PUB
Recheio 2024 Institucional

Queixas sobre comércio eletrónico aumentam 51%

Queixas sobre comércio eletrónico aumentam 51%

No primeiro trimestre de 2018 e face ao período homólogo, o Portal da Queixa, a maior rede social de consumidores do país, registou um aumento na ordem dos 51% do número de reclamações relacionadas com o comércio eletrónico.

Um aumento significativo que o Portal da Queixa relaciona com “o aumento na utilização da internet pelos portugueses para realização das suas compras”, lê-se na nota enviada às redações.

“Hoje em dia, a internet é uma das ferramentas mais utilizadas pelos portugueses, consequentemente, as experiências de consumo online aumentaram e, inevitavelmente, as reclamações também. No primeiro trimestre de 2018, registámos um aumento de 51% do número de reclamações relativas às compras online”, destaca Pedro Lourenço, CEO do Portal da Queixa.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

No entanto, o aumento das reclamações recebidas durante este período abrange diferentes setores de atividade, nomeadamente, comércio eletrónico, correio postal e expresso, comércio a retalho, serviços do estado, água, eletricidade e gás. As restantes reclamações subdividem-se, refira-se, pelas categorias de formação e educação, cultura e lazer, animais e serviços empresariais diversos.

De acordo com o fundador da maior rede social de consumidores, “existem inúmeros motivos para os portugueses reclamarem, mas na sua maioria estão relacionados com os atrasos nas entregas de encomendas, mau serviço prestado, como burlas ou esquemas fraudulentos online, entre outros.”

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile