberdade (uma perto do Hotel Intercontinental e outra junto à Rua 31 de Janeiro).

Depois de terminados estes trabalhos, a Metro do Porto revelou que prosseguirá para uma nova fase da obra, “libertando a Rua dos Clérigos para ela passar a ter serviço rodoviário”.

Recorde-se que a Linha Rosa terá quatro estações e cerca de três quilómetros de via, ligando São Bento/Praça da Liberdade à Casa da Música.

PUB
www.pingodoce.pt/produtos/comida-fresca-takeaway/encomendas/comida-fresca-encomendas-de-natal/?utm_source=cm&utm_medium=cpc&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=natal&utm_campaign=takeawaynatal