PUB
Recheio 2024 Institucional

“Casa dos 24” vai avançar

O organismo consultivo terá representantes da Associação Comercial do Porto, Associação de Comerciantes do Porto, Associação Empresarial de Portugal, Autoridade Metropolitana de Transportes do Porto, CGTP-IN, Comunidade Portuária do Douro e Leixões e União Geral dos Trabalhadores.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

A autarquia portuense aprovou esta terça-feira, em reunião do executivo, a proposta de criação do Conselho Municipal de Economia do Porto, simbolicamente designado como “Casa dos 24”. O organismo consultivo abordará questões relacionadas com as áreas da economia, do desenvolvimento e do investimento no concelho. De recordar que, historicamente, a expressão “Casa dos 24” representa “o símbolo máximo da ligação do governo da cidade às suas gentes, erigindo-se como modelo democrático e participativo de formação da vontade coletiva”.
Segundo afirmou Rui Moreira, responsável pela proposta, “a abertura à sociedade civil e a estreita e permanente colaboração das forças vivas da cidade com as entidades incumbidas da sua governação são uma tradição secular do Porto, integrando desde o início e de forma indelével a sua própria identidade enquanto comunidade local de destino”. De referir que a “Casa dos 24” reunirá representantes da Associação Comercial do Porto, Associação de Comerciantes do Porto, Associação Empresarial de Portugal, Autoridade Metropolitana de Transportes do Porto, CGTP-IN, Comunidade Portuária do Douro e Leixões e União Geral dos Trabalhadores.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/uma-pascoa-saborosa-com-a-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=0324-sabebem78&utm_campaign=sabebem