Revista Sabe Bem 67 - PD

Providência cautelar não impediu fecho do centro de saúde de Aver-o-Mar

Providência cautelar não impediu fecho do centro de saúde de Aver-o-Mar

Os mais de três mil utentes inscritos naquela unidade de saúde terão, agora, de ser encaminhados para o centro de saúde da freguesia de Amorim.
Em declarações à Lusa, o autarca de Aver-o-Mar, Carlos Maçães garantiu que não vai “desistir desta luta” e que vai enviar, ainda esta semana, um pedido de audiência ao ministro da Saúde para ser ouvido sobre este assunto. A Administração Regional de Saúde do Norte (ARS) defendeu o encerramento da unidade por questões de “saúde pública”, argumento que o autarca afirmou não entender, assegurando que “a junta e a câmara municipal estavam dispostas a fazer as obras necessárias para melhorar as condições do espaço”. “O que se está a passar é inacreditável e incompreensível. As pessoas merecerem mais respeito”, referiu o presidente da junta esta segunda-feira de manhã.
PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/sabe-bem-cozinhar-por-tao-pouco/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=052022-sabebem67&utm_campaign=sabebem

Viva! no Instagram. Siga-nos.