PUB
Junta da Galiza

Quarteirão com condicionalismos no trânsito

Quarteirão com condicionalismos no trânsito
O Porto celebra no próximo sábado, dia 29, o Dia Nacional dos Centros Históricos, com um programa recheado de atividades e que marca a reabertura da Rua das Flores, Largo dos Lóios e Largo de S. Domingos, recentemente requalificados.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Três palcos vão animar as três vias, que terão trânsito automóvel muito condicionado a partir de agora, cumprindo-se o programa de pedonalização da via pública no Centro Histórico, prometido por Rui Moreira. Pelas 15h00, o presidente da Câmara Municipal do Porto, irá percorrer toda esta zona, a partir do Largo de S. Domingos, passando pela Rua das Flores e terminando no Largo dos Lóios. Durante o percurso, onde irá prestar declarações aos jornalistas presentes, assistirá à animação concebida para este dia pela empresa municipal PortoLazer e que pretende realçar a importância dos centros históricos e a aposta política que o executivo faz no comércio local e na reabilitação urbana do centro histórico do Porto.

Mais vias destinadas apenas a peões
O projeto de reabilitação urbana do eixo Mouzinho – Flores prevê a pedonalização das ruas de Trás (entre a rua do Arquitecto Nicolau Nazoni e o Largo dos Lóios), Caldeireiros (entre a rua do Arquitecto Nicolau Nazoni e a das Flores), Estreita dos Lóios, Afonso Martins Alho, Flores, Ferraz, Ponte Nova, Sousa Viterbo e o Largo de S. Domingos (entre o n.º 93 e a Rua das Flores e lado poente). O controlo de acessos a estes arruamentos será assegurado através de um sistema composto por dissuasores de acionamento automático e equipamento vídeo auxiliar, que estará centralizado na Sala de Controlo de Tráfego, à semelhança do instalado na zona da Ribeira. O acesso e circulação automóvel, nestes arruamentos, deverão ser permitidos a veículos devidamente autorizados, acesso a garagens e para a realização de operações de cargas e descargas, que deverão ser efetuadas obrigatoriamente, no período da manhã entre as 06h30 e as 11h00 e no período da tarde entre as 17h30 e as 20h00.
Este condicionamento de trânsito pressupõe apenas a alteração do sentido de trânsito na Rua do Arquitecto Nicolau Nazoni, de norte-sul para sul-norte, sendo que esta alteração já foi autorizada na sequência da aprovação do projeto de reabilitação urbana do eixo Mouzinho-Flores.
Para permitir a adaptação gradual dos residentes e comerciantes ao novo sistema, os dissuasores mecânicos apenas serão instalados dentro de um mês, devendo ser feito, até lá, um esforço de sensibilização por parte das autoridades e da Câmara Municipal. A identificação dos moradores e comerciantes que poderão ter acesso franco às suas habitações e lojas será feita pela Junta de Freguesia, à semelhança do que já acontece na Ribeira.

PUBLICIDADE

PUB
PD-Bairro Feliz